Desafios da cidade – carroças no centro

Foto: Vilmar da Rosa - Jornal do Comércio

Será que os turistas que vierem para a Copa do Mundo em 2014 e antes dela, a Copa das Confederações em 2013, verão a cidade sem carroças, pelo menos em pontos nobres do Centro?

Um destes pontos de encontro é na rua Dr. Flores pouco abaixo da Alberto Bins. O que poderá chocar os visitantes talvez nem seja tanto as carroças, mas a brutal carga que os pobres cavalos têm que carregar dia sim e outro também.

Fernando Albrecht – Jornal do Comércio



Categorias:Carroças e Catadores, Causa Animal

Tags:,

8 respostas

  1. Tem que acabar com o paternalismo que permite essa degradação moral em Porto Alegre. As carroças são cruéis e um motivo de vergonha.

    Curtir

  2. Precisamos de grandes reformas no nosso povo…

    Curtir

  3. Precisamos de grandes reformasn na nossa capital…

    Curtir

  4. Aonde estão os que se julgam defensores do meio ambiente nestas horas, quando vemos cavalos nestas situações pelas ruas???

    Curtir

  5. Giba…Giba. daqui a pouco vai aparecer um arquiteto alegre trazendo um estudo sociológico de proteção aos carroceiros, assim como fez com os “chocolateiros”.

    Porto Alegre é assim mesmo. Nascemos assim, morreremos assim. É a nossa natureza, é o nosso destino.

    Curtir

  6. O cavalo deveria ser um simbolo gaucho, das tradições, animal fiel que sempre esteve ao lado dos nego véio, passaram por guerras, batalhas… mas nem parece, as pessoas aceitam ver os animais maltratados nas ruas, quase morrendo de fome, apanhando e carregando pesos absurdos.

    Papo de falta de oportunidade? Pedreiro hoje em dia ta cobrando o olho da cara pra por um metro quadrado de lajota, construtoras estão contratando mendigos pra trabalhar..
    Acho que não tem mais desculpa né?

    Mas tem quem defenda né?

    Curtir

  7. A situação dessas pessoas e cavalos deviria chocar a todos, não só aos turistas, essa é nossa realidade, nossos problemas sociais deveriam ser resolvidos de forma séria e não apenas de forma a esconder nossa realidade dos turistas que virão para a copa.

    Curtir

  8. Olha, se forem franceses ou alemães eles até podem pensar que é ecologicamente correto, é só os cavalos estarem em bom estado. Nunca se sabe.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: