Capital apresenta Portais da Cidade

Portais da cidade - imagem: Prefeitura de Porto Alegre

A Prefeitura de Porto Alegre pretende concluir e apresentar, em maio, à direção da Cooperação Andina de Fomento (CAF), o projeto de execução do programa Portais da Cidade. A entidade será a financiadora da implantação do projeto de mobilidade urbana da Capital, que deverá estar em funcionamento até a Copa do Mundo de 2014.

Segundo o coordenador de Financiamento de Recursos da Secretaria Municipal de Gestão, Geraldo Luís Felippe, o financiamento está estimado em 100 milhões de dólares, com uma contrapartida de R$ 450 milhões da prefeitura, que entrará nos recursos do PAC da Copa para a construção e qualificação dos corredores das avenidas Tronco, Voluntários da Pátria, Protásio Alves e Bento Gonçalves, avaliados em R$ 426,7 milhões. Esta modalidade de contrapartida, segundo Felippe, foi acordada com a União e os recursos serão liberados pela Caixa Econômica Federal.

O prazo entre a apresentação e a aprovação do projeto pela CAF deverá ser no máximo de 90 dias, mas Felippe acredita que a análise seja concluída antes, já que técnicos da instituição estão acompanhando a elaboração do projeto, feito por um grupo técnico da EPTC.

Em seguida, já que a União é a avalista da prefeitura em contratos de financiamentos externos, o trâmite passará para a Secretaria do Tesouro Nacional, que revisará a capacidade de pagamento e negociará as cláusulas contratuais com a CAF. As etapas seguintes são as aprovações da Casa Civil da Presidência da República e do Senado. “Operações como estas de financiamentos internacionais podem levar mais de um ano, mas a gente acredita que por se tratar de um projeto para Copa, deveremos receber um tratamento especial, com celeridade inclusive do Senado”, enfatizou Felippe.

O projeto dos portais se propõe a implantar um sistema mais ágil de transferência integrada, em que as linhas do transporte coletivo procedentes dos bairros e da região Metropolitana cheguem aos terminais no entorno do Centro. Nesses pontos, os usuários farão a transferência para uma linha exclusiva, utilizando veículos articulados, mais modernos, rápidos e menos poluentes. Os ônibus da linha exclusiva circularão a cada 1 minuto e 30 segundos nos horários de pique e a cada intervalo de até quatro minutos nos outros horários.

Correio do Povo

Share



Categorias:portais da cidade

Tags:

3 respostas

  1. Não falaram que os portais mudariam por conta do metrô? Poderiam falar mais sobre isso, são obras importantíssimas.

    Curtir

  2. So para relembrar: as obras para copa estao atrasadas 2anos…pensar que dou 37% da minha renda para o governo administrar

    Curtir

  3. Ok. É pra quando? 2014, só?

    Ouço falar nisso desde a campanha de 2008.

    Estamos ACOSTUMADOS a dar graças a Deus SE algum projeto sai do papel, e esquecemos de ver como eles são demorados.

    Não que 2011-2014 seja muito tempo: o que demorou foi de 2008 a 2011.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: