Grafite pode ajudar a combater pichação

Sugestão da Câmara de Porto Alegre será levada à prefeitura 

Painéis temáticos contemporâneos devem ser colocados em locais visados por vândalos Crédito: antônio sobral / cp memória

O grafite poderá ser um aliado no combate ao vandalismo em áreas públicas da Capital. A sugestão foi apontada ontem em reunião da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) da Câmara de Porto Alegre. A ideia, que deverá ser levada à prefeitura, consiste em mapear os equipamentos públicos que poderão ser utilizados por grafiteiros, como forma de evitar pichações.

Segundo o presidente da Cosmam, Thiago Duarte (PDT), entre os pontos mais críticos estão os taludes do Arroio Dilúvio e o corredor de ônibus da avenida Bento Gonçalves.

O vereador salientou a diferença entre pichação e grafite, técnica adotada por jovens que constroem painéis temáticos contemporâneos. Como exemplo positivo, cita um banheiro público situado no Lami, adotado por grafiteiros em iniciativa do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU). O debate iniciado ontem deverá ter continuidade na próxima terça-feira, quando será abordada, na Cosmam, a manutenção de monumentos e praças da Capital.

Conforme a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Segurança Urbana, 104 denúncias foram feitas em 2010, o que resultou em oito detenções – cinco adolescentes e três adultos. As infrações podem ser comunicadas à Guarda Municipal pelo fone 153. Os flagrados são autuados no âmbito da Lei de Crime Ambiental, que prevê de três meses a um ano de detenção, com prestação de serviço à comunidade ou reparação de dano.

Correio do Povo



Categorias:Meio Ambiente

Tags:, , , , ,

26 respostas

  1. Adoro grafiteiros, principalmente os temáticos, vcs sabem me dizer se existe algum projeto para que seja feito um trabalho em praças ? A praça em que eu moro, está com as paredes muito sujas, gostaria muito que fossem pintadas e em cima fosse feito um trabalho de GRAFITE,, mas não temos como pagar, a prefeitura tem algum projeto deste tipo ?
    Aguardo contato

    Curtir

  2. Pichação é crime e os autores devem ser combatidos com pulso firme, isso nem deveria ser discutido. O grafite já é bastante polêmico e não agrada a todos. Eu não me sentiria satisfeito se, por exemplo, tivesse que chamar um “mano” lá de alguma vila no quinto dos infernos para grafitar a fachada do meu prédio como forma de prevenir a ação de pichadores, mas como é uma SUB-cultura SUB-urbana já agrada aos comunistóides de plantão, que gostam de nivelar tudo por baixo quando pensam em “soluções” para os problemas. Mas até que poderia ser interessante se alguns locais recebessem grafite, pois seria ao menos mais uma camada de tinta para proteger da ação do tempo. Só não sei se seria adequado no Dilúvio, pois poderia acabar tirando a atenção de motoristas e eventualmente mais algum carro acabasse caindo no valão.

    Curtir

  3. “Ao contrário do que o Augusto disse, tem muito grafiteiro bom, que faz trabalho de qualidade. Não generalizemos.”

    Ricardo; nesse caso, então a frase que eu colei acima não é sua, ok?

    Quanto à intolerância…..eu confesso; sou intolerante com o vandalismo e a sujeira.

    Curtir

  4. Olha o que eu havia escrito:

    ”Em alguns espaços muito determinados e com bons artistas, ok. Nos taludes do Dilúvio me parece um tanto quanto estranho. Não sei; não consegui visualizar, pra dizer a verdade.”

    Intolerância e cegueira são as marcas de quem mais fala do que escuta, Augusto.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: