Inter deve dar novo rumo para as obras no Beira-Rio

Conselheiros do clube decidirão sobre proposta de parceria com uma construtora

O processo de reforma do Beira-Rio chegou a uma encruzilhada. O atual modelo de financiamento da obra está em xeque. Já era contestado pela Fifa desde o ano passado, mas agora também não é bem visto por dirigentes do clube. Até o ministro do Esporte, Orlando Silva, em visita a Porto Alegre durante a semana, exigiu uma nova posição do Inter. Por isso, na próxima quarta-feira, em um reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, o presidente Giovanni Luigi apresentará uma proposta alternativa. Por ela, o clube ganhará um parceiro na execução da reforma, responsável maior pela injeção de recursos.

Nesse primeiro encontro, os conselheiros terão acesso às informações e debaterão o assunto. Na semana seguinte, numa reunião que deve ser convocada para a segunda-feira, votarão. “A nossa postura é de não fazer comentários sobre esse assunto. Estatutariamente, são os conselheiros que devem decidir”, afirma o vice-presidente de serviços especializados, Luciano Davi.

Apesar de ainda não confirmar publicamente, a atual diretoria irá apresentar aos conselheiros um modelo de parceria com uma construtora, que injetará a maior parte dos recursos necessárias à reforma.

Correio do Povo
 

Share



Categorias:COPA 2014, Gigante para Sempre (Beira Rio)

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: