Dilma cria Secretaria de Aviação Civil para cuidar dos aeroportos

Dilma criará Secretaria de Aviação Civil

Presidente Dilma Rousseff escolheu executivos de bancos para comandar a remodelação do setor brasileiro de aviação civil chave para o país, que organizará a Copa-14 e, dois anos depois, os Jogos Olímpicos. Ela convidou o presidente do Banco Safra, Rossano Maranhão, para ser ministro da Secretaria de Aviação Civil. Antes, ele havia sido sondado para dirigir a Infraero. Diante da sua recusa, Dilma chamou o diretor de Liquidação do Banco Central, Gustavo Matos do Vale, para chefiar a estatal que administra os aeroportos do país. Os dois convidados ainda não deram resposta definitiva. Têm, primeiro, que se desvencilhar das atuais atribuições. Mas Dilma já disse a eles que quer mudanças rápidas e deu carta branca para montagem de equipe, com a ressalva de que prefere “técnicos” nos cargos. O governo calcula que terá de investir R$ 5,5 bilhões nos aeroportos que servirão as 12 sedes da Copa. A Infraero, que terá seu capital aberto, deixará de responder ao Ministério da Defesa. Passará ao guarda-chuva da futura secretaria, assim como a Anac. A nova estrutura deverá ser criada por medida provisória, mais provavelmente em março, depois do Carnaval. O governo decidiu adotar um sistema misto de gestão. Além da abertura de capital da Infraero, a reformulação prevê que terminais e até aeroportos passarão às mãos da iniciativa privada. Guarulhos e Viracopos, em São Paulo estarão no pacote. TAM e Gol já manifestaram ao governo o interesse de construir e operar novas alas.

Affonso Ritter

Share



Categorias:Aviação, COPA 2014

Tags:, , ,

2 respostas

  1. Como dizem os ingleses: Too little, too late!

    Curtir

  2. Nosso terminal NECESSITA ser ampliado, agora com a VILMA morando na cidade… talvez isso venha a acontecer.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: