Conselho aprova obrigatoriedade do teste do bafômetro no RS – Multa será de 957 reais

Motorista que se negar a soprar aparelho pagará multa de R$ 957 e terá documentos e veículo apreendidos

Os motoristas que são parados em blitze de trânsito em todo o Rio Grande do Sul não terão mais a opção de se negar a realizar o teste do bafômetro. Quem se negar, precisará chamar outra pessoa para conduzir o veículo e terá de pagar uma multa de R$ 957.

Em votação apertada, o Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) aprovou a resolução que determina a obrigatoriedade do teste de etilômetro para todos, num placar final de sete a seis. A medida só entra em vigor após ser publicada no Diário Oficial do RS, prevista para quinta-feira.

O presidente do Conselho, Jaime Pereira, disse que o objetivo é realmente tirar das vias quem mistura álcool e direção. A determinação, no entanto, deve parar na Justiça com o argumento de que a Constituição prevê que as pessoas a não prestem provas contra elas mesmas. O presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RS), Alessandro Barcelos, no entanto, está confiante. “O Rio de Janeiro já venceu esta etapa e lá todos fazem o teste”, disse. Barcelos, afirmou que as blitze serão reforçadas. Segundo ele, o trabalho se dará através de metas a partir de agora.

Hoje só são submetidos ao procedimento os condutores com suspeita de embriaguez. Quem se negar a soprar pagará multa de R$ 957 e terá o veículo e a carteira de motorista apreendidos. A nova resolução não interferirá na questão criminal. Quem se negar a fazer o teste do bafômetro irá responder apenas administrativamente (multa, recolhimento do veículo e retenção da carteira de motorista por no mínimo 24h). Mesmo que tenha consumido álcool, o condutor que preferir não soprar o aparelho fica livre de ser responsabilizado pelo crime de dirigir embriagado.

Correio do Povo

Ótima notícia !!!!!!!!!



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

11 respostas

  1. A maior estupidez dessa lei é comparar todos os seres como sendo unicos e de mesmas reações. Ora, conheço gente que toma um copo nao consegue caminhar, porem outros que tomam tranquilamente 3 garrafas e se controlam. Muitos acidentes sao causados pelo alcool, mas e quantos sao causados por uso de remedios, por problemas pessoais, por falta de manutenção no automovel ou por uso de outras drogas.
    É tipo assim, bebida nao, cocaina, machonha, LSD, remedios faixas pretas, ser corno, ter brigado com namorada, ser demitido pode. Se é pra proibir qualquer risco de acidenrtes, que se proiba tudo. Sociedade hipócrita ao completo!

    Curtir

  2. Concordo André, eles não tão nem aí pra vida das pessoas, eles querem é ganhar dinheiro fácil, esses bando de bundões…

    Curtir

  3. aqui no br pode matar a vontade só não pode tomar uma latinha de cerveja e dirijir…
    o que esse bando quer é dinheiro…

    Curtir

  4. que barbarie, essa pessoa que onde chama de asnos as pessoaa que votaram contra , sinto muito pela ignorancia desse ser, que tem o cerebro menor que um tubarao, ela tem que se informar muito mais, antes de opinar sobre algo.

    Curtir

  5. Adoraria saber quem foram os 6 asnos que votaram contra o teste obrigatorio.

    Curtir

  6. A multa é baixa.
    Quase qualquer pessoa pode tirar 1000 reais da conta, pagar e se safar.

    Pra mim, tinha que ser mais alta.

    Se bem que corro o risco, apesar de não dirigir bebado, ja bebi e dirigi…. mas é uma coisa que tento evitar.
    Mas ainda assim, se me pegam, tive culpa.

    Pra mim, tem que pegar mais pesado.

    Curtir

  7. “O poder público, novamente, rasga a contituição ao negar, por coação, um dos direitos fundamentais do cidadão: o de não produzir provas contra si mesmo.”

    A partir de hoje estou torcendo pra que um bebum te atropele e te deixe numa cadeira de rodas pelo resto da vida…e eu te quero opinando sobre esse assunto aqui depois disso.

    Curtir

  8. Parabéns CETRAN/RS!

    Chega de defender bandidos, que são os motoristas que dirigem embriagados colocando em risco a vida e a integridade física dos outros cidadãos.

    Com essa medida, nenhum direito foi desesrespeitado; pois, quem não quer soprar o bafômetro, não sopra, e sofrerá apenas punições administrativas por isso.

    A propósito, porque alguém deixaria de soprar o bafômetro, quando fosse acusado de dirigir embriagado, se realmente estivesse sóbrio?

    Curtir

  9. O poder público, novamente, rasga a contituição ao negar, por coação, um dos direitos fundamentais do cidadão: o de não produzir provas contra si mesmo.

    Curtir

    • Direito a vida tbém é um direito fundamental!!!!!! Um inconsequente, egoísta, irresponsável que se embriaga ou faça uso de qualquer drogas que comprometa seus reflexos ou habilidade, não tem o direito de colocar vidas inocentes em risco!!!!
      Daí, entra o principio da proporcionalidade!!!

      Curtir

  10. Multas!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: