Fortunati: “Relação com a bancada do PT é fundamental”

Foto: Divulgação

O encontro do prefeito José Fortunati com a bancada municipal do PT foi denso: durante mais de uma hora e meia, o pedetista e os petistas discutiram, a portas fechadas, projetos para a cidade de Porto Alegre. Fortunati pediu a colaboração dos vereadores na interlocução com os governos Tarso e Dilma para viabilizar projetos como o metrô e o Cais Mauá. “Esta relação com a bancada é fundamental, em especial, no diálogo com os governos federal e estadual”, disse o prefeito.

Os petistas, por sua vez, cobraram melhoria em serviços públicos e querem que seus projetos de lei sejam analisados com mais carinho pela administração municipal, o que muitas vezes não ocorre por serem da minoria oposicionista na Câmara. “Assim como não fazemos oposição raivosa, queremos também a compreensão do prefeito com os nossos projetos. Que não sejam vetados simplesmente por serem do PT, já que existe essa aproximação da bancada com a Prefeitura”, declarou o líder da bancada petista, Mauro Pinheiro.

Gesto do prefeito busca aproximar-se do PT para 2012

A discussão sobre as eleições municipais ficou nas entrelinhas. Instado pelos vereadores a falar sobre o tema, Fortunati evitou discuti-lo de forma concreta. Mas o gesto do prefeito de chamar o PT para uma conversa, como ele mesmo reconhece, ajuda a aproximar PDT e PT. “Não tratamos de 2012, mas não tenho dúvida: na medida em que formos nos aproximando, construindo propostas, isto vai ajudar os dois partidos a terem uma interlocução mais forte para 2012”, afirmou o prefeito.

Vereadores petistas não escondem que esperam uma sinalização mais forte de Fortunati, principalmente de que está disposto a desfazer a aliança com adversários tradicionais do PT, como PSDB e PPS. Mas o líder da bancada petista, Mauro Pinheiro, acredita que, em termos programáticos, a administração Fortunati pode estar se aproximando cada vez mais das ideias do PT. “O prefeito José Fortunati começa a dar o seu ritmo e a sua cara ao governo. Com isso, com certeza vai criar uma relação mais próxima com o PT, por toda a trajetória dele na política”.

José Fortunati também evidencia a aproximação programática com o PT. “Quero que se repita este encontro com a bancada do PT. Aliás, combinamos isto. Ficou acertado que este é o pontapé inicial de uma série de interlocuções. E vamos pensar juntos outras iniciativas: seminários, fóruns, encontros, para que a gente possa pensar grandes temas para a cidade”.

Apoio em grandes projetos e prestação de serviços

O prefeito Fortunati foi o primeiro a falar no encontro. Enfatizou, durante mais de 40 minutos, os grandes projetos que Porto Alegre deve viabilizar neste ano. Ele quer a ajuda dos petistas para tirar do papel o metrô, o Cais Mauá e as obras para a Copa do Mundo.

O metrô é o projeto que mais preocupa o prefeito atualmente. O prazo para a entrega de projeto, para que ele possa ser incluído no PAC da Mobilidade Urbana, é o dia 3 de abril. A isenção de ICMS para a obra é um exemplo citado por Fortunati é um exemplo de interlocução com o governo estadual em que os vereadores petistas podem ajudar. “Estamos com prazo exíguo. A bancada do PT é uma aliada muito forte para ajudar a construir essa alternativa junto ao governo do estado. É um exemplo muito claro de como a bancada pode ser extremamente propositiva para o bem da cidade”, disse.

Por outro lado, Fortunati ouviu as cobranças dos vereadores petistas, especialmente sobre o recolhimento de lixo na Capital. O prefeito explicou que o problema se dá, principalmente, na Zona Sul, por falta de um local para depósito do chamado “lixo inerte”, oriundo de sobras de construções. Ele prometeu encontrar este local nos próximos dias. Os petistas sugeriram que Fortunati adote e divulgue um dia do “bota fora”, para que estes detritos sejam sempre abandonados em um dia específico da semana. Os vereadores também cobraram solução para as filas de retirada de senhas no atendimento de saúde.

Jornal Sul21

Share



Categorias:COPA 2014, Metro Linha 2

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: