Petrobras assina contrato para construção de novas unidades na Refap

Obra terá duração de cerca de três anos e deve gerar 3 mil postos de trabalho

Atualmente, a Refap tem capacidade instalada de 200 mil barris de petróleo por dia Foto: Acervo refinaria / Divulgação

A Petrobras informou nesta quarta-feira que assinou contrato, na sede da empresa no Rio de Janeiro, para construção da nova Unidade de Hidrotratamento de Diesel (HDT II) e da nova Unidade de Geração de Hidrogênio (UGH II) na Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas (RS).

De acordo com a nota, a HDT II terá capacidade para tratar 6.000 m3/dia de diesel com baixo teor de enxofre (10 ppm). Já a UGH II terá capacidade para produzir 1.250.000 Nm3/dia de hidrogênio, com pureza de 99%, tendo como diferencial a possibilidade de carga com gás natural, gás de refinaria, butanos e nafta.

De acordo com o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, o empreendimento “vai propiciar a produção de diesel de qualidade apropriada tanto para o mercado interno quanto para o externo”,

A obra se estenderá por três anos e terá índice de nacionalização superior a 70%. Segundo a Petrobras, devem ser gerados 3 mil postos de trabalho no pico das obras.

Atualmente, a Refap tem capacidade instalada de 200 mil barris de petróleo por dia. Produz principalmente óleo diesel e gasolina, além de nafta petroquímica, propeno, GLP (gás de cozinha), querosene de aviação, óleo combustível e asfalto.

 

ZH DINHEIRO

 



Categorias:Outros assuntos

%d blogueiros gostam disto: