Aprovada a criação da Frente Parlamentar do Metrô

A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, na quarta-feira (16/2), requerimento que cria a Frente Parlamentar para acompanhar o projeto de construção da primeira linha do metrô da capital gaúcha. O autor justificou sua proposta pela importância do novo modal no processo de humanização da mobilidade urbana que poderá transportar 600 mil habitantes, diariamente, desde o Norte da cidade até o bairro Azenha, na Zona Leste.

Também no dia 16 a presidente da Câmara Municipal participou, em Brasília, do Ato de Lançamento do Programa de Aceleração Econômica (PAC) da Mobilidade Urbana, que incluirá o metrô de Porto Alegre. Para ela, o encontro, realizado entre a comitiva de lideranças gaúchas, a ministra do Planejamento e o ministro das Cidades, resolveu o confl ito entre os projetos dos Portais da Cidade e do metrô. Segundo ela, o governo municipal reordenou o projeto dos Portais, que agora será integradoà Zona Norte da cidade, deixando de competir com o metrô, que terá prioridade.

A presidente da Câmara ressaltou que Porto Alegre, por já ter construído e apresentado ao governo federal, há mais de um ano, um projeto básico da linha do metrô, está muito avançada em relação aos demais municípios, garantindo com isso os investimentos para as obras. “Serão R$ 2,4 milhões, que, através de projetos, serão investidos na linha do metrô”, disse.

Diário Oficial de Porto Alegre

Share



Categorias:Metro Linha 2

Tags:

3 respostas

  1. hahaha….E dá-lhe diárias e estadias.
    Isso me lembra muito a famosa “Frente Para Salvar o Rio Grande”..liderada pelos “nobilíssimos” César Busatto e L.F. Zacchia. Os mesmos caras que destruíram o Rio Grande, criaram a Frente de “salvação”.

    Eu vou criar a “Frente para Encher o Bolso do Augusto”.

    Curtir

  2. Ótima iniciativa.

    Tomara que possamos colher os frutos.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: