High Line: design pode e deve ser utilizado para a criação de soluções na área do urbanismo

Um parque projetado sobre trilhos suspensos de uma linha desativada de trem. Esse é o High Line, novo ponto turístico e de lazer de Nova Iorque, localizado entre os bairros de Tribeca e Chelsea. O parque, que é aberto ao público, conta com mobiliário urbano, paisagismo, arquitetura, iluminação e é, segundo o sócio da Verdi Design, José Verdi, uma demonstração concreta de como o design pode e deve ser utilizado para a criação de soluções na área do urbanismo.

Sempre procurando inovar e trazer o que há de mais recente nas tendências mundiais, a Verdi foi aos Estados Unidos conferir as últimas novidades em  urbanismo e design estratégico. Durante 18 dias, José Verdi esteve nas cidades de  Nova Iorque e Boston em busca das últimas tendências mundiais em design estratégico. E o destaque, segundo José Verdi, fica por conta do High Line.

“Nova Iorque é o grande centro mundial de tendências em consumo e urbanização. Os principais lançamentos ocorrem lá. E o que chama a atenção, além do consumo, é a capacidade de planejamento urbano e de constante revitalização da cidade. O High Line é uma área de lazer espetacular, para moradores e turistas, e mostra como o design pode contribuir sendo estratégico e pensando os problemas. O designer não pode ser visto apenas como um “desenhador”. Ele é mais um profissional que se agrega na busca de soluções”, enfatiza Verdi.

Para José Verdi, esse mesmo conceito inovador poderia, tranquilamente, ser aplicado em Porto Alegre, por exemplo, em projetos como o Cais do Porto, cujo projeto de revitalização já prevê uma parceria público-privada, além de projetos de reformulação do mobiliário urbano, na construção de ciclovias e no resgate da orla do Guaíba.

“Mas, para isso, são necessárias três coisas: a cidade captar bons projetos, o governo estabelecer as regras e a iniciativa privada querer investir”, conclui José Verdi.

Matéria enviada por Vinícius Spindler

Fotos por: Verdi Design



Categorias:Arquitetura | Urbanismo

Tags:, , , , , , , ,

5 respostas

  1. O Brasil é um país atrasado e provinciano e isso se reflete em todos os meios. Tudo aqui chega 100 anos depois, e quando (e se) chega, é adaptado ao padrão chucro brasileiro. Esse país só é referência no futebol e na putaria. Tem gente que se orgulha disso. Depois querem falar mal dos Estados Unidos ? Todas as nações, principalmente o Brasil, levarão gerações para poder abrir a boca sobre aquele país. Eu não vejo nenhuma solução positiva sendo executada para longo prazo, pelo contrário, estão ensinando nossas crianças desde cedo a ser massa de manobra política. O crime está sendo praticado dentro das salas de aula e não se faz nada. Eu prevejo um futuro diabólico e irreverssível caso o PT não seja eliminado. Se após 2014 eles continuarem no poder, eu juro que vou embora, pois isso aqui vai virar uma grande Cuba. O PT precisa ser eliminado, pois eu quero acreditar que um dia seremos uma nação decente, eliminando a fama vagabunda que está incrustada no país. Eu quero um dia poder dizer que agora o Brasil é um país sério.

    Curtir

  2. O problema é que Nova Iorque é Nova Iorque e Porto Alegre é Porto Alegre.

    Enquanto eles há quase 2 séculos fizeram um canal ligando o rio Hudson aos grandes lagos (Canal do Erie) e assim o porto da cidade conseguiu competir com os portos da foz do rio Mississipe no comércio dos produtos agrícolas do meio-oeste, transformando a cidade na capital do mundo; porto alegre não consegue transformar nem simples galpões de um cais abandonado num local de entretenimento e lazer, atividade econômica que ajudaria a revitalizar o centro da cidade.

    Curtir

  3. O máximo q já ocorreu em Porto Alegre foi pintarem uma faixa de segurança em forma de código de barras. Pena q durou pouco, pois tal fato gerou polêmica e ela foi rapidamente apagada.

    Curtir

  4. Simples, inteligente e funcional.

    Curtir

  5. Vi esse lugar aí no programa Lugar Incomum com a Érica Mader tempos atrás no Multishow, é realmente uma idáia muito bacana!

    Nyc fez isso, Paris fez praia no canal do Rio Sena, só POA vira as costas para a bela orla que possui, enquanto outros lugares se puxam para criarem áreas de lazer em suas cidades.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: