Walmart fecha unidade (Nacional) na Zona Sul, mas continua no Barrashopping

O Nacional e o BIG fazem parte do Grupo Walmart no Estado

Fechado desde o dia 1º de fevereiro, o destino do espaço que abrigava o Nacional do Strip Center Zona Sul, no bairro Tristeza, em Porto Alegre, ainda é um mistério. A situação do próprio supermercado na região, que pertence ao grupo Walmart, virou alvo de boatos.

Os moradores ficaram surpresos com o encerramento das atividades e temem que o BIG do BarraShoppingSul, também do Walmart, siga a mesma tendência, fechando as portas. A assessoria de imprensa do conglomerado multinacional, no entanto, nega a suspeita.

“A informação não procede. O BIG do BarraShopping não fechará e continuará atendendo normalmente”, diz a nota enviada na manhã desta quarta-feira (23). Sobre o fechamento do Nacional no Strip, a assessoria de imprensa explica: “A área onde funcionava a unidade é alugada e o imóvel será devolvido. O encerramento da unidade se dá por uma decisão estratégica do Walmart Brasil, e, desde então, os clientes podem fazer suas compras em outras unidades bem próximas, como o Nacional da Avenida Wenceslau Escobar, 1286, também no bairro Tristeza. O Hipermercado BIG, localizado no BarraShopping Sul também é uma opção de compras. Os funcionários da unidade serão realocados para outras lojas da empresa”.

Os pedreiros de uma obra ao lado do depósito da antiga loja, na Rua Doutor Armando Barbedo, discutem sobre o rumo da área. Alguns dizem que ali funcionará a Lojas Americanas, outros acreditam que o Grupo Pão de Açúcar se estabelecerá no Estado naquele endereço. A assessoria de imprensa do Strip Center avisa que não tem nada definido ainda.

Jornal do Comércio

Share



Categorias:Comércio, Economia da cidade

Tags:, , ,

32 respostas

  1. O Big do Shopping Barra Sul parece estar rumando para a falência com velocidade supersônica. Funcionários desmotivados, grosseiros, ineficientes. Preços mostrados nas gôndolas muitas vezes não conferem com o passado no caixa e sempre a mais contra o cliente. Reclamar é um malabarismo, pois ninguém quer chamar o gerente que nem existe pelo que já constatei. Tudo muito caro, bem mais caro que a concorrência e a qualidade das frutas é péssima. O povo está dse dando conta que o DNA do Big é podre e infectou a rede Wallmart toda!

    Curtir

  2. è mas aqui em bage RS o Big e Nacional sao muito bons somo atendeidos muito bem sem falar q deu muitos empregos.

    Curtir

  3. Eu trabalhei na Armando Barbedo e ouvi muita gente falar que o Zaffari atrapalhou o sucesso do Nacional em questão contribuindo para sua falência, pois a preferencia sempre foi o esquilo. Particularmente. Acho que esse papo de estratégia não cola. Se tivesse dando lucro não fecharia.

    Curtir

  4. O povo não avalia a força que tem! O negócio é começar um movimento de boicote a WalMart. Talvez assim melhorem o atendimento, os serviços prestados, bem como os preços; que atualmente não diferem em nada dos aplicados pelo Zaffari. Que dispensa comentários no que diz respeito a qualidade e atendimento.

    Curtir

  5. pq as frutas no nacional são tão cara,compro pela metade do preço,em mercados perto de casa,como eles conseguem vender barato e vcs não?isso me intriga!abçs

    Curtir

  6. “Fantasias neo-liberais que estão levando diversos países a bancarrota que são conversas de botequim, só com a diferença que são feitas em bares finos por Yuppies e se chamam Happy Hour.”

    Que delícia hein! façamos o seguinte. Extirpemos as iniciativas privadas e entreguemos tudo ao Estado. Já vi esse filme em algum lugar. O resultado todos sabemos. Os yuppies da antiga URSS herdaram de bandeja todo o espólio estatal outrora gerenciado pelos comunistas.
    Como se vê….mais cedo ou m ais tarde, o dinheiro do mundo sempre acaba parando na mão de quem FAZ..e não na de quem resmunga.

    Curtir

  7. Tá bom, obrigado pela dica de português, que não é o meu forte, mas 1,2 milhão de pessoas também é monte.

    Curtir

  8. Caro Augusto

    Fantasias neo-liberais que estão levando diversos países a bancarrota que são conversas de botequim, só com a diferença que são feitas em bares finos por Yuppies e se chamam Happy Hour.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: