QUEREM DESVIAR A NOSSA ATENÇÃO COM OUTROS AEROPORTOS

Eu estava pensando: porque logo agora, 3 anos antes da Copa do Mundo, vem estes papos de novos aeroportos, da Serra, de Portão ?

Não será somente pra tirar a atenção das reformas do Salgado Filho ? Para dizer que estão pensando em fazer algo ?

Me parece que os políticos estão sendo levados a proporem novos aeroportos para solucionarem em 2030 problemas que tem que ser solucionados agora, em no máximo 3 anos. Por que não canalizam seus esforços para efetivar as reformas do Salgado Filho, que ainda tem fôlego para mais uns 30 a 40 anos?

Será que acham que somos bobos ? Será que pensam que vamos acreditar que um novo e moderno aeroporto, seja onde for, vai surgir na RMPA ou na Serra ?

Ainda o Aeroporto da Vila Oliva pode se desenvolver paralelamente a outras obras, apesar de que eu acho que mal temos condições financeiras para levar adiante todas as reformas necessárias do Salgado Filho.

Ao meu ver, todo e qualquer esforço por parte de deputados, senadores, governantes estaduais e municipais deva ser em prol das reformas do Aeroporto Salgado Filho.

No Brasil não tem como ficar enrolando com trezentos projetos paralelos. Dessa forma não sairá nada do papel. Mais uma vez.

Esse filme nós já vimos…

Gilberto Simon



Categorias:Aeroporto da Serra, aeroportos brasileiros

Tags:, , , , , ,

22 respostas

  1. Que baita bobalhao essa cara da entrevista….50% de imposto de renda nos EUA??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk wow…entao eu sou especial aqui, nao pago nem perto disso!!! Fora esse “fora” que ele deu, o resto e’ mais ridiculo ainda. Alem do que, vendedor de “PO'” e “MATO” nao pagam la muito imposto de renda (se e’ que pagam algum)….vai ele tentar fabricar alguma coisa que tenha valor acumulado, e’ pribitivo, POR ISSO O BRASIL PRODUZ MUITO POUCO INDUSTRIALIZADOS (anta da concha de su madre)

    Curtir

  2. Esse cara, dono do maior frigorífico do mundo, vende uma commodity que todo mundo quer (os chineses recém começaram a consumir carne); portanto, independente da situação do Brasil, ele sempre terá mercado para seu produto. Aliás, o Brasil está sofrendo uma severa desindustrialização e estamos se tranformado novamente num mero exportador de matérias-primas.

    Por outro lado, essa situação está fazendo com que o país queime a maior floresta do planeta. O boi, aliás, é o maior culpado disso, pois é preciso muita terra para criá-los e a terra é cara no sul/sudeste, obrigando com o que o cerrado e amazônia seja colocado a baixo para exportamos carne.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: