A verdade sobre a ampliação do Aeroporto Salgado Filho

Todos nós sabemos que os aeroportos brasileiros, principalmente os das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, estão saturados. O Governo Brasileiro, através da Infraero, planeja ampliar os principais terminais, destes aeroportos, sendo que destes, 3 estão em andamento. Os demais 9 ainda não iniciaram suas obras, sequer foram feitas as respectivas licitações para que elas iniciem. Isto não é novidade para ninguém, conforme vem sendo noticiado na imprensa nos últimos dias, após grande levantamento feito sobre as condições dos aeroportos brasileiros.

A Infraero, após pressões de variados órgãos, inclusive da própria Presidente Dilma Roussef, anunciou que retomará os processos de ampliação em todos os aeroportos.

Segundo a Presidente Dilma, as ampliações devem de qualquer jeito ficar prontas em 2014, ou até em 2013, para bem receberem os visitantes da Copa das Confederações que se realizará neste ano.

Um projeto de ampliação foi divulgado recentemente pela grande imprensa de Porto Alegre (Zero Hora, Correio do Povo, etc), que o Terminal 1 do Aeroporto Salgado Filho seria quase duplicado, ganhando 6 novas pontes de embarque, passando sua capacidade de atendimento a passageiros de 4 milhões por ano, para quase 10 milhões por ano.

 As informações são essas:

“No aeroporto Salgado Filho, a demanda atual de 6,67 milhões de passageiros passará até 2014 para 9,8 milhões anuais – mais de 20% acima da projeção das companhias aéreas.

Para ampliação do terminal 1 do Salgado Filho estão previstos investimentos de R$ 345,8 milhões. Na próxima sexta-feira, a Infraero abrirá as propostas para a contratação dos projetos de engenharia. Com as obras, o terminal quase dobrará de tamanho, passando para 66,7 mil m² até 2014.

No entanto, na avaliação do estudo, a ampliação será insuficiente para atender a demanda de passageiros na principal rota do Mercosul – que cresceu 19,1% em 2010.”

A imagem divulgada em um dos jornais foi essa:

 _____________________________________________

Pois, a equipe do Blog foi atrás de mais informações, com valiosa colaboração de leitores, e analisaram os editais para a ampliação, de conhecimento público, disponível na internet, no site da Infraero. A ampliação do aeroporto não será como divulgada pelos grandes jornais.

 

 Veja a imagem a seguir:

 Atenção:

Esta imagem acima foi retirada do Edital  para “Contratação de empresa para execução dos serviços técnicos especializados de elaboração dos projetos de engenharia nas etapas de serviços complementares e estudos preliminares, ampliação e reforma do Terminal de Passageiros 1, sistema viário de acessos, pátio de estacionamento de aeronaves e demais obras complementares, do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre/RS”, que se encontra neste link abaixo, disponível para qualquer pessoa baixar e conferir (Obs.: o que está escrito em vermelho na imagem é anotação do Blog, para salientar os pontos)

http://licitacao.infraero.gov.br/portal_licitacao/servlet/DetalheLicitacao?idLicitacao=42439

O Edital possui um anexo (Anexo XIV 1 ii MD), onde consta a imagem acima e pode ser baixado integralmente, em pdf, clicando-se no link abaixo:

http://licitacao.infraero.gov.br/arquivos_licitacao/2011/SRSU/002_ADSU-4_SBPA_2011_CC/Anexo_XIV_1_ii_MD.pdf

 Observem que o terminal atual passará a contar apenas com oito pontes de embarque, pois algumas serão deslocadas para o novo terminal, que passará a contar com treze pontes no total. Na parte em amarelo aparece o concourse da segunda etapa, com cinco posições, que serão remotas, pois na PÁGINA 13 está dito que após as duas ampliações o terminal totalizará 13 pontes, que segundo também consta lá na página 13 que prevê que com esta reforma poderá atender a um público de 10 milhões de pessoas até 2018, quando sabe-se que na verdade na copa de 2014 já serão 10 milhões.

O mais incrível é notar neste projeto todo que a ampliação vai dar APENAS 3 (três) NOVAS PONTES DE EMBARQUE ao Terminal 1 , ao preço de 345 milhões de reais!

Confirmando o citado acima, veja a tabela a seguir, “print” da página 13 do Anexo_XIV_1_ii_MD:

Tabela da página13 do Anexo XIV_1_II_MD

 Outro dado interessante, desta vez até com certo humor:

 A Infraero está preocupada com uma licitação para a instalação de uma lanchonete de “frozen yogurt” no antigo Terminal 2 do Salgado Filho. 

Bem que a Infraero, já que quer incrementar os serviços no velho Terminal 2, deveria licitar com a exigência que fosse uma lanchonete ou restaurante, mas sem especificar o ramo. Frozen Yogurt?

Esta informação acima pode ser encontrada neste link:

http://licitacao.infraero.gov.br/portal_licitacao/servlet/DetalheLicitacao?idLicitacao=42382

Lembramos que, quando se fala que o Edital será aberto “nesta sexta-feira”, é realmente no dia 29 de abril de 2011, na Sala de Licitações da Superintendência Regional do Sul da INFRAERO, na Av. dos Estados, 747, Bairro São João (Terminal de Passageiros 2 do Aeroporto Internacional Salgado Filho).

Esperamos que pelo menos isso ocorra dentro do previsto.

Obs.: As imagens abaixo mostram o Aeroporto Salgado Filho atualmente, com suas 10 pontes de embarque:

O leitor Jake nos envia esboço de como ficaria em imagem aérea, o Terminal 1, após a ampliação, Fase 1.



Categorias:Outros assuntos

38 respostas

  1. Pessoal, só para ilustrar que pista não é o problema: hoje Congonhas opera 30 movimentos por hora (já chegou a operar mais de 40 antes do acidente da Tam). A partir de consulta ao site da Anac (http://www2.anac.gov.br/HOTRAN/pesquisa_slot.asp?sg_aerodromo=SBPA), no horário com mais vôos (entre 10 e 11 da manhã) contei 19 movimentos, muito longe do que hoje movimenta Congonhas e mais longe do que um dia já movimentou. Só precisariam colocar algumas saídas rápidas de pista, que facilitariam e muito o tráfego.
    Então o problema definitivamente é Terminal, e essas 3 pontes a mais só vão servir para atender a demanda para os próximos 2 ou 3 anos.
    Mas de repente estão aumentando só isso pq de cada licitação pode sair um “troquinho”…. Pelo menos podiam fazer um projeto de longo prazo (20 anos, talvez), para ser executado em 3 fases… mas só se mexem pra resolver os problemas de ontem…

    Curtir

  2. Gilberto, teu site está no Políbio Braga! Hehe. Agora só falta ZH, CP, Affonso Ritter e etc. Hehe.

    Curtir

  3. Sim, portofan… Muito enrolado todo este processo, eu acho este documento muito vago e sem especificações decentes para um Edital…

    Curtir

  4. De interesse de todos leitores -> notícia sobre a licitação para ampliação do TPS (o Salgado Filho não estaria fora em um primeiro/segundo momento???)

    http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Economia&newsID=a3292226.xml

    Curtir

  5. Estava aqui pensando Marcos, se esse documento está incompleto, vai dar rolo mesmo, já que a licitação é a lei entre as partes, é o contrato entre elas e onde tudo deve estar explicitado, não podendo ser cobrado nada além disso. Depois de vencer a licitação elas farão o máximo possível para não precisar gastar para fazer o dobro d epontes pelos mesmos 345 milhões reais, tentarão se esquivar. Se a Infraero quer mesmo pontes duplas, espero que ela faça um adendo ao edital e que os licitantes ratifiquem esse adendo dando o seu o.k.. Não quero nem ver os próximos capítulos. =[

    Curtir

  6. Toni, a questão dos fingers está bastante relacionada à acessibilidade para deficientes físicos, eu acredito que no aeroporto de Luton certamente tem algum ambulift em condições de operar sem ameaçar a segurança dos passageiros.

    Julião, vale destacar que o próprio aeroporto de Cumbica já foi anteriormente uma base militar, então não seria impossível de se usar a BACO para aviação civil…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: