Porto Alegre proíbe caminhões no Centro

Nova regra a partir do próximo dia 2 de abril - Crédito: MATEUS BRUXEL / CP MEMÓRIA

A partir de 2 de abril está proibido o trânsito de caminhões com peso entre 10 e 15 toneladas ou comprimento superior a sete metros no Centro da Capital. A regra vale de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e sábados, das 7h às 14h, na área do Centro Histórico. Caminhões com peso acima de 15 toneladas não vão circular, exceto em vias e horários especificados pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). A sinalização será posta nas ruas até o fim do mês. A campanha de orientação é prevista para início de abril. A fiscalização e eventuais multas, no entanto, começarão em 2 de junho. Até lá, os agentes darão só orientações. Situações especiais previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) serão ajustadas com a EPTC.

As novas regras foram definidas após encontros entre técnicos da EPTC e representantes dos transportadores. “Construímos a proposta para a preservação da região do Centro Histórico, sem prejuízos para o abastecimento de carga à população”, afirmou Vanderlei Cappellari, secretário municipal da Mobilidade Urbana. Para o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística no RS (Setcergs), José Carlos Silvano, o diálogo estabelecido sempre teve o objetivo de “garantir a mobilidade com redução da acidentalidade”.

 Correio do Povo



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

7 respostas

  1. Sr. Marcio realmente éuma medida bastante interessante, mas não podemos deixar d observar q ….cerca de 80% dos caminhoes tem a medida igual ou maior q 7 mt ….
    E vc senhor Marcio esta achando q qnd vc vai a um mercado ou conveniencia comprar qlqr coisa q seja ……….estas mercadorias q compra ……………PROVAVELMENTE POSSSAM TER CAIDO DO CEU………o abastecimento vai sim ter grandes problemas cm o abastecimeto…………visto q c n entra mais caminhões cm estas medidas e especificções
    teriamos que ter quase o dobro d veiculos (van) para abastecer a mesma qntd d mercadoria as lojas do centro …(centro util …center shop …etc…..!!!!!!!!) um grande abraço a tds ….Vlw

    Curtir

  2. Pelo menos uma medida adequada tomada pela EPTC a implantação das zonas máximas de restrição como já ocorre por exemplo em São Paulo. Eu já havia comentado outras vezes sobre essa questão do espaço físico ocupado por determinados veículos nas vias públicas…

    Curtir

  3. “e menos de 10 toneladas de capacidade de carga.”

    …leia-se: 10 toneladas de peso total (do caminhão + Carga)

    Curtir

  4. Uma precisão…penso inclusive que, visto o tamanho daquele caminhãozinho vermelho da foto, este venha à ser o padrão de tamanho para caminhões no centro de Poa, pois tem menos de 6 metros de comprimento e menos de 10 toneladas de capacidade de carga.
    Medidas estas que são condisentes com as medidas das vias do centro histórico.
    Para casos de exceções, devem ser pedidas autorizações junto à EPTC, como prevê a lei.

    Curtir

  5. Grande iniciativa da Prefeitura, EPTC, já era hora!
    Quantas e quantas vezes se chega atrasado ao centro justamente por conta de que caminhões enormes de entrega simplesmente bloqueiam as ruas do centro? Os bloqueios começam no centro, muitas vezes por conta dos vários caminhões de entrega que trancam ao mesmo tempo varias vias, e se propagam em engarrafamentos por todas as vias que levam ao centro…e isso é quase diário, e independe da hora do dia (em horas comerciais, principalmente).
    Guilherme e Felipe X, se nunca viram esses caminhões grandes no centro (não se fala aqui de carretas ou jamantas), em que planeta vocês vivem? Ou não vão seguido ao centro, ou é porque vocêm não devem ter noção alguma do quanto esses caminhões trancam e atravancam a circulação pelo centro, tanto para o transporte público como para os particulares, e até mesmo aos pedestres esses caminhões “trogloditas” do centro atrapalham.
    Saibam que aquele caminhão verde que aparece no canto da foto já é grande demais para o gabarito das ruas do centro. É que ele não está todo na foto, mas que é grande demais para uma rua que foi aberta à 1 ou 2 séculos atrás (como grande parte das ruas de nosso centro), e isso é inegável…e não temos como alargar ruas do centro. As empresas de entregas é que devem se adaptar, com veículos menores, o que existe em grande número, e hoje em dia largamente rentáveis, inclusive em versões não poluentes e/ou elétricas.
    O nosso centro não tem espaço para esse tipo de caminhão grande e pesado, e isso não é de hoje. Eu pensava inclusive que já existisse um tipo de restrição à circulação de caminhões pelo centro! Se não existia, e se essa é a primeira lei nesse sentido, Porto Alegre está realmente muitíssimo atrasada!!! Pois além de todo o transtorno de se ter caminhões de tamanho inadequado circulando pelo centro (causando engarrafamentos, com consequentes atrasos no transporte público, poluição, etc; os mesmos ainda contribuem para degradar ainda mais as condições de conservação de vias que não foram projetadas para tamanho peso e gabarito…além de poluirem visualmente, acusticamente e atmosfericamente uma zona tão nobre para a cidade…
    Todos aqui falam na revitalização do centro de Porto Alegre…e eu penso que essa é uma das medidas da maior importância para tal revitalização…mas ainda faltam muitas outras…uma das quais nem englobam somente o centro…falo agora do transito de carroças de tração animal pela cidade…coisa que deveria estar extinta à muito tempo também…

    Curtir

  6. sei la, nunca vejo caminhões grandes pelo centro.

    Curtir

  7. Legal, achei que POA ia demorar mais tempo para tomar uma iniciativa destas. Ma snão tenho noção, que tipo de caminhão tem 10 toneladas? Estes pequenos como o da foto já se encaixam?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: