Vândalos danificam bancos insubstituíveis na Redenção

Não há molde para refazer o modelo. Smam registrou ocorrência policial Foto: Sergio Louruz/PMPA

Três bancos do Recanto Oriental, no Parque Farroupilha, foram alvo de vândalos na madrugada de hoje, 3. Os recantos da Redenção começaram a ser implantados em 1939. No Recanto Oriental existem 32 bancos, com apoio (base) em forma de dragão. O modelo é antigo e não há molde para refazê-lo.
 
A administração do Parque Farroupilha buscará recompor os bancos destruídos. Caso não seja possível reconstruir os bancos, o patrimônio não será substituído, pela ausência de molde e para não interferir na harmonia do local. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) registrou ocorrência policial.
 
Recanto Oriental – Um pagode com a escultura de Buda e colunas orientais constituem o Templo de Buda. No jardim, uma miniatura do vulcão Fuji-Yama, montanha sagrada dos japoneses, lembra a paisagem do Oriente. Há ainda um lago com a forma de um dragão, com pequenas pontes.

Prefeitura

O banco era igual a esses:

O recanto:

Anúncios


Categorias:Parques da Cidade, vandalismo

Tags:, ,

15 respostas

  1. Acredito que de alguma forma nós podemos nos aproximar mais do poder público e ajudar a preservar a nossa cidade.

    Porque da porta pra dentro da nossa casa nós cuidados e do lado de fora cuspimos, jogamos lixo no chão, deixamos os “presentes” do cachorrinho?
    Porque não separamos e incetivamos a coleta seletiva?
    É mais fácil reclamar que o caminhão da coleta seletiva não passa em frente a sua porta e com isso não fazer nada. Ou quem sabe podemos buscar uma entidade que faz a reciclagem e ir até lá levar o seu lixo que na verdade é “ouro” para eles?

    Deve existir uma campanha de conscientização do conceito de CIDADANIA

    Abaixo coloco diversas partes de um vídeo documentário sobre pichação (vandalismo)

    “Que sociedade é essa?
    Quem somos nós?
    Que sociedade é essa?
    Que forma uma geração inteira de jovens que precisa se expressar através da destruição”

    ===
    Olhem este vídeo sobre pixação dentro, isso mesmo DENTRO do Centro Universitário Belas Artes em São Paulo

    no começo do vídeo eles não pulam uma cerca, mas escalam sem NENHUMA segurança um prédio enorme:

    Falando sobre o que é a pixação:

    O que é melhor? Ensinar a pescar (pensar) ou dar o peixe?

    Curtir

  2. Filhos da pu…

    Cadê os azuizinhos?

    Curtir

  3. Estas idéias são ótimas mas são mais caras e a prefeitura não gasta nem pra reformar os parquinhos. Concordo que apenas cercar não adianta, mas isso não significa que não ajude. Afinal, por que os condomínios são cercados aqui?

    Curtir

  4. Concordo com Julião. Cercar não impede em nada o vandalismo no parque (desde quando cercas e grades impedem a ação de ladrões e vândalos? É só pular…). Falta é monitoramento no parque. Um parque fechado pode até ser pior, pois se cria um reduto ainda mais protegido para todo tipo de gente que queira se esconder lá a noite, além do que, para o usuário de bem (que não costuma pular cercas e grades) que descida usar o parque a noite, a cerca só dificultaria uma eventual necessidade de fuga.
    O calçadão é uma grande idéia, porque em dias de chuva, fica impossível passar pelo parque (nem ao menos na borda dele) sem se sujar! Para uma cidade que pretende ser tanto, isso é o mínimo que poderia ser feito…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: