Porto Alegre registra média de 13 roubos de veículos por dia em 2011

Foram 551 roubos, mais da metade dos 1.097 ataques deste tipo que o RS contabilizou

De janeiro até a última quarta-feira, Porto Alegre já registrou 551 roubos de veículos, mais da metade dos 1.097 ataques deste tipo que o Rio Grande do Sul contabilizou em 2011. Os dados são da Secretaria Estadual da Segurança Pública.

Os números da Capital refletem uma tendência diferente da do Estado, com mais roubos do que furtos de veículos. A titular da Delegacia especializada de Roubo de Veículos, Vivian do Nascimento, acredita que esta diferença ocorre porque a frota de carros de Porto Alegre é mais nova do que as demais cidades gaúchas. Veículos mais novos contam com mais opcionais de segurança, que dificultam o furto.

Participe: você já foi vítima ou conhece alguém que teve o veículo roubado na Capital? Conte onde e como foi o crime.

A delegada também destaca que grupos da Região Metropolitana estão saindo de seus municípios para agir na Capital, onde são menos conhecidos por vítimas, testemunhas e Polícia.

Em 2010, ocorreram quase 5 mil roubos de veículos em Porto Alegre contra 10,5 mil em todo o Estado. Já os casos de furtos foram 3,4 mil na Capital e 14,8 mil no Rio Grande do Sul.

Zero Hora

 



Categorias:Outros assuntos, segurança

Tags:,

13 respostas

  1. Essa é a minha Porto Alegre; suja e insegura como sempre. Que delícia.
    Como é bom viver na capital da qualidade de vida. huahuahuahuahua

    Curtir

  2. Pois é, vejo desmanches por todo o lado em POA. Inclusive tem um perto de casa com um Renault depenado. O detalhe é que o carro pertencia à Polícia Militar do Estado do Paraná! LOL

    Curtir

  3. Muito bom Phil, continua apoiando os “consumidores malandros” que compram peças de origem duvidosa (diga-se roubada), é por isso que a coisa está assim, ninguem admite o erro, ou vai me dizer que ninguem compra peças nestes desmanches?

    É preciso prender o ladrão, o receptor e o consumidor que está incentivando o crime.

    Curtir

  4. Certo vez vi uma reportagem que falava que a Espanha tinha reduzido drasticamente os roubos de carros ao acabar com todos os ferros-velhos do país. Eles foram subsituídos por uma única empresa privada ou pública, não me lembro, que comprava todos os carros acidentados ou velhos, mantinha-os em depósitos e depois desmanchava-os parar repassar os materiais reaproveitáveis para indústria.

    A ideia do governo espanhol, que deu certo afinal, era controlar melhor essa atividade, dificultando a ação dos criminosos, pois a partir da entrada em vigor dessa lei todos os desmanches e ferros-velho passaram e ser considerados ilegais, independente de que os automóveis e as peças fosse roubadas.

    No Brasil, que é bem maior que a Espanha, poderiam ser não uma, mas várias empresas, uma para cada estado estado ou região. E, como efeito paralelo dessa medida, o preço da peças novas originais ou paralelas.

    Já sei, logo virá alguém dizer que esse sistema não permitiria que o “pobre” mantenha seus carro (como se possuir carro fosse um dos direitos fundamentais) ou que essa lei seria aprovada pelo lobby da indústria de peças automobilísticas (claro que nesse caso as vidas e os patrimônios salvos não contam).

    Curtir

  5. Que coias mais absurda…entao o culpado pelo roubo de carros sao os consumidores??? nao os ladroes de carros??? ai esta a resposta do porq isso acontece….se recusao ate a respossabilizarr esses FDP!! WOW TA LOCO!!!

    Curtir

  6. É preciso sim atacar os desmanches, mas os maiores culpados são os “consumidores” que ao invés de comprarem peças e componentes em redes autorizadas acabam recorrendo ao mercado paralelo por ser mais “em conta”.

    Se não tem dinheiro para manter um carro, então é melhor nem comprar um.

    É a mesma coisa que querer acabar com o tráfico sem acabar com o usuário.

    Curtir

  7. Essa novela dos índices alarmantes e recordes de Poa em roubos (ou seja, com violência ou grave ameaça) de carro já se arrasta há tempos …
    Chega a ser cômica a atenção que as autoridades competentes dão ao tema! Não há planejamento para um enfrentamento cirúrgico do assunto, e qdo há alguma posição do Estado nesse sentido são apenas operações pontuais e paliativas!!! Por que será??
    O que mais me assusta em Poa é esse assunto, roubo de carros, pois é algo que tolhe um direito constitucional fundamental básico, qual seja, o de ir e vir … a revolta é grande!
    E os desmanches, vão continuar sendo encarados com a hipocrisia de sempre? Pois é notório que parte deles integra o círculo dessa cadeia, desse sistema criminoso! Isto é uma indústria, indústria essa que mata diariamente, e muita gente lucra com essas mortes!
    Anderson, parabéns por dar destaque ao tema, pois é está ligado diretamente a outro tema muito discutido aqui que é a qualidade de vida em Poa, merecendo, sim, a questão dos roubos de carro em nossa capital destaque, discussão e cobrança dos agentes do Estado!
    Felipe.

    Curtir

  8. NADA A VER COM O ASSUNTO

    Eu vi no site da ZH eles falando da ilha do presidio

    http://wp.clicrbs.com.br/editor/2011/02/11/uma-ilha-cheia-de-historia/

    Acho que com uma revitalização aquele lugar seria um ponto turistico muito legal, com barcos indo até la.

    Como um passeio aquelas mansões assombradas e tal, acho que seria uma atração turistica bem legal.

    Curtir

  9. Pior. Tem um desmanche na avenida cruzeiro que de vez emquando tem um Gol seminovo lá dentro, um Palio, etc… que coisa, hein? 🙂

    Curtir

  10. obs. desmanche falo de ferro velho mesmo.

    Curtir

  11. Poizé, não ta na hora de acabar com os desmanches?

    Curtir

  12. Enquanto houver receptação continuaremos a acompanhar este tipo de noticia.

    Não adianta colocar mais poiciais nas ruas, o que precisa mesmo é atacar quem compra os automóveis roubados e suas peças.

    Curtir

  13. Isso que é qualidade de vida. Continuamos na liderança deste tipo de crime será?

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: