Terminal turístico no Cais Mauá

Navios deverão ser retirados até o final deste semestre Crédito: pedro revillion

A doca do Cais Mauá, há mais de duas décadas transformada em “cemitério” de navios, abrigará um terminal turístico de passageiros. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da Superintendência de Portos e Hidrovias, Vanderlan Vasconselos. A “limpeza” da área começou com a remoção dos petroleiros Pernambuco, Laranjal e Porteiras, de propriedade da Petrosul. O Pernambuco foi levado para recuperação em um estaleiro de Canoas. Os demais estão atracados em uma das docas do Cais Marcílio Dias, perto da área ocupada pelo Comando Ambiental da BM.

Para garantir a permanência das duas embarcações no local, a Petrosul tem um custo diário de R$ 20,00 por navio. “A Petrosul sempre pagou as despesas de atracação na doca do Cais Mauá. O custo do ano passado ficou em R$ 12,3 mil”, informou.

Vasconselos prometeu que a doca estará completamente limpa até o final deste semestre.

Graneleiros paraguaios são alvos

A meta do diretor-presidente da Superintendência de Portos e Hidrovias, Vanderlan Vasconselos, é, em no máximo 60 dias, remover os graneleiros Mariscal José Félix Estigarribia e General Bernardino Caballero, de propriedade do governo paraguaio, que permanecem no Cais Mauá desde 1993, quando foram considerados de alto risco à navegação. Um terceiro navio do governo paraguaio, o Filippos, foi arrematado em 2009 pela empresa Comércio e Manutenção de Equipamentos Industriais Hoffmaq por 62 mil dólares, quase o dobro do lance inicial. O navio passa atualmente por um processo de recuperação para operar novamente. “O Filippos está na doca desde 2003 e deve R$ 57 mil ao Estado. A dívida dos outros dois ultrapassa R$ 4 milhões”, afirmou.

A meta de Vasconselos é trocar os dois graneleiros pela dívida com o governo paraguaio. A intenção é leiloá-los como sucata. Há necessidade de remover 300 mil litros de uma mistura de água com óleo armazenados no casco das embarcações.

“Vamos continuar com a retirada de embarcações, em busca da desocupação completa, para viabilizar a implementação do empreendimento turístico”, afirmou. O terminal está incluído na revitalização do cais com vistas à Copa de 2014. “Precisamos incrementar o potencial turístico do Rio Grande do Sul.” O objetivo é colocar Porto Alegre na rota dos transatlânticos.

Correio do Povo

Navios estão sendo retirados gradualmente. Esta foto é do fotógrafo da SPH, Carlos Oliveira, e mostra a retirada de um dos navios.



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: