Nossa Porto Alegre, por José Fortunati*

O 239º aniversário de Porto Alegre é um momento de celebração festiva e de reflexão sobre a nossa relação com a cidade. Da nossa origem açoriana, associada às etnias que formaram nossa gente, recebemos uma herança de valores que se firmam neste presente festivo e nos estimulam na construção de um futuro melhor para nossa Porto Alegre.

O administrador de uma cidade tem em mente uma preocupação principal – melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Ele colhe impressões e recebe informações diretamente dos habitantes, com quem tem contato diário. É, ao recolher esses dados, que o prefeito tem a verdadeira ideia do que ocorre em sua cidade. Mais do que isso, é preciso ter a noção exata da dimensão do que o poder público pode fazer pela cidade.

E, nesse aspecto, datas festivas são ocasiões perfeitas para refletir. A hora é de comemorar, mas tendo consciência de que ainda há muito a ser feito. Estamos atentos a essa dualidade e, por isso, entre os eventos que marcam o aniversário da Capital está inserido o 5º Congresso da Cidade. Será a culminância dos encontros que estão sendo agora realizados nos 82 bairros, identificando as metas de cada região e planejando a cidade até 2022.

A ideia, sempre, é facilitar e ampliar o contato do cidadão com o poder público e sua participação na vida da cidade. Exemplo disso são as recentes melhorias do sistema Fala Porto Alegre/156, que tornam mais ágeis os contatos e as providências a serem tomadas a partir dessa interação.

Na nossa metrópole convivem em harmonia tradição e vanguarda, conhecimento e alta tecnologia, espaço urbano e belezas naturais, história e futuro, diversidade e pluralidade, cultura e esporte, lazer e trabalho: uma cidade com um clima multicultural, um destino com atrativos para todo o tipo de visitante e que é referência em serviços e soluções logísticas, infraestrutura urbana e viária, em qualidade de vida e em hospitalidade.

É impossível não se orgulhar de ser porto-alegrense ou de morar na Capital. Temos o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre as grandes metrópoles brasileiras, somos o berço do Fórum Social Mundial, pioneiros no Brasil em conscientização e ações voltadas para a preservação ambiental, e foi aqui que nasceram as primeiras organizações ecológicas.

Isso e muito mais tornam Porto alegre uma cidade especial.

A prefeitura não vai omitir-se das responsabilidades naturais de uma administração pública. Mas vamos, igualmente, manter o foco na questão que emerge com força e clareza – o cidadão precisa assumir o papel a que tem direito, isto é, o de protagonista e não de espectador do próprio futuro.

Estas duas forças – poder público e cidadão participante – são imbatíveis se trabalharem juntas. Na nossa Porto Alegre, que tanto amamos, essa parceria tem que ser permanente.

*Prefeito de Porto Alegre (foto de Gilberto Simon – Porto Imagem)



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , ,

2 respostas

  1. Um otário, a cidade está uma bagunça só, toda suja. Nao fazem nada…

    Curtir

  2. “Temos o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre as grandes metrópoles brasileiras…”

    Nem Pinóquio diria melhor. Brilhante, Fortuna!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: