Conclusão da obra no túnel poderá ser antecipada

Vistoria das obras de restauração do Túnel da Conceição Foto: Guilherme Santos/PMPA

Em vistoria realizada na tarde desta sexta-feira, 11, no Túnel da Conceição, o secretário municipal de Obras e Viação, Cássio Trogildo, o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, e técnicos da Smov e da EPT – Engenharia e Pesquisas Tecnológicas S.A., empresa executora, fizeram um balanço do andamento da obra. Das 234 câmaras existentes no interior da passagem de nível, 117 já foram abertas e recuperadas, sendo que 98% delas foram fechadas. Em paralelo, segue o reforço na estrutura do entrepiso para receber uma camada de 21 centímetros de concreto, que também servirá como pavimento final da pista de rolamento na alça superior (centro-bairro). Também está sendo realizada a drenagem, com a implantação de canaletas para o escoamento da água.

Conforme avaliação do grupo, o titular da Smov informa que se a próxima etapa da obra apresentar o mesmo ritmo, a conclusão poderá ser adiantada. “Nas duas metades que estão sendo trabalhadas, não encontramos surpresas, e a obra está seguindo um bom ritmo de execução. Só poderemos afirmar que terminaremos antes do prazo após iniciarmos os serviços na outra parte”, afirmou Cássio Trogildo.

Além da recuperação estrutural, no final da obra o Túnel da Conceição receberá nova pista em asfalto no nível inferior e pistas de concreto na parte superior. Também será instalada uma nova iluminação e refeita toda a pintura das paredes do interior do complexo com tinta antipichação.

Fluidez – As operações continuam em duas faixas de cada sentido, sendo que 50% da passagem de nível permanece liberada para o tráfego de veículos. “No entorno das obras, não registramos problemas com fluidez. Os motoristas estão utilizando as alternativas propostas e elaboradas pela EPTC, em conjunto com outros órgãos da prefeitura. Seguimos com nosso efetivo reforçado, com agentes monitorando e organizando o tráfego da região”, disse Vanderlei Cappellari.

Túnel da Conceição – Concluído em 1972, o túnel foi concebido para ligar a elevada da Conceição e a avenida Osvaldo Aranha, como parte da primeira perimetral. Após 38 anos, a estrutura apresenta problemas, como presença de água nas paredes e lajes, pontos de armadura expostos e corroídos, trincas no forro, paredes e muros, rompimento de concreto e pavimento desgastado. O túnel será recuperado totalmente em cerca de 18 meses, a um custo de R$ 2,65 milhões. A reforma pretende garantir, no mínimo, mais 30 anos de vida útil à estrutura.

Prefeitura de Porto Alegre

Share



Categorias:Túnel da Conceição

Tags:

%d blogueiros gostam disto: