ASSINADO O CONTRATO PARA REVITALIZAÇÃO DO CAIS MAUÁ

Obras devem estar concluídas para a Copa do Mundo de 2014

Assinado contrato para revitalização do Cais Mauá em Porto Alegre. Foto: Camila Domingues

A governadora Yeda Crusius e o prefeito de Porto Alegre José Fortunati assinaram, na manhã desta quinta-feira, o projeto de revitalização do Cais Mauá na Capital. O contrato de arrendamento da área de 181 mil metros quadrados, válido para os próximos 25 anos, foi firmado com o consórcio Porto Cais Mauá Brasil SA, liderado pelo grupo Bertin.

O investimento total na revitalização é estimado entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões. O consórcio garante que não vai derrubar o muro da avenida Mauá e deve ficar responsável pelas obras sociais e eventos, como a Feira do Livro e a Bienal do Mercosul que tradicionalmente ocorrem no porto. O grupo também vai sustentar os investimentos na área ao longo dos 25 anos de arrendamento. A expectativa é de que as obras estejam concluídas até 2014 antes da realização da Copa do Mundo em Porto Alegre.

Segundo a governadora, daqui a dois anos a primeira etapa das obras já estará pronta para a visitação pública. Yeda Crusius assegurou que a revitalização estará integralmente concluída até 2014.

Fonte: Marina Fauth / Rádio Guaíba / Correio do Povo

Share

MATÉRIA DE ZERO HORA:

Assinado contrato para a revitalização do Cais Mauá, em Porto Alegre

Ato público no pórtico central do Cais é um dos últimos de Yeda Crusius antes do final do mandato

 

A governadora Yeda Crusius e o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, assinou no final da manhã de hoje o contrato de arrendamento do Cais Mauá. O vencedor da licitação é o consórcio Porto Cais Mauá, com investidores estrangeiros e liderado pelo grupo brasileiro Bertin.

O acerto contempla a revitalização da área, de 181 mil metros quadrados em Porto Alegre. O arrendamento é válido para os próximos 25 anos. O investimento total na revitalização está estimado entre R$ 4,5 milhões.

O consórcio garante que não vai derrubar o muro da Avenida Mauá. As obras devem ser concluídas até 2014. A licitação ainda é contestada na Justiça pela Agência Nacional de Transporte Aquaviários.

Zero Hora

MATÉRIA DO DIÁRIO DE CANOAS:

Yeda assina o contrato de arrendamento para a revitalização do Cais Mauá

Consórcio liderado pelo grupo Bertin venceu licitação; conclusão está prevista para 2015.
 
Porto Alegre – A governadora Yeda Crusius assinou, nesta quinta-feira (23), o contrato de arrendamento do Cais Mauá, em Porto Alegre, ao consórcio Porto Cais Mauá do Brasil, liderado pelo grupo Bertin, vencedor da licitação para a revitalização da área, de 181 mil metros quadrados.

Realizado no pórtico central do Cais, o ato é considerado histórico por significar o início da recuperação do local, um sonho aguardado há mais de 30 anos pela população de Porto Alegre. Quando estiver revitalizado, o Cais Mauá será, além de cartão-postal, forte promotor do desenvolvimento e do turismo do Rio Grande do Sul.

De acordo com o contrato, o prazo do arrendamento é de 25 anos, renováveis. No primeiro semestre de 2011, devem ser aprovados os projetos executivos do empreendimento. O investimento total é estimado entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões. A conclusão está prevista para ocorrer dentro quatro anos.

Para o coordenador do Projeto de Revitalização do Cais Mauá, Edemar Tutikian, a assinatura da governadora Yeda é a autorização para o consórcio “tomar a posse da área e iniciar os trabalhos”. Mas a área, ressalta Tutikian, “é pública e permanecerá pública”.

Deverão ser gerados 3 mil empregos diretos e outros 6 mil postos indiretos pelas operações instaladas na área revitalizada. O Estado do Rio Grande do Sul receberá do consórcio o valor de R$ 2,5 milhões anuais pelo arrendamento. Caberá também ao Porto Cais Mauá a manutenção das obras sociais e dos eventos – como, por exemplo, a Feira do Livro, o Museu de Arte Contemporânea e a Bienal do Mercosul -, e sustentar os investimentos na área ao longo dos 25 anos do arrendamento.

Depois de assinado o contrato, as próximas etapas da revitalização do Cais Mauá terão vínculos operacionais do consórcio com órgãos do município, Estado e União. Essas relações estarão ligadas ao projeto executivo das obras. Entre elas, destacam-se as melhorias a serem feitas nos 12 armazéns do Cais, a infraestrutura (instalações de energia, água, esgotamento), os licenciamentos e as construções (obras civis).

Outro efeito futuro da assinatura de hoje será a mudança do cenário do Centro Histórico de Porto Alegre. Os urbanistas Jaime Lerner, do Paraná, e o catalão Fermín Vázquez projetarão a arquitetura das obras que incluem a construção de hotel, shopping, escritórios comerciais, estacionamento e espaços destinados à gastronomia, cultura, entretenimento e lazer. A expectativa do Governo do Estado é de as obras estarem concluídas antes dos jogos da Copa do Mundo Fifa de 2014, quando Porto Alegre será uma das sedes.

Diário de Canoas

Share

ERRATA: Na matéria da ZH, onde está escrito “… está estimado entre R$ 4,5 milhões…”  leia-se R$ 400 a 500 milhões.

FOTOS DO MOMENTO DA ASSINATURA, enviadas por membros do Grupo Movimento QUERO CAIS:

Foto: Maria Cristina Niles

Foto: Jorge Piqué

____________________________________________

MATÉRIA DO JORNAL DO COMÉRCIO, JÁ DA EDIÇÃO DE 24 DE DEZEMBRO:

Yeda assina contrato do Cais da Mauá

Formalização da cessão da área para revitalização foi comemorada com um brinde pela governadora.

Foto: ANA PAULA APRATO/JC

O shopping center previsto para o complexo do Cais Mauá, em Porto Alegre, deve ser erguido pelo braço que concentra empreendimentos na área no Grupo Brascan, a Brookfield Brasil. A formalização dos contratos com as empresas que também farão hotel, centro de eventos e demais instalações do complexo devem ser assinados a partir de janeiro. Nesta quinta-feira, a governadora Yeda Crusius assinou o contrato de arrendamento da área com o consórcio vencedor, formado por quatro empresas espanholas e uma brasileira, a Contern, do grupo Bertin.

O investimento é estimado em R$ 460 milhões. A meta é começar a construção, com preparação da infraestrutura, a partir da metade de 2011. A concessão será por 25 anos. O consórcio vencedor tem participação das espanholas Gisworld Trade Barcelona, Solo Real, Pro Activa e Spin. Todas aportarão recursos internacionais. A Contern é a líder do grupo. Yeda considerou a formalização do contrato como um presente de Natal aos porto-alegrenses e aos gaúchos e comparou a trajetória para conseguir definir a revitalização, aguardada há décadas, como um livro escrito a várias mãos e que ela estava colocando um ponto final.

A governadora também desdenhou de dúvidas lançadas por integrantes do futuro governo sobre o processo. Em entrevista na tarde desta quinta, o futuro governador Tarso Genro disse que avaliará o contrato já que teria questionamento da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). “O futuro se desenha com cada passo que se dá hoje. De nossa parte, é o ponto final deste livro, que pode parecer um conto de fadas”, afirmou Yeda.

E acrescentou: “É o maior presente de Natal que este governo podia ter dado, em conjunto com todos os que trabalharam em vários momentos, a essa imensa população do Rio Grande do Sul e do Brasil”.

O diretor comercial da Contern, Mário Reche Freitas, que já presidiu a Corsan no Estado durante o governo Yeda, esclareceu que daqui para frente serão elaborados projetos executivos, para depois realizar o ingresso dos pedidos de licença nos órgãos municipais. Freitas não espera atrasos na tramitação e aprovação de licenças.

“Esperamos que os pedidos tenham o mesmo tratamento que obras para a Copa do Mundo de 2014”, antecipou o diretor da empresa, que cuidará de todas as instalações de infraestrutura e também coordenará as obras viárias. Freitas projetou que mais de 90% do complexo estará pronto até 2014.

Serão 3,5 quilômetros de obras. O empreendimento terá área pública com espaços para a população, para caminhadas, ciclismo e lazer; preservará eventos culturais; valorizará a Usina do Gasômetro e o Centro Histórico de Porto Alegre. Além disso, irá gerar 3 mil empregos diretos e 6 mil indiretos a partir da conclusão dos empreendimentos a serem instalados nos 181 mil metros quadrados de área a ser revitalizada.

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, descreveu que a cidade está virando uma página. “Não tenho dúvidas que no futuro Porto Alegre olhará para quem plantou a semente e foi responsável para que a planta pudesse vicejar.”

 

Share



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá, QUERO CAIS

Tags:,

42 respostas

  1. “O único calculo que eles fazem agora é o que lhes dará maior prejuizo politico: a oposição poder dizer que fez a revitalização do cais ou a oposição poder dizer que o PT acabou com isso.”

    Perfeita a análise do caso, interpretação que poderia ser estendida para o petismo, como um todo.

    Curtir

  2. É hilariantemente contraditória a reação do Tarso. primeira mente irritado pelo que chama de decisão unilateral de meia dúzia de angustiados…e ao mesmo tempo afirma que se o contrato for um objeto jurídico perfeito, ele não contestará a assinatura da Yeda.
    Ora…mas porque ele está tão irritado sem mesmo antes averiguar o lance?

    Vou repetir; quero que esse nanico vá pra _ _ _ _ que o _ _ _ _ _.

    Curtir

  3. Vocês ouviram o Tarso falando? Segundo ele, as questões do Porto só interessam a meia dúzia de políticos… É, amigos, lá vem a vanguarda do atraso.

    Curtir

  4. Antes que achem o contrário, não sou contra o PT nem a favor do PSDB. Sou a favor de gestão competente (seja publica ou privada). Repudio qualquer favorecimento e qualquer uso do dinheiro público que não seja essencialmente e estrategicamente usado para o avanço da qualidade de vida da população. Repudio portanto nomeação de “pessoas de confiança” e de afiliados do partido a cargos em empresas publicas. Todos os partidos fazem isto, alguns tem menos vergonha de fazê-lo e acabam fazendo em maior escala. Quero acreditar que o cais vai sair apesar do modo como funciona nossa pseudo-democracia.

    Curtir

  5. Quero acreditar que o cais vai sair, e acho que vai sair de uma forma ou de outra, mas vejam que o PT e afiliados continua contra o cais (vejam os comentarios do Hermes). Isso quer dizer que eles ainda farão o que puderem para que o PSDB (a única oposição real ao PT) não celebre essa vitória.

    Infelizmente, ainda não está tudo definido pois o STF ainda tem que julgar o mérito da ação proposta pela ANTAQ. Portanto, quem está mobilizado a favor do cais deve continuar com 100% de motivação.

    E não quero ser negativo, mas não sejam ingênuos de pensar que o PT teria medo ou vergonha de acabar um um sonho da cidade. O único calculo que eles fazem agora é o que lhes dará maior prejuizo politico: a oposição poder dizer que fez a revitalização do cais ou a oposição poder dizer que o PT acabou com isso. O PT (e todos os partidos políticos) pensa unicamente em si e nos seus afiliados. Quem tem duvidas disso tem coração bom demais para acreditar na realidade.

    Curtir

  6. Pensamentos negativos atraem coisas negativas. Todo mundo sabe isso. Portanto, acho desprezível este tipo de comentário. Desculpe Gerson, mas acho muito pobre pensar desta maneira. Até por que sonhar, faz parte da vida. E eu desejo o melhor possível para Porto Alegre, jamais deixaria transparecer a minha infelicidade desta maneira. De qualquer jeito, Feliz Natal ! E que estejas errado. Como diz um comentário aí, do Rodrigo, ainda vamos combinar um jantar num dos restaurantes do Cais Mauá. Amém.

    Curtir

  7. Fabio disse: “Boa noticia. Mas so vou acreditar quando ficar pronto. Nao esqueçam que nestes pagos tudo é possivel para os raivosos petistas. Nao esqueçam que o Pontal JÁ estava aprovado, como o Cais hoje esta sendo. Nao menosprezem o ranço petista gaucho”
    .
    .
    .
    .
    Assino embaixo!!.

    Curtir

  8. Pelos comentários que eu vejo aqui, chego a conclusão que o Rio grande do sul tem mudar é de povo, não de governantes. Porque todo mundo tende a associar essa ou aquela pessoa. É isso que gera aquele pensamente pequeno e terceiro-mundista de que “o PSDB que fez, ou o PT que fez”, etc.

    Pessoal, estou muito feliz com que a revitalização do cais do Porto sairá. É realmente um sonho e nossa população merece. Vamos deixar um pouco a “ideologia” e às vezes hipocrisia de lado, pois eles costumam “cegar” as pessoas.

    Abraço e feliz Natal a todos. Sugiro fazermos um jantar no Cais assim que pudermos colocar o pé lá dentro!! 🙂

    Curtir

  9. No ano em que o RS voltou a crescer em ritmo chinês, mais uma vitória da Yeda. O pobre Tarso não vai conseguir dormir hoje.

    Curtir

  10. Os petistas e esquerdistas em geral tem muita forca no estado e eles soltam o dinheiro publico para seus amigos e apoiadores, eles possuem seus feudos. Veja a RBS e CPERS como se comportaram em respeito a Yeda!!! Queriam linchar a mulher em praca publica, tudo por invencionices fabricados por outros esquerdistas, tudo politicagen. Alem de a cultura gaucha ter sido sistematicamente desconstruida em favor da “cultura” das vilas e dos manos. Tudo isso ocorrendo a mil por hora….eu vou ao brasil de vez enquando e noto a diferenca de um ano ao outro, e’ gritante e triste de ver. Mas espero que quando essas imundicies como Tarso, Pont, Dutra etc.. morrerem (prq so’ assim) as coisas tenderam a se acomodar. E’ uma fase de uma geracao, anos 60, que investiram muito no socialismo e agora estao no poder fazendo suas desgracas,aqui nos EUA estamos passando pelo mesmo sufoco com o obama e seu partido, o PT americano.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: