Revitalização do Cais Mauá sai, diz Fortunati

Acabei de saber de um pronunciamento do Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati.

A revitalização do Cais Mauá sai, em breve!

A Governadora Yeda Crusius confirmou que vai assinar, e passará para o Município de Porto Alegre.

Esta é a saída, já que o Governador do Estado eleito, e seus secretários/assessores, não são muito simpáticos a idéia.

Assim que eu tiver mais informações, postarei.



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, ,

21 respostas

  1. De fato.
    Foi comentado que até o final do ano seria resolvido isso, mas duvido. Pelo menos vai ficar claro qual é a intenção da ANTAQ, se é que já não está claro.

    Curtir

  2. “A questão é que a governadora vai entrar com um pedido na ANTAQ para que a área deixe de ser considerada porto. É um direito do estado fazer isso, e esse pedido não pode ser negado.”

    E não vai ser negado, mas a aprovação do pedido vai demorar, demorar, demorar…

    Curtir

  3. Revitalização do Cais Mauá sai (da pauta), diz Fortunati. kkk

    Curtir

  4. A questão é que a governadora vai entrar com um pedido na ANTAQ para que a área deixe de ser considerada porto. É um direito do estado fazer isso, e esse pedido não pode ser negado. No entanto, no momento em que não for mais porto mas uma área comum, vai passar para a responsabilidade da prefeitura, sendo área municipal, como o resto da orla.

    Curtir

  5. Essa história de que o Governo do Estado vai “passar” o projeto para a Prefeitura é muito nebulosa. Da a impressao que o projeto nao tem mais relacoa com o Estado e é so como a Prefeitura. O que o prefeito disse na ultima entrevista na Band é que depois dp Estado assinar o contrato a prefeitura vai “acompanhar” as obras…. como faz com todas as obras da cidade, ja que existem uma serie de regulamentacoes que as bobras devem cumprir e a prefeitura fiscalizar.

    Sem dúvida, como é uma obra importante, a prefeitura vai dar sugestoes, buscar participacao, ótimo, tem que fazer isso mesmo…. mas nao teria como dirigir mesmo o projeto. O contrato é assinado com o Estado, que é o Arrendador. Essa fase de acompanhamento da prefeitura nao teria a principio nenhuma relacao com a natureza do contrato. Pelo menos é o que me parece…alguem tem uma informacao realmente confiável e detalhada sobre isso? Eu procurei muito na internet e nao encontrei nada de concreto.

    Curtir

  6. Bah galera,,,, por isso nada vai pra frente em porto alegre… o Daniel sugeriu alguma utilidade para aquele espaço, se não gostaram tudo bem, cada um tem o direito de gostar ou não, mas ao invés de apenas criticar, deveriam sugerir outras idéias, fazer uma espécie de brainstorm, poder do nada criar algo do agrado de todos e não simplesmente dizer é feio, nada a ver, etc etc…. é isso que o sr. Raul Pont adora, estes birrinhas para que no final não saia nada, aquela zona ali de porto alegre é muitíssimo mal explorada, mas fazer o que.. se a própria população prefere criticar a ajudar….

    Curtir

  7. Gilberto, os gerivas e butiazeiros sao sim palmeiras nativas daqui do Sul, mas existe um excesso de arvores tropicais que nao sao tipicas daqui, que so estao aqui por influencia do restante do pais. Porto alegre mesmo esta LOTADA de especies de arvores que nao sao daqui, assim como Santa catarina.
    Isso é normal? claro que sim. Mas acho muito monotono. Se vamos plantar especies nao nativas, que pelomenos explorassem o lado mais dieferenre dessa parte do pais, que nao precisasse ser pro lado da bananeira, da palmeira imperial entre outras.

    Bom, nao quero levar esse assunto nao asism digamos…”tao importante” a diante. Mas fica a reflexao.

    O fato trazido pela notica e’ muito mais relevante e importante para a cidade….se sair esse projeto, seremos todos mais felizes ja, independente de que plantas ali plantarem!lol

    Curtir

  8. Eu acho particularmente bonito algumas espécies de palmeiras, e não tenho nada contra bananeiras embora não seja um apreciador de bananas, mas eventualmente outros tipos de árvore pudessem ser boas opções. Fora isso, eu cheguei a citar aquelas cercas vivas, que podem ser feitas tanto com aqueles “pinheirinhos de cemitério” quanto com buganvíleas ou hortências, que dariam uma quebrada no verde monocromático…

    Felipe, a questão é que eu não tenho nenhuma outra idéia do que pode ser feito em termos de vegetação naquele pedaço de orla, mas alguma coisa que desse uma aparência mais de litoral talvez não fosse tão inadequada.

    Phil, nem precisa importar chinelagem, infelizmente Porto Alegre já tem maus elementos demais, basta ver o nível de vandalismo promovido pelos “bondes” de pichadores, e para se encarregar de assaltos e pequenos furtos já tem os nóias de crack. Quer mais o quê agora, assaltos a carros-fortes?

    Curtir

  9. Exato se queres ver palmeiras e bananeiras, prq nao vai mais ao norte prq se tem que imitar tudo oque o resto do pais faz???? nao entendo essa macaquice e total falta de originalidade, o brasil nao e’ um pais que serve de exemplo para qualquer coisa construtiva..Quem sabe tocamos tinta azul e ou verde nas aguas do guaiba e depois colocamos uma estatua de jesus cristo no alto do morro santa tereza…depois seria so’ importar pessoas do morro do alemao ou rocinha (os que tiverem mais disponiveis) para virem fazer guerrilha urbana e fazer arrastao, tudo ao som de pagode funk e axe!!! yeah yeah!!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: