Infraero divulga edital e plantas para o “puxadinho” do Aeroporto Salgado Filho

Infraero fará pregão eletrônico para instalar Módulo Operacional no Aeroporto Internacional de Porto Alegre (RS)

A Infraero realizará no começo de março o pregão eletrônico para contratar a empresa que fará a instalação do Módulo Operacional do Aeroporto Internacional de Porto Alegre/Salgado Filho (RS). O aviso foi publicado nesta terça-feira (15/02), no Diário Oficial da União.

Serão investidos R$ 5,6 milhões no equipamento, que vai dotar o aeroporto com mais 22 balcões de check-in, além de espaço para mais dez totens de auto atendimento das companhias aéreas, além de mais três canais de inspeção. Toda essa estrutura ficará em um espaço de 656 m², num local anexo ao Terminal de Passageiros.

“A implantação do Módulo Operacional vai aumentar em 40% a capacidade de processamento simultâneo de embarques, além de ampliar o nível de conforto do aeroporto”, avalia o superintendente do Aeroporto, Jorge Herdina.

O Módulo Operacional é uma solução de engenharia utilizada em aeroportos de vários países e também em grandes eventos ou para atender demandas específicas. Em 2004, por exemplo, o Aeroporto de Lisboa utilizou os Módulos durante a Eurocopa. Já em 2006, o Aeroporto de Doha, no Catar, adotou a solução durante os Jogos Asiáticos de 2006.

No Brasil, assim como nesses países, serão utilizadas estruturas modulares com toda infraestrutura de uma sala convencional de embarque e desembarque, tais como ar condicionado, sanitários, sistema informativo de voos etc.

Assessoria de Imprensa – Infraero

Veja a localização de onde será o “puxadinho e as duas plantas divulgadas juntamente com o edital:


Clique para ampliar


Clique para ampliar

Fonte: Infraero (a notícia tem alguns dias já, mas achamos fundamental divulgar este tipo de informação)



Categorias:aeroportos brasileiros

Tags:, , , ,

9 respostas

  1. Eu quero saber do metrô. Cadê o metrô? rsrs

    Curtir

  2. É Brasil, é geitinho brasileiro, falcatrua pra cima dos gringos.

    Curtir

  3. Até o aeroporto de Sendai, destruído parcialmente pelo Tsunami recentemente, era bem maior do que o nosso aeroporto. Isso que a região de Sendai é uma das menos industrializadas do Japão (nos padrões deles, é claro).

    Curtir

  4. Ridículo… como tudo na Infralerolero.

    Curtir

  5. Achei TUDO esse puxadinho

    Curtir

  6. Com certeza esses módulo próvisórios virarão instalações permanentes.

    Curtir

  7. Escrevam aí. Esta será a ÚNICA obra que a infraero fará no Salgado Filho para a copa e para o pós-copa. Esqueçam aquela ampliação da capacidade do terminal 1 em 50%, no valor de R$ 348 milhões, anteriormente anunciada. Prova disso é que o MOP/Puxadinho será erguido exatamente na área onde a ampliação deveria ser construída, ou seja, na área contígua ao terminal 1 atual, junto ao viaduto de acesso à area de embarque.

    Trocaram o projeto de 1 terminal novo de quase 350 milhões de reais por um puxadinho de papelão de menos de 5 milhões de reais, ou seja, em torno de apenas 1% (um por cento) do que seria investido na primeira ampliação que estava prevista para POA.

    Prova disso? Além da construção do MOP ser exatamente onde seria erguido o tal terminal de 348 milhões, outro indício é está notícia aí, da Folha de S. Paulo, de 04/01/2011, ou seja, apenas 4 dias após a posse da nossa nova presidente eleita:

    www1.folha.uol.com.br/poder/854496-infraero-quer-terminal-provisorio-em-aeroportos.shtml

    Principais trechos da reportagem da Folha de S. Paulo:

    “A ideia de realizar obras permanentes está praticamente descartada por falta de prazo até a Copa em 2014.”

    “Nos estudos do governo, a ideia é que, ao invés de obras permanentes, as empresas construam os terminais de passageiros em alguns aeroportos em um modelo móvel de longa duração (25 a 30 anos durabilidade).”

    Ou seja, o novo terminal virou apenas um mero salão de papelão com ar condicionado split e tv de LCD de 42′. Nosso aeroporto (área do MOP) vai ficar parecendo um stand da Festa da Uva!

    Curtir

  8. Olhando aqui não me pareceu tão ruim…

    Curtir

  9. Eu não confio na INFRAERO.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: