Nova estatal gaúcha busca investimentos

Governador adiantou que há 15 empresas já negociando vinda para o RS

O Rio Grande do Sul poderá contar com uma companhia de participações, que seria parceira em investimentos de empresas que venham se instalar ou ampliar sua atuação no Estado. A revelação foi feita pelo governador Tarso Genro, ontem, durante o lançamento do Sistema de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Sul (SD/RS). Segundo ele, já existem 15 empresas negociando instalação no Estado. Seus nomes serão conhecidos em até 60 dias. Os investimentos podem chegar a 2 bilhões de dólares.

“Dentro de 60 dias, vamos apresentar um esboço da consolidação do novo sistema de desenvolvimento, com sua forma de atuação político-administrativa, e posteriormente, vamos avançar nesta proposta”, disse o secretário do Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Mauro Knijnik, sem dar mais detalhes.

No evento de apresentação do novo sistema, realizado no Palácio Piratini, o governador reafirmou que o objetivo principal é criar as condições para que o Rio Grande do Sul retome o crescimento nos mesmos índices do Brasil. “Há dinheiro no país para buscarmos e, com isso, incentivar a formação desta nova estrutura produtiva para o Estado, seja junto ao BNDES e outras agências de fomento, ou até mesmo com recursos próprios”, afirmou.

Segundo Knijnik, o primeiro passo é estruturar a ação em áreas prioritárias, como indústrias estratégicas em setores como energia, telecomunicações, e inovadoras, como as de semicondutores e microeletrônica. “Vamos traçar um perfil daquelas indústrias que apresentem competitividade, que estejam ligadas à produção sustentável, além do setor agroindustrial, cooperativista, de infraestrutura e junto aos principais Arranjos Produtivos Locais (APLs)”, argumentou.

Correio do Povo

Share



Categorias:Economia Estadual

Tags:,

2 respostas

  1. Exatamente. Puro cabedal de empregos. O estado inchando…e a companheirada aproveitando.
    Criar uma nova estrutura só pra atrair investimentos? Esse Tarso é um cretino. estão mais uma vez torando o nosso dinheiro pra dar emprego a CC’s e afins. Que tristeza.

    Curtir

  2. hahahaha….uma vez PT sempre PT….Aumento de salario para a pelegada…agora cabide de emprego para os “kumpanheiro”. maravilha!! LEIO: “Há dinheiro no país para buscarmos e, com isso, incentivar a formação desta nova estrutura produtiva para o Estado, seja junto ao BNDES e outras agências de fomento, ou até mesmo com recursos próprios”.

    Esse Tigre e’ esperto, aonde ele diz “PAIS” le-se ESTADO Do Rio Grande do Sul, que foi deixado pela governadora YEADA CRUSIUS.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: