HORIZONTE RENOVADO – Cartão-postal fica ainda mais visível

Primeira de cinco embarcações foi rebocada no sábado pela manhã

Retirada de um dos navios que enfeiam a vista do Guaíba contribui para a revitalização do cais

A orla do Guaíba, em Porto Alegre, começa a ganhar um novo visual nesta semana. O navio tanque Pernambuco, que estava atracado no Cais do Porto havia quase 20 anos, foi rebocado do local no sábado. Mesmo fora da área contemplada pelo projeto de revitalização do cais, a retirada é um marco importante na movimentação que deseja dar nova cara à região.

Anotícia da retirada da embarcação foi comemorada pelo titular da Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH), Vanderlan Vasconselos. Com uma reunião marcada para a próxima terça-feira com a Petrosul, empresa proprietária desta e de outras duas embarcações, Vasconselos acredita que a transferência dos outros dois navios ocorra logo.

– Retirar as embarcações da área próxima à rodoviária é de interesse comum, vai melhorar o visual do local. Estamos negociando isso há um bom tempo – afirma.

O navio tanque Pernambuco foi rebocado por volta das 11h de sábado rumo a uma área de manutenção da empresa no Rio dos Sinos. De acordo com o diretor da Petrosul, Alberto Bins Difini, ele passará por um processo de modernização para ser convertido em um navio graneleiro e voltar à ativa.

As outras duas embarcações da Petrosul que pagam pelo espaço no cais – Laranjal e Porteiras – também devem ser transferidas em breve para as docas do Cais Marcílio Dias, que fica além da ponte do Guaíba, para passar por um processo semelhante.

Agora, apenas quatro embarcações estão na região, duas da Petrosul e dois graneleiros paraguaios, que, conforme autorização concedida pela Assembleia Legislativa há pouco mais de uma semana, devem ser vendidos para quitar dívidas com o Estado.

Retirada traz ganhos econômicos e ambientais

Além da possibilidade de avistar melhor o Guaíba, a retirada das embarcações deve proporcionar ganhos econômicos, já que outros navios deixam de atracar na área por falta de espaço, e minimizar possíveis prejuízos ambientais e ameaças sanitárias, uma vez que alguns barcos são reduto de ratos e insetos.

Mesmo sem ligação direta com o projeto de revitalização da orla – os barcos estão em uma doca seguinte ao espaço compreendido pela obra – a expectativa da população sobre a melhoria no local colabora para a importância da ação.

A parte operacional do cais, a segurança e a poluição visual também são questões destacadas por Edemar Tutikian, assessor do gabinete de assuntos especiais da prefeitura, que acompanha a revitalização do Cais Mauá.

– A retirada das embarcações é um marco significativo na ideia de melhoria da orla – acredita Tutikian.

Saiba mais

Quais embarcações estão hoje na região da rodoviária
– Laranjal: de propriedade da Petrosul, de Canoas, o graneleiro está atracado desde outubro de 1990.
– Porteiras: assim como o outro navio da Petrosul, o graneleiro – atracado desde março de 1992 – está com as tarifas em dia.
– Mariscal Joé Félix Estigarribia e General Bernardino Caballero: de bandeira paraguaia, tiveram autorizada a venda de suas partes pela Assembleia Legislativa para quitar dívidas com o Estado.

O QUE O PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DO CAIS PREVÊ

– Revitalização dos armazéns com a construção de bares, restaurantes, espaços de entretenimento e culturais, escritórios, shopping e hotel.
– A inspiração do projeto é o Port Vell, em Barcelona, na Espanha.
– O custo estimado é de aproximadamente R$ 500 milhões.
– A expectativa é de que esteja concluído até 2014.
– O projeto elaborado pelo escritório do urbanista Jaime Lerner e pela empresa espanhola b720 promete preservar edifícios e equipamentos históricos e construir estruturas que tornarão a orla central mais moderna e integrada à cidade.

Zero Hora (impressa)

Foto do navio sendo rebocado, retirada do Correio do Povo

Carcaças de navios estão saindo do Porto - Foto: Carlos Oliveira - Correio do Povo



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, ,

3 respostas

  1. 20 anos aquelas velharias ali…..

    Curtir

  2. Simplesmente perfeito o comentário da Marina.

    Curtir

  3. É completamente hironico.
    Alguns fanaticos berram sem parar contra obras que possam “prejudicar” o Guaiba, no entanto jamais se preocuparam com essas latas velhas, que alem de tornarem o Guaiba muito feio são um foco enorme de doenças.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: