Porto Alegre + Luz alcança 73% de conclusão

Além da substituição em diversas ruas dos bairros da Capital, as grandes avenidas da cidade, com iluminação especial, também já recebem o Porto Alegre + Luz. São postes com mais de doze metros de altura, com duas ou quatro luminárias cada, o que proporciona uma iluminação de maior alcance. “Nessas vias, geralmente avenidas de ligação entre os bairros e com o Centro, as pistas mais largas exigem uma iluminação mais abrangente e mais potente, por isso é fundamental que possuam equipamentos renovados e mais eficientes”, afirma o secretário municipal de Obras e Viação (Smov), Cássio Trogildo.

Avenida Eduardo Prado está com nova iluminação Foto: Luciano Lanes / PMPA

Esta semana o Porto Alegre + Luz chegou na avenida Campo Velho, onde 106 pontos de iluminação pública foram trocados, mas outras avenidas como Eduardo Prado, Bento Gonçalves, Silva Só (incluindo a praça Carlos Santos), Mariante, Fernando Ferrari, Cavalhada, do Forte, A. J. Renner, do Lami, Guaíba, Edgar Pires de Castro, Loureiro da Silva, Ipiranga, Plínio Kroeff, Wenceslau Escobar, Protásio Alves e Neuza Goulart Brizola também já receberam novas luminárias com lâmpadas 38% mais econômicas e 30% mais eficientes. Dos 80,5 mil pontos existentes em toda a cidade, quase 60 mil já foram substituídos, o que representa 73% de conclusão do projeto.

Porto Alegre + Luz – Após 30 anos, atendendo especificações do programa Reluz, estão sendo substituídos todos os pontos de iluminação pública da Capital, por equipamentos de vapor de sódio, mais duráveis e menos poluentes que os antigos, de mercúrio. Em parceria com CEEE e a Eletrobrás, com investimentos de R$ 33 milhões, a meta é alcançar 100% da cidade (maior Reluz do país). O Porto Alegre + Luz também contemplou a substituição de mais de 200 postes defasados, a troca da iluminação em mais de 130 praças de diferentes regiões da cidade e a instalação de iluminação de destaque em importantes pontos da Capital.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

Tags:

3 respostas

  1. Tudo bem, no entanto no bairro Guarujá , a troca de lâmpadas brancas por outras amarelas, deixou o bairro parecendo uma cidadezinha dos anos 60, só faltou a casa da luz vermelha. O bairro ficou escuro. Os gatunos certamente estão felizes.

    Curtir

    • Concordo com o Antonio Soriano. A “penumbra” já chegou aqui no Passo da Areia e a iluminação ficou pior que antes. Não entendo como as novas lâmpadas podem ser “30% mais eficientes”… Bom para os ladrões e assaltantes. As perguntas que ficam no ar são: Quem está lucrando com essa mudança? O que vai ser feito com as lâmpadas de luz branca (que estavam funcionando e eram ótimas)? Quem será responsabilizado pelos problemas da nova “escuridão”? Gente, com tanta coisa que precisa ser feita em Porto Alegre, por que foram mexer logo no que estava bom, gastando uma fortuna? Porto Alegre é mesmo “demais”…

      Curtir

  2. Minha dúvida é: vão parar de colocar lâmpadas acima da copa das árvores?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: