EXPANSÃO A NH – Trensurb comprará novos trens

Previsão de chegada dos veículos é de dois anos, em investimento que pode atingir R$ 450 milhões

Para evitar problemas com o incremento de 30 mil passageiros previstos com a expansão a Novo Hamburgo, a Trensurb estuda comprar novos trens em um investimento que pode chegar a R$ 450 milhões. Os novos veículos, mais modernos e com maior capacidade de transporte, só estariam disponíveis daqui a dois anos, caso o recurso seja liberado pelo governo federal.

Atualmente, o transporte de passageiros entre as estações localizadas entre Porto Alegre e São Leopoldo é feito em 25 composições de quatro vagões cada. Os veículos foram adquiridos no Japão, nos anos 80. Nos horários de pico, mesmo com intervalos mínimos de quatro minutos, há superlotação em alguns horários. Nos trechos mais críticos, os passageiros, frequentemente, não conseguem entrar nos veículos.

–Trabalhamos com duas hipóteses. A de inclusão de sete ou oito composições na frota existente, ou a de substituição integral. Tudo depende dos recursos que conseguirmos com o governo federal no PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) – informa o superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, Humberto Kasper.

O custo das novas máquinas será alto. Kasper estima que o valor de um trem novo seja de R$ 18 milhões, o que transformaria a renovação total em um investimento de cerca de R$ 450 milhões. Ao mesmo tempo, representaria um aumento de 50% na capacidade da frota, uma vez que os novos veículos teriam seis vagões.

Como as duas primeiras estações do trecho da expansão norte – Rio dos Sinos e Liberdade – devem iniciar as atividades até a metade do ano que vem, a Trensurb prevê medidas a curto prazo para driblar a superlotação. São cogitadas a diminuição do tempo mínimo de intervalo para 3,5 minutos e a intensificação do chamado sistema de carrosséis, que consiste em trens partindo de pontos intermediários do percurso, para atender às áreas de maior movimento.

Zero Hora

 

Share



Categorias:Metro Linha 1

Tags:, ,

9 respostas

  1. Basta dobrar o número de vagões de 4 para 8 e instalar ar condicionado neles. Claro que para isso teria que dobrar o tamanho da frota de 100 para duzentos vagões.

    Curtir

  2. Não são carroças!
    São melhores que muitos metrôs por aí!

    Curtir

  3. Deveriam trocar todas as atuais CARROÇAS por modelos com ar condicionado.

    Curtir

  4. Sonhar é preciso, senão a saída é o suicídio.

    Curtir

  5. Juliao…. Qual alucinogeno tu estas tomando, e aonde eu posso conseguir tambem? kkkkkk

    Curtir

  6. Trens com ar condicionado, espero.

    Trens de 2 andares (para os passageiros que fizerem o percurso ponta a ponta possam sentar na parte de cima, deixando a de baixo para os que forem sair logo em seguida), sonho.

    Curtir

    • Julião, creio a linha atual do trensurb não prevê trens de dois andares. A estrutura toda tem uma altura fixa, para trens convencionais. Como se faria pra entrar um trem de 2 andares ? Seria inviável trocar toda a estrutura eletrificada de toda a extensão até NH…. no caso de trens, creio que uma solução mais inteligente seria a de colocar mais vagões. Esta sim é a grande vantagem dos trens.

      Curtir

  7. A Embraer ou outra empresa deveria fabricar vagões.. seria bom..
    =D

    Curtir

  8. Não esquecer que o governo federal prometeu recursos para a criação do metrô de POA também no PAC 2.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: