Pequenópolis

Pequenópolis é uma cidade grande com gente que pensa pequeno. Seu povo é alegre e hospitaleiro, mas parte dele, uma minoria enfezada, detesta progresso. Essa minoria prefere que a cidade fique numa redoma, de forma a se tornar imutável, mesmo com prejuízo para todos. E a maioria cala e assiste impassível o presente ser congelado e o futuro exterminado. Por isso, a cidade que já foi Futurópolis trocou de nome na medida em que se apequenou. Era a cidade sorriso, hoje é a cidade rançosa.

Em Pequenópolis pululam os ecochatos, destacam-se os oportunistas de plantão, ganham espaço os porta-vozes da mediocridade, inflamam-se as falsas lideranças dos movimentos do “não”, todos contra qualquer proposta que impulsione a cidade. Não os reconheço como guardiões do que é certo ou errado para minha cidade. Estou começando a cansar dessa gente e daqui a pouco vou-me embora pra Pasárgada.

Flávio Dutra

http://www.viadutras.blogspot.com/

Flavio Dutra é Jornalista. Nascido e criado em Porto Alegre-RS, trabalhou nos principais veículos do Estado e atualmente atua em assessoria de imprensa.

Share



Categorias:Opinião, Outros assuntos

Tags:,

3 respostas

  1. Infelizmente essa está sendo a realidade de Porto Alegre, que acabou engolindo o “politicamente correto” que foi sendo empurrado pelos esquerdopatas, se aproveitando do que era antes uma cidade com um povo acolhedor e tolerante, mas onde hoje há problemas por causa do rancor ideológico dessa gente.

    Curtir

  2. Adorei o humor ácido!

    Concordo contigo Augusto. Quem trabalha no centro da cidade sabe que é uma grande verdade!

    Curtir

  3. Concordo na íntegra. Mas eu coloco um adendo. Não somos apenas uma pequenópolis. Somos uma imundanópolis…a cidade da sujeira.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: