Concluída transferência dos moradores da Vila Chocolatão

Uma história de 25 anos chegou ao fim hoje à tarde, 24, com a mudança da última moradora da Vila Chocolatão (Rua Loureiro da Silva, Centro Histórico). Ação foi promovida pelo Departamento Municipal de Habitação (Demhab). “A vida numa área sem as mínimas condições de saneamento, com constante risco de incêndios pela grande quantidade de ligações elétricas clandestinas, em meio a resíduos provenientes da catação de lixo, agora faz parte do passado”, afirmou o diretor-geral do Demhab, Humberto Goulart.

Famílias foram transferidas para um loteamento na Avenida Protásio Alves Foto: Guilherme Santos/PMPA

As 181 famílias passaram a morar no loteamento construído pelo Departametno na Avenida Protásio Alves, 9.099. O local foi equipado com todos os serviços essenciais (redes de abastecimento de água, de esgotos cloacal e pluvial, de energia elétrica, estação de tratamento de esgotos, ruas pavimentadas e iluminação pública). As unidades habitacionais possuem dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e pátio. “Missão cumprida com a finalização de mais uma etapa da política de libertação e emancipatória de uma comunidade que habitava uma área de risco, completamente degradada”, destaca Goulart.

A área do novo loteamento foi doada pela União, por meio do Governo Federal (Ministério do Planejamento). A unidade de triagem de resíduos, garantia de trabalho e renda para grande número de moradores, é uma doação de Soluções Usiminas, empresa de transformação de aço. A tecnologia adotada no prédio da unidade é inovadora; utiliza, essencialmente, materiais metálicos. O espaço, com 720 metros quadrados, dispõe de refeitório e cozinha comunitária ( Programa Fome Zero), podendo abrigar até 60 recicladores por turno. Além da unidade, a Soluções Usiminas também doou duas prensas hidráulicas, um elevador de carga, uma balança e 100 bombonas plásticas. O treinamento dos futuros recicladores está sendo realizado por intermédio do Instituto Vonpar.

O Tribunal Regional Federal da 4º Região (TRF4), por meio das varas criminais, vai doar uma Kombi para a Associação de Catadores e Recicladores da Vila Chocolatão, responsável pela unidade de triagem. O Ministério Público Estadual encaminhará os resíduos recicláveis produzidos em seus prédios para a unidade de triagem.

Parceiros – A ONG Parceiros Voluntários fez a intermediação para que o loteamento seja atendido pelo Banco de Alimentos da Fiergs, que capacitará mulheres da comunidade para  o trabalho nas cozinhas da unidade de triagem e na creche. Além disso, o Banco doará alimentos não-perecíveis para as duas cozinhas e, no primeiro mês da transferência, uma cesta básica a cada família.

Também por meio da Parceiros Voluntários, as associações de moradores e a gerenciadora da unidade de triagem têm recebido assessoramento jurídico e contábil. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fez a intermediação para que a organização não-governamental Cirandar monitore a biblioteca comunitária, criada pelo Instituto C&A. A biblioteca, batizada de Elim Spinelli, tem apoio do Colégio Parobé, que restaurou alguns livros e doou parte parte do acervo. Elim Spinelli foi professor dessa escola e um dos doadores de livros.

O IBGE e o Gabinete da Primeira-Dama estão organizando campanha para a compra de botijões de gás e fogões. O material será destinado a algumas famílias. A Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) tem atuado com diversas atividades, principalmente com o objetivo de erradicar o trabalho infantil, em parceria com a ONG Aicas dentro da Ação Rua. O Comitê Gaúcho de Ação da Cidadania e Irmãos Maristas irão montar um telecentro no loteamento. O espaço, com inauguração prevista para julho, será atendido por morador treinado pelo Comitê, que também se responsabilizará pelo salário desse monitor. Um grupo de meninas e adolescentes fez o ajardinamento do Residencial, com plantas e flores fornecidas pela Floricultura e Paisagismo Cristal. A CEEE auxiliou no treinamento de moradores para que a energia elétrica seja utilizada de modo correto.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

8 respostas

  1. Aleluia! Que comecem os planos para um novo edifício no local, que seja o símbolo da cidade, projetado por Calatrava!

    Curtir

  2. graças a deus

    Curtir

  3. Prefeitura cria novo logo para entrar no clima da Copa de 2014,

    Curtir

  4. Meu aviso aos navegantes permanece vívido e reluzente. Se o poder Público não estebalecer IMEDIATAMENTE o canteiro de obras para os futuros projetos no terreno desocupado, em menos de um mês começarão novas invasões.

    Afirmo isso e registro documento no cartório.

    Curtir

  5. “capacitará mulheres da comunidade para o trabalho nas cozinhas da unidade de triagem e na creche”

    Só eu que pensei “pq só as mulheres”??

    Curtir

  6. E bem que poderiam fazer um prédio novo, alto, bonito…

    Curtir

  7. Fortunati merece mesmo, ta fazendo algo pela cidade, coisa que outros nunca fizeram em varios anos.
    =DDD

    Só espero que o primeiro pedaço de madeira que jogarem ali pra montar um barraco, a PM caia com tudo em cima.

    Curtir

  8. Esse primeiro prédio é muito bonito.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: