Expansão do trem até NH avança

NH estará ligada com o trensurb a Porto Alegre até março de 2012. Foto: Gilberto Simon - Porto Imagem

As obras de expansão da Linha 1 do metrô a Novo Hamburgo estarão finalizadas em março de 2012. A projeção é do superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, Humberto Kasper, acrescentando que o projeto prevê a implantação de mais 9,3 quilômetros.

Ao final, a malha terá 43 quilômetros de extensão, entre Porto Alegre e Novo Hamburgo. Kasper, porém, não descarta a possibilidade de alteração no prazo de entrega, considerando o pleito da Prefeitura de Novo Hamburgo de incluir uma quarta estação na cidade, com recursos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

A intenção é acrescentar a Estação Industrial – prevista em uma complementação futura – entre as estações Liberdade e Fenac, com custo estimado em R$ 27 milhões. “Somente com as obras físicas de expansão, não incluindo uma quinta estação, serão gastos R$ 700 milhões”, afirma. O novo trecho, estruturado em via elevada, está sendo executado pelo Consórcio Nova Via – constituído pelas empresas Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez, Toniolo/Busnello e T”Trans.

O superintendente revelou que começaram neste mês os trabalhos de aplicação de pisos e revestimentos na Estação Rio dos Sinos – última localizada em São Leopoldo e a primeira das obras de expansão. Serão utilizados 235 metros quadrados de piso tátil direcional (de cor azul), para orientação de percurso, e alerta (de cor amarela), para sinalizar perigo ou mudança de direção. Além disso, serão empregados 3,6 mil metros quadrados de porcelanato de alto tráfego, indicado para ambientes de grande circulação, como shoppings, aeroportos, hospitais, escolas, indústrias e supermercados. Os trabalhos deverão terminar em maio.

A Trensurb negocia com o governo federal a aquisição de 25 novas composições, com seis vagões cada, equipadas com ar-condicionado e câmeras de vigilância. A tecnologia, de fabricação nacional, usada no sistema de trens urbanos de São Paulo, contempla portas de plataformas climatizadas, acionadas em sincronia com a chegada na estação.

Correio do Povo



Categorias:Metro Linha 1

Tags:,

5 respostas

  1. Até mesmo Torres parece mais metrópole q Porto Alegre.

    Curtir

  2. RicardoUK, essa tara por prédios altos Freud explica… (hahahaha)

    Brincadeiras a parte, sou a favor de prédios altos e baixos, cada um no seu devido lugar.

    Acho que os prédios deveriam ser bem altos no centro da cidade e não na periferia.

    No Brasil, as construções são todas misturadas!

    Gosto do padrão onde prédios altíssimos são construídos no centro, prédios menores nos bairros ao redor do centro, a na periferia, somente casas.

    Curtir

  3. Porque essa tara por predios altos? Nem todo mundo gosta de morar em pombais de 200m de altura, ainda mais com a qualidade brasileira, ja’ ate’ imagino os elevadores quebrando e o pessoal tendo que descer 40 andares de escada.

    Curtir

  4. sim, também acho muller.. porto alegre deve ser a maior cidade grande com os menores prédios do mundo.. é muita palhaçada numa cidade só.. é um circus essa city.

    Curtir

  5. Essa foto de NH tem mais cara de cidade grande que a maioria das fotos de POA, que mais parece com Frederico Westfalen na maioria das fotos com seus arranhacéus novos e futuros projetos de 52 m!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: