VERBAS A PERIGO: Falta de verbas ameaça duplicação da Beira-Rio!

 

Duplicação de trechos de avenida depende de repasses

Conforme o levantamento da Famurs, a prefeitura da Capital aguarda a liberação de R$ 30,6 milhões com base em convênios assinados entre 2007 e 2009 com o governo federal.

Dois trechos das obras de duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva estão com os recursos garantidos, mas a prefeitura de Porto Alegre batalha agora por cerca de R$ 9 milhões para outros dois trechos e a construção da ponte sobre o Arroio Dilúvio. A liberação desses recursos, considerados essenciais para obras da Copa do Mundo, no entanto, depende do governo federal.

Segundo o prefeito José Fortunati, as emendas da bancada gaúcha que indicaram os recursos para a duplicação da Beira-Rio são de 2008.

– Se a gente perder essas três emendas, se foi a duplicação da Beira-Rio. Seria uma contradição maluca – declarou.

Zero Hora



Categorias:Outros assuntos

12 respostas

  1. Vcs viram a rodoviária na volta do feriadão? Me chamou a atenção que não teve artigo aqui sobre isso. Aquele prédio devia ter sido implodido já…

    Curtir

  2. é ou não é pra desistir da cidade ? ou melhor, do país.
    falam tanto que o japão irá reconstruir quase o país inteiro em alguns mêses enquanto no brasil não acontece nada, mas desse jeito, o HAITI vai re reconstruir duas vezes antes que aconteça alguma obra importante no Brasil. que paízinho furada.

    Curtir

  3. É triste ver que no mundo inteiro uma copa do mundo e uma olimpíada transformam uma cidade e um país inteiro e que aqui no Brasil o legado a ser deixado pelo pós-copa não passará de algumas vias com o meio-fio pintado de verde e amarelo, no caminho entre o aeroporto e o beira-rio. Ah, e talvez algumas bandeirinhas de papel coloridas com as bandeiras das naçoes ornamente a cidade recepcionando os turistas. Quem sabe façam o acampamento da juventude junto ao gasômetro, regado à muito reagge, e só. Triste e simples assim.

    Curtir

  4. Hahahahahah Augusto, este X não vale, está muito limpo! Faltou barata!

    E a letra X não serve para explicar o caos ao redor da rodoviária! Tinha que ser uma letra oriental, daquelas cheias de traços pra cima, pra baixo, pra um lado e pra o outro…

    Curtir

  5. Meu Deus, a cada dia a situação está pior…
    A prefeitura está chorando por causa de R$ 9 milhões? Isso pra terminar umas das poucas obras em andamento.
    E quanto as obras da Av. Tronco, da terceira perimetral e da duplicação da Voluntários da Pátria?

    Curtir

  6. Até que enfim um projeto! Achei a foto do X da rodoviária.

    Curtir

  7. A pequenez do nosso país é inversamente proporcional à magnitude da nossa incompetência. Vejam! Justamente o projeto que conduz ao Beira-rio, que o estádio da Copa…está ameaçado. Sigam meu raciocínio; se nem o projeto viário que leva ao estádio está garantido…o que esperar dos outros projetos? E isso que eu já estou dando de barbada a construção do Beira-rio…antes que me chamem de pessimista.

    Olha, pessoal. A ficha tá cada vez mais caindo. Aos poucos estão caindo por terra todos aqueles discursos de projetos “ditos” grandiosos, X da rodoviária, aeroporto, Cruzeiro, Severo Dullius, Beira-rio, Voluntários, etc.
    To indo pro Haiti.

    Curtir

  8. Quando a gente acha que todo o estoque de incompetências já tinha sido exposto…eis que surgem outras tantas, mais absurdas ainda.
    Liberaram verbas para alguns trechos apenas? kkkkk Mas que delícia! Quer dizer; tem grana pra metade da ponte, pra metade da estrada, pra metade da pista, pra metade do estacionamento, metade do viaduto..metade da PQP. Bem que eu via que esse projeto da Edvaldo P. paiva tava parado há meses. Tá tudo lá…atirado. A única coisa que fizeram foi uma picada no meio do Marinha do Brasil. Um trecho que leva coisa alguma a lugar algum. Um monumento à incompetência brasileira.
    E agora? Se não liberam as verbas pros outros trechos? Vejam. Provavelmente vão liberar….mas o que eu acho um descalabro, é que poderiam não liberar, entendem? E aí…como ficaria a grana já gasta até agora nas obras? Como é que não planejam tudo desde o início? Por que?????
    Que país de 18° mundo, credo! isso aqui não tem mais solução. Pena que Chernobyl e Fukushima não são no Brasil. Nós não merecemos viver.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: