Nova emergência em 2011

Ernesto Dornelles deve contar com espaço seis vezes maior do que o atual

Hospital deverá inaugurar até o fim deste ano setor para atendimento de urgências e emergências

Quem circula pelas avenidas Ipiranga e João Pessoa, na Capital, já deve ter percebido que a fachada da nova emergência do Hospital Ernesto Dornelles está praticamente pronta. O local, que atende funcionários públicos estaduais, convênios e particulares, não divulga um prazo para a inauguração, mas deve ser ainda este ano.

Só a área física total da emergência do hospital ficará seis vezes maior do que a atual, incluindo uma unidade de internação no pavimento superior com 30 leitos. A capacidade será de 300 pacientes/dia. Paralela à construção, está nascendo, em fase menos perceptível, o novo centro clínico do hospital, com leitos de internação, clínicas, consultórios, salão de eventos, auditório e um heliponto.

Segundo a instituição, a emergência será focada em especialidades, ainda não definidas. Para que a nova emergência comece de fato a funcionar, é preciso contratar mais funcionários, mas isso só será feito depois que o espaço físico estiver pronto. Está em fase de conclusão a execução das fachadas, as redes de escoamento pluvial e cloacal, as redes de abastecimento de gases medicinais, como oxigênio, e as novas calçadas.

Estão em andamento as obras das instalações elétricas, hidráulicas, telefônicas e tubulações de ar central e o acabamento do setor de internação intermediária da emergência. Mesmo não atendendo pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o hospital é um importante reforço à saúde da Capital.

– As obras de modernização, aumentando a capacidade, certamente tornarão o Hospital Ernesto Dornelles uma excelente referência para a Copa do Mundo de 2014 – adianta o diretor-presidente da Associação dos Funcionários Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (Afpergs),Waldemiro Claudino Galli.

Os números

HOJE

– O hospital tem 284 leitos, uma equipe de 1.850 médicos, que atendem a 32 especialidades, além de 1,2 mil funcionários.

DEPOIS DA AMPLIAÇÃO

– A área física total da emergência será seis vezes maior do que a atual. A unidade de internação no pavimento superior terá 30 leitos. Terá capacidade para atender 300 pacientes por dia.
– Haverá um novo centro clínico do hospital com 580 vagas de estacionamento.

O Hospital ficará assim após a ampliação estar finalizada, em 2012



Categorias:Saúde

Tags:, ,

14 respostas

  1. “Deve estar já na terceira lage. Estão bem avançadas as obras”

    Gilberto, nada como a iniciativa privada para nos trazer um pouco de alegria e agilidade…

    Curtir

  2. Muito show.

    Do lado que eu saiba tinha um estacionamento.
    =D

    Curtir

  3. O que tem naquele terreno ali hoje? Não consigo lembrar oq ue fica ao lado do hospital.

    Curtir

    • Felipe, do lado do prédio atual, tem a atual emergência do Hospital, o galpão crioulo do Hospital, e um pequeno estacionamento, que já está totalmente ocupado pelas obras do novo prédio. Deve estar já na terceira lage. Estão bem avançadas as obras. Essa área toda vai ser bem alterada, com a retirada da emergência velha, e ficará mais ou menos como na maquete eletrônica.

      Curtir

  4. O arquiteto que projetou o hospital da PUCRS devia ser afastado e ter sua carteira do CREA banida. Existem apenas 2 elevadores no prédio inteiro e no térreo que concentra grande número de pessoas, apenas um banheiro. UM BANHEIRO que acomoda UMA PESSOA e mais, é UNISEX. Sempre existe fila para entrar naquele banheiro e sempre existe fila pra pegar o elevador.

    Esse projeto acima tá lindo, eu sempre gostei de design minimalista e de cores cinzentas. Vi em caxias do sul uma umidade do SUS com o mesmo estilo de prédio e as mesmas cores, só que menor. Provavelmente é o mesmo arquiteto. Poderiam padronizar isso.

    Curtir

  5. Pois é , ele parece aquele hotel mal assombrado da Disney! mas o atendimento é otimo!Uma das poucas vantagens (pra mim) de ter pai professor!

    Curtir

  6. Realmente, minha avó ficou internada na CTI do mãe de deus estes tempos e o “quarto” dela lá era melhor que alguns hotéis que me hospedei por aí…

    Na real eu não tinha processado a idéia que o Ernesto não atende pelo SUS. Na boa, ele tem cara de hospital público.

    Curtir

  7. Gostaria de ver uma bela reforma assim no HPS…

    Curtir

  8. Rogério, não estou sendo pessimista, estou apenas lamentando que não atenda a população pelo SUS, pois não poderão usufruir deste grande complexo. Com certeza, a população mais carente seria beneficiada. Felizmente, temos outros grandes hospitais que atendem pelo SUS, tal como o GHC e a Santa Casa.

    Felipe, a área de saúde rende muita grana… Olhe o que é o Hospital da Pucrs, Hospital Moinhos de Vento, H. Mãe de Deus. Basta saberem administrar os recursos. A Unimed tem construído pequenos e bem equipados hospitais no interior com os recursos dos planos de saúde.

    Curtir

  9. Nossa, de onde está vindo a grana para tudo isso? Parece muito legal.

    Claro que renders fazem mágica né 🙂

    Curtir

  10. Rafael

    Não atende pelo SUS, mas seu uso pelo pessoal do estado alivia os outros hospitais e emergências.
    Vamos ser mais otimistas.

    Curtir

  11. Que show! Como é bom ver algo assim…

    Pena que não atende pelo SUS.

    Curtir

Trackbacks

  1. As informações sobre os Primeiros Socorros » Blog Archive Nova emergência em 2011 « Blog Porto Imagem

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: