DO PNEU AO CHICLETE – Polo terá investimento de R$ 300 milhões da Braskem

Expansão na produção de matéria-prima para borracha sintética pode atrair novos projetos

Em reunião ontem no Palácio Piratini, a Braskem confirmou investimento de R$ 300 milhões em uma nova unidade de produção de butadieno, matéria-prima para borracha sintética usada em pneus e outras autopeças. A empresa, que processa atualmente 105 mil toneladas anuais em Triunfo, vai acrescentar 100 mil toneladas a partir do final de 2012, gerando mil empregos temporários, na fase de construção, e 60 vagas permanentes, na operação.

Polo Petroquímico de Triunfo - Foto: Gerson Ibias

Previsto como um dos possíveis projetos no Rio Grande do Sul há pelo menos quatro anos, o aumento da produção de butadieno deslanchou a partir da retomada de negociações com o governo do Estado e da alta de 50% no preço da matéria-prima no mercado internacional no ano passado em relação a 2009. A decisão ainda será ratificada pelo conselho de administração da Braskem.

– Inicialmente, toda a produção adicional será para o mercado externo, mas temos contatos com grupos empresariais internacionais que têm interesse em se instalar no Brasil. Então, o objetivo a médio e longo prazo é o mercado interno – detalhou Manoel Carnaúba, vice-presidente de petroquímicos básicos da Braskem.

O butadieno é usado para fabricação de borracha SBR, que também necessita de estireno, produto de outra unidade do polo gaúcho, a Innova. Caso se confirmem projetos nacionais para aumento de consumo de SBR, a Innova poderá ser levada a ampliar sua produção, informou Flávio Barbosa, diretor-superintendente da Innova, ligada à Petrobras.

Companhia obtém isenção de tributo

Como incentivo, a Braskem obteve isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na importação de máquinas e equipamentos que não sejam produzidos no Rio Grande do Sul e que entrem no país por portos gaúchos, além dos adquiridos de empresas no Estado. A companhia também foi autorizada a pagar os fornecedores locais com parte dos créditos de ICMS sobre exportação retidos.

O governador Tarso Genro afirmou que a equipe das secretarias da Fazenda e do Desenvolvimento agiu “com responsabilidade”:

– Os incentivos trarão benefícios na geração de emprego e renda e também para a cadeia produtiva gaúcha que terá privilégios na venda de máquinas e equipamentos para a Braskem.

Para rodar e mascar

O QUE É

O que é butadieno, para que serve e como é produzido:

Matéria-prima derivada de nafta de petróleo. As refinarias vendem nafta à Braskem, que separa esse produto em outros insumos como eteno, propeno e butadieno.

PARA QUE SERVE

Para fabricação de uma resina chamada borracha SBR, usada desde a produção de pneus até como matéria-prima da goma de mascar (chiclete).

A FONTE DA EXPANSÃO

Até agora, a Braskem usava o chamado corte C4, de onde é extraído o butadieno, para voltar a obter eteno. Com a alta do preço do butadieno, vai instalar uma unidade para separar o butadieno do C4.

PARA ONDE VAI

Inicialmente, será exportada. Depois, seu destino será o mercado interno para a produção de SBR, que exigirá também o aumento da produção de estireno, que pode determinar a ampliação de outra unidade do polo de Triunfo, a Innova.

Zero Hora



Categorias:Economia Estadual

Tags:, , ,

%d blogueiros gostam disto: