Frota da STS terá rastreamento online

Para os passageiros, o benefício imediato será a melhoria na pontualidade dos coletivos

STS implanta Sistema de Transporte Inteligente em sua frota<br /><b>Crédito: </b> Pedro Revillion 

STS implanta Sistema de Transporte Inteligente em sua frota
Crédito: Pedro Revillion

Apostando em melhorias na qualidade do transporte público, o Sistema Transportador Sul (STS) – consórcio privado que possui a maior frota de ônibus de Porto Alegre – investiu R$ 1 milhão para implantação do Sistema de Transporte Inteligente (ITS). Inédita no Rio Grande do Sul, a tecnologia está sendo utilizada inicialmente em 30% da frota formada por 483 coletivos de propriedade de quatro empresas – Trevo, Belém Novo, Tinga e Viação Teresópolis-Cavalhada. A previsão é que em 60 dias todos os ônibus estejam circulando com tecnologia GPS, GPRS e computador de bordo, possibilitando o controle em tempo real de todas as operações.

O ITS possibilita o rastreamento online dos ônibus por meio de dispositivos eletrônicos que transmitem os dados de gerenciamento do tráfego para o Centro de Controle Operacional (CCO), do STS. “Teremos cobertura de fiscalização na totalidade das 7 mil viagens diárias, que cruzam por 60 bairros da cidade, durante os sete dias da semana, parada por parada”, salientou o presidente do STS, Régis Born.

O diretor administrativo do consórcio, Antônio Lovatto, destacou que, para os passageiros, o benefício imediato será a melhoria na pontualidade dos coletivos, além do acesso direto aos horários atualizados das linhas através do site da companhia. Em uma próxima etapa, o consórcio projeta disponibilizar os horários das viagens diretamente nos pontos de embarque e desembarque. Lovatto argumentou que a aplicação da tecnologia permitirá maior qualidade, conforto e segurança para a mobilidade de 8,4 milhões de passageiros pagantes transportados mensalmente pela frota do consórcio.

O monitoramento possibilita o acompanhamento em tempo real da localização do veículo, do cumprimento de horários, desvio de rota, além das freadas e acelerações bruscas e também os excessos de velocidade. “O ITS possibilita a troca de mensagens entre os motoristas e o CCO”, frisou. Os veículos também terão mecanismos de segurança, com sistema de alertas e botão de pânico. Também será possível fazer a requisição de pedidos de socorro e de reparos mecânicos.

Lovatto argumentou que o STS é pioneiro na utilização de novas tecnologias. Em 2000, foi o primeiro do Estado a instalar câmeras de segurança na frota. “Os equipamentos colaboraram para a redução das ocorrências de roubo”, frisou. De acordo com Lovatto, há em média um assalto para cada 21 mil viagens realizadas. O presidente afirmou que os delitos normalmente são praticados por dependentes de crack, em busca de recursos para sustentar a compra da droga.

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=232521 | Fonte: Luciamem Winck / Correio do Povo

————————————–

Imagina que legal se nossas paradas de ônibus, ao menos as principais, tivessem um painel mostrando quantos minutos demorará determinado ônibus para chegar naquele ponto… Ou quem sabe podermos acompanhar o trajeto diretamente de nossos celulares?

Uma coisa é certa: os passageiros continuarão aguardando ansiosamente por ônibus mais vazios, ar condicionado…. Não adianta as empresas inverterem as prioridades



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

12 respostas

  1. Esse botão de pânico deve ser para avisar a Brigada caso dê algum problema, como sequestro ou assalto, e “apagar” o motor.

    Curtir

  2. o que raios vem a ser um botão de panico?!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: