Infraero autoriza início das obras do terminal de carga do Aeroporto Salgado Filho

Aeroporto vai ampliar fluxo de operações até 2012

O Complexo de Logística de Cargas do Aeroporto Internacional Salgado Filho deverá ser entregue até o final de 2012. Ontem, a Infraero entregou a ordem de serviço para o consórcio de empresas paulistas vencedor da licitação para execução das obras. Liderado pela DPBarros, o grupo tem prazo de 60 dias para implementar os preparativos para a construção do novo terminal de cargas, que irá concentrar as operações nacionais e internacionais no mesmo lugar. Atualmente, a área do terminal de cargas é de 5.530 metros quadrados, incluindo edificações. Com a nova estrutura, o armazém terá 23 mil metros quadrados, e a capacidade de movimentação passa das atuais 35 mil toneladas por ano para 100 mil toneladas/ano.

Além do pátio próprio para cargas, o complexo irá contar com estrutura de apoio para abrigar órgãos públicos – como Anvisa e Receita Federal – e privados – como despachantes aduaneiros e empresas -, bem como estacionamento para veículos de passeio e caminhões, além de armazéns para cargas perigosas. A infraestrutura também contará com pátio exclusivo para aeronaves cargueiras, podendo comportar quatro atendimentos simultâneos de aviões de grande porte. Conforme o superintendente do aeroporto, Jorge Herdina, o atual terminal de cargas será utilizado para outras atividades. “A princípio, pretende-se instalar empresas e serviços auxiliares ao transporte aéreo que operacionalizam carregamentos, suprimentos, bagagens, entre outros serviços de rampa.”

O novo terminal irá funcionar no prolongamento da avenida Severo Dullius, próximo ao corpo de bombeiros. Antiga reivindicação da indústria gaúcha, a estrutura receberá investimento de R$ 98,3 milhões. “Este é o projeto complementar do plano de extensão da pista de pouso, que será ampliada em quase 1.000 metros, oferecendo condições de pleno aproveitamento das aeronaves e voos de longo alcance”, diz Herdina. Ele destaca que as duas obras irão modificar o fluxo logístico das operações de voos para outros continentes, possibilitando que o despache destas cargas internacionais ocorra no próprio Salgado Filho. “Teremos condições de atingir os grandes mercados em voos diretos”, comemora o superintendente.

Quanto à execução do prolongamento da pista de pouso do aeroporto, Herdina informa que a Infraero está negociando com o Exército brasileiro e a previsão é de que em dezembro se iniciem as obras, estimadas em R$ 188 milhões. “Estamos trabalhando na operacionalização do terminal 2 (desativado desde 2001) e nossa meta é que, em dezembro, o local esteja em condições mínimas para atendimento de um milhão e meio de passageiros por ano em voos domésticos”, lembra o superintendente.

Jornal do Comércio

________________________________________

Matéria de Zero Hora:

A Infraero entregou nesta quarta-feira a ordem de serviço, o que significa que passa a contar o prazo de dois anos para o consórcio vencedor da licitação entregar o novo terminal de cargas do aeroporto de Porto Alegre pronto.

As empresas, que são de São Paulo, já podem instalar o canteiro de obras. O investimento será de R$ 98,3 milhões e era uma antiga reivindicação da indústria gaúcha.

O superintendente do Aeroporto Salgado Filho, Jorge Herdina, salienta que as operações nacionais e internacionais serão no mesmo lugar e haverá um pátio próprio para cargas.

– Haverá um pátio próprio, um terminal de cargas e uma estrutura para receber órgãos públicos, como Anvisa e Receita Federal, e também entes privados, como despachantes aduaneiros e as próprias empresas.

Com a estrutura, a capacidade de movimentação de cargas passa das atuais 35 mil toneladas por ano para 100 mil toneladas por ano.

Zero Hora

Share

_____________________________

Parece que as coisas estão andando para o lado do aeroporto. Boa notícia. Mas este terminal não terá muita utilidade sem a ampliação da pista. Então é fundamental que a ampliação da pista ocorra antes ou simultaneamente a construção do Terminal.

Veja a provável localização do terminal de cargas, que será quase 5 vezes maior que o atual, que fica ao lado do Terminal 1 de passageiros:


Imagem: Google Earth

Terminal de cargas atual do Salgado Filho (em 1º plano), em imagem capturada da internet


Categorias:aeroportos brasileiros, Economia Estadual

Tags:, ,

7 respostas

  1. Falta o terminal de passageiros.

    A situação ta complexa e pelo jeito não vai melhorar até a copa.

  2. meu sonho, como alguns já devem saber.. é ver esse aeroporto com voos diretos para os EUA.. eu odeio ter q ir a sao paulo pra poder chegar a america do norte.. eu vou pelo menos 3 vezes por ano para a california, só de pensar em passar em sao paulo tenho dor de cabeça.. eu sei que tenho como opçao buenos aires e lima a partir de salgado filho, mas os preços nao fecham.

  3. Os aeroportos brasileiros estão tendo uma demanda crescente de usuários e governo federal não tem recursos, nem agilidade adminitrativa, para acompanhar esse crescimento, portanto o certo seria privatizar parte desse serviço.

    Se isso tivesse sido feito, imediatamente seriam construídos quantos estacionamentos fossem necessários no Salgado filho, por exemplo, pois trata-se de um negócio de retorno fácil.

    Mas, isso não aconteceu porque o partido do governo é contra. Não queria dar armar para os adversários nas disputas eleitorais que sempre têm, entre seu temas, as privatizações.

    Todos pagamos o preço por essa decisão eleitoreira.

  4. Estão prometendo mais um edifício garagem. Tá na hora. Os estacionamentos pagos do aeroporto há muito tempo já não atendem a demanda.

  5. Se o aeromóvel estivesse pronto, a demanda de automóveis iria cair.
    Eu sou um que odeio ir de carro pro aeroporto, estacionar, esperar alguém que acabou de chegar.

  6. “Se o aeromóvel estivesse pronto, a demanda de automóveis iria cair.
    Eu sou um que odeio ir de carro pro aeroporto, estacionar, esperar alguém que acabou de chegar.”

    Olha..eu acho que a demanda do estacionamento iria é aumentar. Mais gente de carro ao aeroporto só pra dar uma voltinha no novo brinquedo do parquinho de diversões.

  7. Não se deram conta que ninguém vai deixar de se locomover de carro e táxi, só porque construiram uma tirolesa ligando o trem ao aeroporto.

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.169 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: