Ipanema balneável

A balneável Ipanema…

Na entrevista especial publicada nesta edição, o prefeito José Fortunati (PDT) revelou que técnicos fazem medições na praia de Ipanema e que, na maior parte das vezes, a água está balneável. O Executivo só não divulga porque não são todos os dias que as condições são essas. Até o final de 2013, a praia deve estar liberada e Ipanema voltará a ter o público que tinha na década de 1960.

…e o sonho do metrô

Fortunati ainda conta que estão bem adiantadas as negociações para o projeto de metrô em Porto Alegre e acredita que, ainda neste ano, poderá anunciar que o governo federal vai abraçar a obra. Vai depender da companheira Dilma. Se der certo, será o grande trunfo do prefeito para 2012.

Fernando Albrecht

 

Share



Categorias:Meio Ambiente, Metro Linha 2

Tags:,

2 respostas

  1. Concordo com alguns pontos mas “bugrada”!? Jisuis, me senti no túnel do tempo agora 😛

    Curtir

  2. A balneável Ipanema… e seus esgotos a céu aberto… seus primitivos rituais religiosas com direito ao emporcalhamento da orla, incluindo-se aí o sacrifício grotesco de animais (afinal, porque se permite esta prática uma vez que, de acordo com a Constituição vigente, atos de violência contra animais são capitulados como crimes inafiançáveis, porque então??)… seus bares onde tudo se permite, inclusive a venda de CDs e DVDs piratas (y otras cositas mas) sob as vistas complascentes dos proprietários… êta farra!! Como morados do bairro que sou, até já me envolvi – hoje não mais – com entusiasmo na Associação dos Moradores, na ingênua ilusão que todos os excelentes projetos de revitalização – explo.: trapiche junto a Otelo Rosa, retificação do arroio Cavalhada, construção de canchas de esportes na praia com iluminação noturna, uma ciclovia decente no lugar da atual e mambembe ciclofaixa, etc. etc. – depois de décadas de promessas, agora sim, sairiam afinal do papel… tsk tsk tsk, doce ilusão mermão. Ipanema, que de charmoso mesmo só carrega o nome, a eterna condenada pela incompetência e mediocridade de nossa autoridades passadas, presentes e, possívelmente, futuras, não passa de um amontoado de areia suja, um calçadão sem manutenção com velhas e apodrecidas árvores, dondocas conduzindo seus histéricos poodles e quetais pela coleira enquanto deixam seus dejetos espalhados para que outros paspalhos como eu possam pisar exatamente sobre, cheveteiros e outros exemplares desta rica fauna com seus porta-malas escancarados, o pagode rolando alto e muita ceva gelada mano – é a “Ipanê dos magal”, ponto alto do turismo portoalegrense… Mesmo que o Guaiba volte a ter suas águas novamente “liberadas”, vai ser dificil classificar Ipanema como “balneável”, a continuar esta infra-estrutura chinfrim que temos hoje, bem de acordo com a mentalidade dominante da bugrada aqui do paralelo 30… Tomara que esteja errado.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: