Prazos da Rodovia do Parque devem sofrer atrasos, diz Dnit

Casa apresentou partes da rodovia e explicou futuros transtornosMarço de 2012. Esta é a data prevista para a conclusão contratual das obras da BR-448, a Rodovia do Parque. Mas de acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o prazo inicialmente contratado deverá sofrer alteração e a obra será entregue no final de 2012. Com a conclusão do túnel e a entrega da pista nas obras da BR-101, todas as atenções serão direcionadas para a Rodovia do Parque, que poderá diminuir em até 40% o fluxo na BR-116.

Um dos principais problemas enfrentados pelas empreiteiras responsáveis pelas obras é o terreno encharcado. Através de uma técnica de geodreno, máquinas perfuram o solo em até dez metros de profundidade, aplicando canos de drenagem para a posterior colocação do material mais pesado sobre a pista, o que faz com que a água suba. De acordo com o superintendente regional do Dnit, Vladimir Casa, está é a técnica mais econômica, além de facilitar o trabalho de aplicação da areia, do saibro e, por último, do asfalto.

Outro obstáculo que deve aumentar o prazo de entrega da rodovia é as cerca de 600 famílias instaladas nos bairros Rio Branco, Mato Grande e Fátima, em Canoas. A prefeitura do município já está providenciando o assentamento em casas e apartamentos populares. Os demais proprietários de terrenos ao longo da estrada negociam o processo de indenização pela desocupação das áreas.

Casa destaca que a parte mais onerosa do empreendimento ainda não foi feita, mas afirma que a etapa mais trabalhosa está em processo de execução. “Temos que vencer a parte do pé no barro. O processo de aterramento e drenagem é o mais lento e demorado. O terreno é muito suscetível”, informou o superintendente. Até o momento já foram gastos R$ 168 milhões. O custo total da obra está estimado em R$ 840 milhões.

Metade dos 22,4km a serem construídos já estão em andamento. A BR- 448 se inicia na intersecção com a RS-118, em Sapucaia do Sul. Corta a BR-386, no quilômetro 15, dando acesso à cidade de Canoas, e finaliza na intersecção com a freeway. Dos três lotes formados por seis empresas, dois já estão com os canteiros de obras em funcionamento.

Jornal do Comércio

Share



Categorias:Rodovia do Parque

Tags:

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: