Polícia trata atropelamento de ciclistas como lesão corporal sem intenção

Veículo atingiu mais de 20 pessoas na Cidade Baixa, em Porto Alegre

Polícia trata atropelamento de ciclistas como lesão corporal sem intenção Crédito: Cristiano Estrela

 
A Polícia Civil (PC) já ouviu 16 testemunhas do acidente envolvendo o condutor de um Golf, que teria jogado o carro sobre um grupo de cerca de 150 ciclistas, atingindo mais de 20, na noite de sexta-feira, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre. De acordo com o delegado Márcio Moreno, o proprietário do carro já foi identificado, mas a polícia ainda não pode confirmar se ele estava conduzindo o veículo. O policial adiantou que o caso está sendo tratado como lesão corporal culposa (sem intenção).

Questionado sobre a possibilidade de o atropelamento coletivo ser interpretado como tentativa de homicídio, o policial disse que esse entendimento pode ocorrer com o andamento das investigações. De acordo com a versão de testemunhas à polícia, o condutor estava em alta velocidade. Moreno afirmou que a apuração do caso é prioritária para a Polícia Civil.

Pelo menos oito feridos foram levados para o Hospital de Pronto Socorro (HPS), mas já receberam alta. O acidente ocorreu na esquina das ruas José do Patrocínio e Luiz Afonso.

Um dos integrantes do grupo, Aislan Polla, disse que cerca de 150 ciclistas seguiam para a inauguração de um espaço cultural Cidade das Bicicletas, quando foram surpreendidos pelo carro, que insistia em passar entre as bicicletas. Segundo o ciclista, o homem se irritou depois de receber uma “salva de palmas” e acelerou o veículo.

O gerente de Fiscalização da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Carlos Pires, ressaltou que a órgão sabia da realização do evento, mas não recebeu pedido para acompanhar e dar segurança aos ciclistas. A presidente da Câmara de Vereadores da Capital, Sofia Cavedon (PT), prometeu cobrar da prefeitura um plano de ciclovias, já aprovado pelo Legislativo municipal.

A bicicletada na Capital se repete uma vez por mês, sempre na última sexta-feira, organizada pelo movimento internacional Massa Crítica, criado em Portugal para conscientizar a população dos benefícios do uso da bicicleta como meio de transporte. Os ativistas já definiram que a próxima bicicletada, marcada para o fim de março, vai culminar com um protesto em frente à casa do dono do veículo envolvido no incidente.

Correio do Povo
 

Share

_______________________________

Que absurdo isso !!!!  É óbvio que foi intencional !!!  Há relatos de que o carro acelerou durante o atropelamento. Se fosse não intencional, ele tentaria frear. Não tem sentido esta afirmação da polícia ! Gilberto Simon



Categorias:Bicicleta

Tags:,

13 respostas

  1. pq existem tantos carros nas ruas ? pq o PT fez com que o carro fosse acessível ao bolso de qualquer um.

    Curtir

  2. Dois erros nessa reportagem: dizer que a Massa Crítica foi criada em Portugal (foi em San Francisco), e chamar esse atentado de ACIDENTE. Eu estava lá e assisti tudo, foi uma tentativa de genocídio. Ninguém ter morrido foi um verdadeiro milagre, porque ele partiu com sua arma (carro) pra cima da minha família e dos meus amigos em alta velocidade, isso é o quê?

    Gilberto, eu achava que você era apoiador da Massa, pelos comentários que já fez no nosso blog. Decepcionante ler essa reportagem aqui no Porto Imagem.

    Curtir

    • Melissa, você não pode dizer que, ao transcrever uma matéria de um jornal eu concorde com ele. Estou postando esta matéria para INFORMAR AS PESSOAS e até ajudar as pessoas a ficarem incrédulas com a forma de pensar de algumas outras pessoas (polícia). Esta é a função do Blog. Preste atenção na linha do Blog antes de falar esta bobagem que você falou, OK ? A propósito, sou sim apoiador da Massa Crítica. Portanto estou bastante triste por ler isto que você escreveu, pois não procede. Abraço.

      Curtir

  3. Acho que pras autoridades melhorarem só daqui uma ou duas gerações, com muita educação em cima. É tudo secretamente criminoso em maior ou menor grau, então não podem agir com tanta ênfase assim. Amanhã pode ser eles.

    Curtir

  4. Até acho que ele não tentou matar, mas ainda assim, assumiu um risco quando passou por cima desse pessoal.

    Muitas pessoas se machucaram, poderia ter ferido com mais gravidade.

    Pra mim não tem que prender ele, um hospicio é o lugar certo mesmo.

    Curtir

  5. SEM intensão! É esta a nação onde o crime está com tudo. O Sr. delegado que me perdoe, mas a violência foi evidente. Ele que olhe o vídeo onde a passagem do carro foi registrada. E sobre o “mais amor, menos motor”, apenas uma nota: eles não me parecem estar CONTRA os carros; apenas, apelam pela redução de seu uso em prol de outros meios. Um apelo de bom senso que corre pelo mundo, só isto!

    Curtir

  6. O que saiu no jornal do almoço da RBS sobre isso e infelismente, ou equivocadamente chamado de “acidente”…

    Curtir

  7. Saiu no ZH online, a pouco, um video amador filmado de cima de um predio que capta o momento do atropelamento, impressionante e absurdo, o que ocorreu…eu q ando frequentemente de bike, só reforço meus cuidados para sobreviver nessa cidade..
    Abaixo o video:
    http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a3222739.xml

    Curtir

  8. Sem intenção é sacanagem!! Mas talvez seja padrão logo que o processo é aberto, não sei. Temos que ficar de olho.

    Mas não gostei do bordao “mais amor menos motor”. Desde que o movimento começou a aparecer aqui no fórum eu critiquei esse tipo de postura “anti-automóvel” e continuo achando que não é por aí o caminho.

    Curtir

  9. Só uma correção: a Massa Crítica foi criada em San Francisco, e não em Portugal:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Critical_Mass

    Curtir

  10. que absurdo, vejam os vídeos e tirem suas conclusões se o sujeito não teve intenção de matar

    Lista de reprodução com vários vídeos sobre a tentativa de assassinato http://www.youtube.com/view_play_list?p=EDD509FCA9B71C00

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: