Daer quer transformar Rodoviária da Capital em shopping

Objetivo é elaborar um projeto de recuperação em parceria com a Prefeitura

Daer quer transformar Rodoviária da Capital em shopping Crédito: Arthur Puls

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) projeta transformar a Estação Rodoviária de Porto Alegre em um Shopping Rodoviário. A intenção foi divulgada nesta quinta-feira pelo diretor de Transportes Rodoviários do Daer, Saul Sastre, em reunião com os comerciantes e lojistas estabelecidos no local. Durante o encontro ocorrido no Sala Açores do Hotel Continental, Sastre explicou que a proposta é revitalizar o prédio para a Copa do Mundo de 2014. “A edificação necessita de ajustes e profundas melhorias”, disse.

O objetivo é elaborar um projeto de recuperação em parceria com a Prefeitura, por avaliar que a medida será necessária para a qualificação do entorno do Túnel da Conceição. Ele afirmou que a localização da Estação Rodoviária é estratégica, devido à facilidade de acesso ao Centro e aos bairros da Capital, bem como ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, localizado na zona Norte. “Conheço profundamente a Estação Rodoviária, onde aos 18 anos iniciei minhas atividades profissionais como garçom de um restaurante e, posteriormente, trabalhei nos guichês, vendendo passagens por quase cinco anos”, recordou.

O diretor de Operações da Estação Rodoviária, Giovanni Luigi, optou por não se manifestar sobre a proposta. “Não tenho nada a falar sobre isso. Quem fala sobre esta questão é o Daer”, ressaltou. O presidente da Associação dos Empresários da Rodoviária de Porto Alegre (Aerpa), Florisbelo Gonçalves, disse que os empreendedores desejam colaborar com o Daer, apresentando sugestões para a qualificação do espaço onde mantêm seus estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços. “A revitalização terá o nosso apoio”, observou.

Gonçalves revelou que a Estação Rodoviária abriga hoje cerca de 80 empreendimentos diversos em benefício das 16 mil pessoas que circulam pelo local diariamente. “O movimento vem caindo. Em 1995, eram 20 mil pessoas/dia”, comparou. Segundo ele, os empresários da Rodoviária geram 8 mil empregos diretos e 6 mil indiretos. O assessor jurídico da Aerpa, Gabriel Fadel, argumentou que a Estação Rodoviária “precisa ser repaginada”.

A concessão da Rodoviária, renovada em 2004 por mais 13 anos, sem licitação, está sob suspeita. Uma ação civil de improbidade administrativa, movida pela Procuradoria-geral do Estado (PGE), questiona a ausência de licitação que teria beneficiado a Veppo & Cia Ltda – empresa que administra a venda de passagens. A suposta irregularidade foi aprovada pelo Conselho de Tráfego.

A Veppo instalou a primeira rodoviária de Porto Alegre na antiga Praça do Coliseu (atual Oswaldo Cruz) e, posteriormente, na Praça dos Bombeiros (atual Rui Barbosa). Ocorreram mais três mudanças de endereços até o dia 28 de junho de 1970, data da inauguração da atual Estação Rodoviária de Porto Alegre, num projeto do Daer. O prédio da Rodoviária foi considerado, na época, o maior e mais moderno da América do Sul tanto em estilo arquitetônico e quanto no aspecto funcional.

Correio do Povo


MATÉRIA DE ZH:

Rodoviária de Porto Alegre será revitalizada

Daer, proprietário do prédio, quer tornar o local mais atrativo até a Copa das Confederações

Projeto de revitalização quer tornar local mais atrativo para o comércio e lazer - Fernando Gomes

Visando a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo de 2014, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), prevê melhorias na rodoviária de Porto Alegre. A ideia é revitalizar o espaço, trazendo novas opções aos clientes. O Daer é proprietário do prédio da rodoviária.

Nesta quinta-feira, o Diretor de Transportes Rodoviários do Daer, Saul Sastre, se reuniu com 50 comerciantes, que mantêm estabelecimentos na rodoviária. Para ele, mais que oferecer melhorias visando os dois grandes eventos esportivos, trata-se de um incentivo ao turismo no centro da Capital.

Além de Sastre, estiveram no evento o Superintendente de Terminais Rodoviários, Ricardo Moreira Nunez, e o Presidente da Associação dos Empresários da Estação Rodoviária de Porto Alegre (AEERPA), Florisbelo Gonçalves.

Os comerciantes esclareceram dúvidas, sugeriram mudanças na licitação para locação de lojas na rodoviária e se colocaram à disposição para melhor atender as necessidades dos usuários.

— Temos certeza que esta reunião será produtiva no futuro— disse Giovanni Luigi, diretor de Operações da Estação Rodoviária de Porto Alegre.

Entre as propostas apresentadas pelo Daer, está a de transformar o espaço em um shopping. Outra ideia é seguir os moldes de funcionamento do Mercado Público, onde a administração é feita pelo próprios comerciantes.

— Também pensamos que poderia ser feito uma espécie de “corredor cultural”, passando pela rodoviária, Mercado Público e Cais do Porto — explicou Sastre.

Segundo ele, a região onde está localizada a rodoviária é excelente, o índice de acidentes de ônibus é baixo e o serviço oferecido é de boa qualidade, no entanto é necessário qualificar ainda mais o trabalho.

— É necessário subirmos um estágio, oferecer opções de compra e de lazer, ter um abrigo melhor contra o frio, entre outras coisas — explica.

Ele ainda afirma que todo o processo de decisão será tomado em conjunto com os comerciantes. Em 30 dias, a Superintendência de Transportes Rodoviários do Daer deve apresentar um estudo com possibilidades de viabilização do projeto.

ZERO HORA

 



Categorias:Rodoviária de Porto Alegre, Shopping Centers

Tags:

19 respostas

  1. Eu não tenho tanta certeza que uma rodoviária nova seria o ideal.
    De uma forma ou outra, rodoviária SEMPRE atrai pobreza, eu não conheço UMA rodoviária que não seja dessa forma (e viajo frequentemente de ônibus). Meu medo é degradar outra parte da cidade…

    Curtir

  2. Tomara que transformem a Rodoviária de POA em um misto de shopping e aeroporto, como o é a Terminal Rodoviário Novo Rio (Rio de Janeiro/RJ) desde a sua reforma transformadora.

    Curtir

  3. Duvido q nossas ideias não seriam rentáveis e q não haveria interessados em faze-las. Uma parceria público-privada iria muito bem.

    Curtir

  4. O Renan e o Julião já mataram a questão. Botar no chon e construir uma rodoviaria novinha ao lado do aeroporto. No lugar da rodoviária um projeto arquitetônico de classe mundial, talvez um hotel e um shopping e uma praça aberta, algo assim.

    Curtir

  5. A solução para a Rodoviária de Porto Alegre é construir uma novinha em folha em outro lugar da cidade, desde o início com todos os confortos de um shopping. E, no meu ponto de vista, o melhor lugar (onde ainda existe espaço para isso) está no bairro Humaitá, que é o centro da região metropolitana de POA, digamos assim, pois dali partem as principais rodovias do estado.

    Aquele enorme terreno, junto a estação aeroporto, que a Trensurb propôs fazer um shopping, seria a minha indicação, desde que é claro, houvesse diálogo e interação entre os entes federativo em prol das necessidades da comunidade. Junto também, poderia ser deixado um espaço preparado para uma futura Estação Ferroviária (sonho meu).

    Tenho certeza que, colocando esse terreno a disposição e estabelecendo uma licitação pública, apareceriam diversos investidores interessados em receber a concessão da execução do projeto e da administração desse serviço público, sem custos para o orçamento do estado.

    Curtir

  6. Julião, acho que quando eles se referem a shopping, significa apenas melhorar o espaço e os estabelecimentos comercias, só pode. Concordo contigo que aquela área não pode absorver mais carros e pessoas transitando além daquelas que estão ali somente de passagem para outra localidade. A região está saturada!

    Curtir

  7. A rodoviária tá na boca do cais… demole isso aí e cria algo em consonância com o projeto do Cais Mauá. Liga o centro até o aeroporto/nova rodoviária com um bonde ou aeromóvel e segue o baile. Aeroporto ao lado de uma nova rodoviária seria (um dos) sonho do Estado.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: