Prefeitura instala bicicletários no Mercado do Bom Fim

A Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) instalou hoje, 31, dois bicicletários, com espaço para cinco bicicletas cada, no Mercado do Bom Fim. Os paraciclos estão sendo instalados nos Próprios Municipais com o apoio da iniciativa privada. Amanhã, 1º de fevereiro, serão instalados mais dois equipamentos na Usina do Gasômetro.

Serão instalados mais dois equipamentos no Gasômetro Foto: Aline Brum/PMPA

Dia 14 de janeiro, quatro bicicletários foram instalados no Mercado Público. Os suportes estão localizados nos quatro quadrantes do prédio, embaixo das escadas. De acordo com o titular da Smic Valter Nagelstein, os equipamentos foram instalados em caráter provisório, até que fique pronto o projeto definitivo.
 
O bicicletário definitivo será instalado no Largo Glênio Peres, junto aos deques, e terá capacidade para acomodar 36 bicicletas. O projeto, em formato de cuia, foi desenvolvido pelo CTS Brasil (Centro de Transporte Sustentável) e será instalado com o apoio da iniciativa privada. O equipamento deverá ser entregue na segunda quinzena de fevereiro.

Prefeitura de Porto Alegre

Share



Categorias:Bicicleta

Tags:,

22 respostas

  1. Marcelo

    Sim, uma pessoa vai deixar de ter um carro por que pode pegar um onibus pra ir trabalhar.
    Mas a vida não é só trabalho.
    E se tiver atrasado pra algo?
    E se for viajar?
    Ipva, seguro e manutenção não conta, isso seria gasto de qualquer maneira, o preço da passagem de onibus ou outros transportes publicos tende ser inferior ao valor gasto de combustivel e estacionamento.
    Pronto, nada mais.
    Ninguem vai deixar de ter um carro pra ir de onibus gastanto mais em passagem do que gastaria em combustivel para um mesmo trajeto, sendo que de carro a pessoa tem conforto, chega mais rapido e caminha menos.
    Alem de gastar isso tudo, o cara ainda tem que pegar um onibus lotado, num calor infernal, pega congestionamento em corredores de onibus, e pra melhorar, tem que escutar um funk ou pagodão do neguinho que comprou seu celular em 20 prestações..
    Transporte publico não precisa ser um luxo, mas tambem não deveria ser o inferno que é.

    Curtir

    • Guilherme, calma aí !
      Eu não tenho carro, mas teria condições de ter um. Sou funcionário da Prefeitura de POA. Vou trabalhar de ônibus todos os dias e levo 15 a 20 min pra ir. Se eu fosse de carro, ficaria trancado em congestionamentos e não levaria menos do que 35 a 40 min, todos os dias. Essa história de que de carro é mais rápido, é folclore dos antigos. Isso acontecia há mais de 10 anos atrás. A não ser que seja no domingo. Domingo, realmente, é mais rápido que ônibus. Mas aí tu não vai estar trabalhando, com raras exceções. Além do mais, ao comprar um carro, tu tem que pagar sim o IPVA, o seguro e ainda a manutenção do carro. Tu acha que no valor da passagem de ônibus está incluído só o combustível? Não senhor! Estão incluidos todos estes itens que citei e mais outros. Assim como no carro não é só o combustível. Aí tu gasta 2 reais pra ir e voltar do trabalho de gasolina (ou álcool). E aí bate no poste. 3 mil pra consertar. E agora? Como fica a conta do mês? Não é tão simples assim como tu fala. E pra se ter um carro, a grande maioria das pessoas fica endividada (salvo os abastados que compram a vista). Pra andar de ônibus, é aquele valor por dia e pronto. Ninguém fica endividado por andar de ônibus. Eu poderia comprar tranquilamente agora um carro de 50 mil reais (financiado). Mas não quero. Não quero ficar preso em congestionamentos e falar pros outros que to nem aí pra poluição e pro problema do trânsito das cidades. Sou consciente. Comprar carro agora é burrice, é ser alienado. Esta é minha opinião. Ando de ônibus. Sou feliz e chego em 15 min no trabalho! Ah, moro há 5km do centro. E to pensando seriamente em começar a ir de bike pro trabalho. Aí sim, será a glória.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: