Equipe do Oceanário Sul faz reunião com Governo do Estado

ANDAMENTO DO PROJETO JUNTO AO GOVERNO DO ESTADO

No último dia 23 de fevereiro aconteceu mais uma reunião com o Governo do Estado nas instalações da Secretaria de Adninistração. Desta vez com os integrantes do novo governo recém eleito. Reuniran-se integrantes da Secretaria de Turismo, da Casa Civil, Secretaria de Administração, Secretaria do Meio Ambiente, o Prof. Jorge Mariath do Instituto de Biociêncas da UFRGS – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL, arq. Raul Milani,o Prefeito de Esteio Gilmar Rinaldi e os representantes da Seaquarium Brasil Ltda. Reni Puls e Raimundo Toniolo.

Foi apresentado o Projeto e a descrição dos impactos econõmicos e sociais que representará para o município de Esteio e para o RGS. O grande número de empregos que vai gerar e os benefícios para o turismo. Os presentes conheceram as possibiliades para a educação, os convenios que serão firmados com escolas dos municípios vizinhos e de outras regiões do RGS para “viagens de estudo” ao Oceanario. o convênio com a UFRGS e outras Instituições vai possibilitar estágios para estudantes e o aproveitamento no Programa Primeiro Emprego, que será instituído.

Foi muito positiva a reação dos presentes, reacendendo a esperança que o Processo para a destinação da área corra mais celeremente neste novo Governo em 2011.

Fonte: Blog Oceanário Sul

_________________________________________

Nota do Blog: Vale lembrar o que Reni Puls disse em uma entrevista concedida a mim, no ano passado:

Foram feitas duas pesquisas de mercado, são inclusive muito caras, para fins de estudo quanto a localização e o público visitante.

Esta região tem uma vantagem, é o epicentro da Região Metropolitana de Porto Alegre, com comunicação com todo o estado, via BR-116. Num raio de uma hora e meia há 6 milhões de habitantes. Ficaremos a 15 minutos do Aeroporto Internacional Salgado Filho. Estaremos na rota do vinho, no caminho para Gramado e Canela. O Oceanário, quando estiver plenamente em operação, terá pelo menos 3 milhões de visitantes. Somente os que virão ao RS especificamente para visitar o complexo, serão mais de 500 mil todo o ano. Há muito dinheiro no mundo para investimentos, mas eles tem que ser viáveis, por isso, foi escolhida a RMPA. Poderíamos ter feito em Florianópolis, no Mato Grosso, em outros lugares. Mas estas áreas não tem as características desta região escolhida.

Muito importante salientar: não será usado dinheiro algum do contribuinte, e sim, o Oceanário será um contribuinte, gerando riquezas para o estado.

_________________________________________

Este oceanário não será construído lá nos confins de uma praia no sul do estado, sem muita população no seu entorno. Será construído no coração das RMPA, mais de 4 milhões de habitantes. Gilberto Simon



Categorias:Oceanário Sul

Tags:, , , , , ,

4 respostas

  1. ficaria muito feliz em ver essa obra na orla do guaíba…. de qualquer forma, se o oceanário realmente sair, será incrível para a RMPA!

    Curtir

  2. Vejam a importância do que disse o Sr. Reni Puls: não haverá dinheiro público no empreendimento. O Oceanário é que gerará riquezas para o Estado. É a iniciativa privada fazendo a sua parte. Falta pouco, muito pouco.O Rio Grande do Sul volta a pensar grande!

    Curtir

  3. vamoooooooo…. ta na hora de começar as obras, a copa ta chegando pô

    Curtir

Trackbacks

  1. Impasse ameaça Oceanário Sul « Blog Porto Imagem
%d blogueiros gostam disto: