O Cais Mauá não tem volta

Leitor Jorge Ignácio Pujol escreve para contestar a opinião do presidente do Sindicato dos Conferentes e diretor da Confederação Nacional dos Marítimos, Eduardo Rech, contra o projeto de revitalização do Cais Mauá, reproduzida nesta coluna, afirmando que não vai ter jeito. Quem não tem volta é o projeto, diz Pujol. “A opinião dele é de um grupo que quer que o Cais Mauá volte a ser um porto. Seria um caos um cais em pleno centro de Porto Alegre. As cidades, como Barcelona, criam novos cais, mais modernos, enormes terminais de cargas, e revitalizam o velho cais ao lado da cidade para a economia da experiência e do conhecimento”, observa.

www.affonsoritter.com.br

 

Share



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:

2 respostas

  1. Um cais no centrão deixaria de ser só um cais e seria o epicentro de um CAOS no trânsito urbano com movimento intenso de caminhões pesados movimentando containers…

    Curtir

  2. Desculpa nao entendi!! Nao tem volta no sentido de “perdemos, o cais nao sera feito, azar o nosso”? ou ja esta tudo feito e nao tem como a vanguarda do atrazo impedir???

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: