Fábrica da Digitel sai de Porto Alegre

Digitel irá em dezembro para nova fábrica em Alvorada

Será em dezembro ou em janeiro a instalação da moderna fábrica de modems da Digitel em Alvorada. A empresa sairá de Porto Alegre.

A nova fábrica ocupará a área reservada para a Dell em 1997, mas que a Dell desprezou, já que levou sua fábrica para São Paulo.

Alvorada é um município muito pobre – o mais pobre de toda a região metropolitana.
www.polibiobraga.com.br

_________________________

Acho lamentável que a administração da cidade permita a saída de importante indústria de tecnologia. Enquanto a cidade não tiver uma política de atração e permanência de empresas de alta tecnologia na cidade continuaremos a perdê-las. Nada contra Alvorada, que sai ganhando, com certeza, mas penso primeiro em Porto Alegre.

 

Share

______________________________

Acho que ninguém entendeu o que eu quis dizer neste meu c omentário.

Não tenho nada contra a industrialização de Alvorada, Cachoeirinha, Guaíba, Eldorado, etc… mas estou me referindo aos impostos que a cidade deixa de arrecadar saindo mais uma indústria de ponta daqui. A cidade e suas autoridades tem muito falado ultimamente no fomento à indústria limpa, de ponta, eletrônica, de semicondutores, etc. e parece que fica só na falácia. Não é feito nada na prática para ajudar as empresas desssa área a permenecerem na cidade. Sou contra esta história (arcaica) de segmentar os locais de trabalho dos locais de residência. Portanto, creio que a cidade de Porto Alegre ainda pode ter muitas indústrias na sua área legal (município). Beleza que indústrias e outras empresas optem por Alvorada ou Eldorado, mas acho lamentável que continuemos perdendo empresas para cidades da Região Metropolitana. Está na hora de Porto Alegre ter sua política bem definida pra atração de empresas. Se isso não acontecer a cidade se transformará num grande centro prestador de serviços (já é na verdade), em detrimento de outras atividades, principalmente a indústria.

O mesmo pode servir ou não para atividades como turismo, por exemplo. Existe um grande empreendimento turístico e científico por sair na cidade de Esteio. O Oceanário Sul. Será perfeita a sua localização, no centro urbano da Região Metropolitana, no caminho da serra, às margens da BR-116 e da futura Rodovia do Parque. O Oceanário Sul ficaria belíssimo em Porto Alegre, ou em Guaíba. Há pessoas que insistem que ele não deveria ir pra Esteio. Mas a situação é diferente do que o fomento a uma atividade econômica específica numa cidade. Apesar de ser favorável (e não teria como não ser) ao desenvolvimento industrial e turístico da Região Metropolitana, penso na cidade de Porto Alegre também. Espero ter sido claro. Que venham indústrias e outras empresas para toda a região metropolitana, INCLUSIVE PORTO ALEGRE. Mas não acho positivo que Porto Alegre se torne uma cidade desindustrializada. Não é necessário isso. E nem positivo para a sua população. E nem que ela perca empresas para outras cidades. Já era aquela idéia de que a indústria deve ficar longe das residências. Tudo deve estar integrado. Até para minimizar os investimentos em transporte, e diminuir a participação do transporte na despesa familiar.

Para ajudar na minha explicação, deixo um link para um artigo do Vereador Valter Nagelstein, no Porto Imagem. Cliquem aqui para ler.



Categorias:Ciência e Tecnologia, Economia da cidade

Tags:, , , ,

3 respostas

  1. Também acho uma pena a fábrica da Digitel sair de Porto Alegre. Nossa cidade acaba perdendendo além de empregos, mais arrecadação, parece que a cidade está ficando mais pobre. Continuo achando que, como outras grandes cidades do mundo e do Brasil, há espaço para indústrias em Porto Alegre (vejam o exemplo de Curitiba, que cada vez se desenvolve mais – as indústrias tem um valor bem representativo no PIB da capital paranaense). Hoje aqui na cidade tem muita mão de obra qualificada que tem que se deslocar para outros munícipios para trabalhar. Eu mesmo tenho que fazer 70 km todos os dias para trabalhar em uma indústria. Acho que a prefeitura tem que se preocupar urgentemente em fazer algo a respeito. Rever a legislação de modo a atrair indústrias que gerem empregos e não poluam e cria um distrito industrial na zona norte (na área ao longo da Free-way).

    Curtir

  2. Eu não compartilho dessa desilusão. Eu acho que muitos frequentadores desse espaço e do SSC pensam só em Porto Alegre. Porto Alegre é o epicentro de uma região inteira. Eu não considero que a fábrica saiu de Porto Alegre, porque ela está ao lado. Percebo isso por causa da revolta de muitos foristas com a escolha do oceanário em Esteio e não em Porto Alegre, por exemplo.
    Ora bolas, nenhuma cidade importante é um oásis. Todas estão encravadas em alguma região que a ajuda economicamente.
    Alvorada precisa crescer, enriquecer, ver sua pobreza bem cuidada também. De nada adianta Porto Alegre virar uma cidade que sempre sonhamos e os arredores da cidade servir para baixar os índices de qualidade de vida da região e aumentar os índices de violência.
    Quando eu penso em Porto Alegre, eu penso a região metropolitana como um todo. Quando alguma cidade da região mostra bons índices, fico feliz da mesma forma que ficaria se fosse Porto Alegre.
    Eu não conigo pensar em Porto Alegre só dentro do seu limite.
    Ter uma cidade decente pra mim significa uma melhor BR116 em toda sua extensão, o Oceanário em Estio, o Parque de exposições, o Zoológico, o Pampa Safari, O autódromo, os sítios e parques da região…
    Isso é Porto Alegre.

    Curtir

  3. Bom, pelo menos vai ficar no RS, ao contrario da canalhice que a Dell fez.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: