Porto Alegre é assim

Em 2009 este blog publicou duas matérias que questionavam o porque de nossa capital ser tão desleixada seu visual.  Avacalhada, feia, mesmo.  O visual que a cidade joga para nossos olhos é até constrangedor. Vide a orla do (ponto turístico) Gasômetro. Ou a orla do Marinha, Iberê Camargo e Diário de Norícias. Olhe o predio  “O Esqueleto” . Veja os corredores de ônibus da Protásio, Assis Brasil, Farrapos, cuja feiúra até mesmo degrada suas avenidas,   as deixou definitivamente avenidas feias.

Veja um trecho: “…a feiúra da  cidade construída  de Porto Alegre é  admitida até por Mario Quintana, numa célebre declaração à revista Exame…”

Veja os textos na ítegra aqui: https://portoimagem.wordpress.com/2009/10/30/porque-porto-alegre-e-desleixada-com-o-visual/

e  aqui:   https://portoimagem.wordpress.com/2009/09/11/serie-fotografica-o-desleixo-para-com-porto-alegre-2/

Pois parece se confirmar que a feiura urbanística da cidade não se resume a vandalismos: faz parte da cultura geral da cidade. Da mentalidade. Incluido as práticas e obras de nossos governantes, que já há tempo vêm construindo uma cidade medíocre. Vejam nossos corredores de ônibus verdadeiramente FEIOS. Vejam a reforma que fizeram tipo em 2001 nos corredores da Protásio e Farrapos, que fizeram tudo zero-quilômetro de novo, – chance de fazxer algo belo – e fizeram uma coisa constrangedora de novo. Ah, já viram os renders das paradas de ônibus do BRT que a cidade vai ganhar?  De novo, já nasceu feio e medíocre.

Em resumo, além de proibir tudo, e com isso proibe-se também várias coisas interessantes, ou porque a altura é muito grande, ou porque tal coisa não pode… há décadas os governos cunstruindo nos dado uma cidade medícre. E esta é a capital onde seus habitantes vão na orla edionda da prainha do Gasômetro  achando tudo lindo e maravilhoso, e  orgulhosos .

E agora o objeto deste matéria: veja o que a prefeitura fez com uma das paradas de ônibus mais nobres da cidade. Um REMENDO horripilante. Seria uma vergonha mesmo no país mais miserável do mundo.

Antes:

E agora o remendo HORRÍVEL E VERGONHOSO:

Outras paradas da Assis Brasil também foram embelezadas pela prefeitura :

(veja o telhadinho, à direita)

Todas as fotos minhas, tiradas essa semana.

Nem preciso mais comentar nada nessa matéria.

Porto Alegre, a  orgulhosa capital com um dos urbanismos mais constrangedores do país

RicardoH



Categorias:Capital da Resistência, Outros assuntos

68 respostas

  1. O problema é falta de educação, só isto. Uma cidade que se orgulha de sediar o Fórum Social Mundial não tem lá muita idéia de modernidade. Porto Alegre está cada dia mais distante da cidade que outrora fora.
    Parece que a única coisa que produz é estudantes com a camisa do Che, atacando o capital privado e impedindo obras em nome de uma ideologia falida e assassina.
    Mesmo em Boa Vista e Manaus, no meio da indiada, a diferença é gritante. A Orla de Manaus simplesmente pega Porto Alegre e a transforma em chinelo. É triste dizer isto de uma cidade que amo… Mas são fatos

    Curtir

  2. “porto alegre parece o interior do Uruguai”

    Curtir

  3. Porto Alegre não pode se contentar com pouco. O mobiliário urbano é péssimo, não há qualidade nem harmonia, em regra. E o que existe está em decomposição.
    As paradas da 3ª Perimetral, por exemplo, já estavam destruídas ANTES de sua inauguração. E estão piores hoje em dia. Sujas, quebradas, verdadeiro dormitório de mendigos. Se não tivessem movimento, eu diria que são paradas de uma cidade abandonada.
    RicardoH: parabéns pela matéria. A julgar pela quantidade de comentários, ajudaste muitos leitores a refletir/discutir a cidade!

    Curtir

  4. Frase para reflexão coletiva.

    Enquanto atirarem-nos migalhas, comeremos sempre o que sobra.

    Curtir

  5. Esse oásis cibernético é uma grande oportunidade de criarmos um grupo da vida real que combate os menos afortunados de espírito a.k.a. stupid porto-alegrenses (89% da cidade)

    Curtir

  6. Noossa, desta vez rendeu, e como! Quase 60 comentários, não é pouca porcaria. Augusto, parece mesmo que o poço desta aldeia chamada de “Capital Cultural do Mercosul” não tem fundo. O teatro do absurdo com o qual somos obrigados a conviver diáriamente poderia até render alguns dividendos se, num arroubo de honestidade, nosso alcaide resolvesse tornar oficial este “jeito porto-alegrense de ser”, lançando pacotes de viagens a preços subsidiados para que turistas de outras plagas possam conhecer a maneira avançada como tratamos e administramos a vila, que te parece? Te referiste ao poço; pois meu temor é que, tudo que seja apresentado e discutido neste blog, permaneça de uso exclusivamente interno, jamais chegando ao conhecimento dos notáveis que infestam o poder público. Mas desejar o contrário seria o mesmo que jogar pérolas aos porcos…

    Curtir

  7. ‘Eu concordo com o RicardoH, por exemplo, que tem posição crítica sobre certas coisas mas consegue articular uma opinião ponderada. Resumindo, ele não é troll.”

    Hmmm, isso ainda vai me dar um neto.

    Curtir

  8. “Eu vou pro Rio e Salvador conhecer as paradas de onibus bonitas, de vidro (!!!), tambem quero conhecer o faveledo que existe por toda parte. Em Curitiba eu pretendo conhecer a maravilha que e’ o Favelao do Parolin, bem no centro. Enfim, ha’ muito a conhecer nas outras capitais.”

    Acho melhor você ficar no Piccadilly Circus.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: