Projeto original x real – Parte 2

O Camelódromo de Porto Alegre Ou “Shopping do Porto” é um grande exemplo do que ocorre em Porto Alegre, em relação aos projetos reais. Nada contra sua função e o seu objetivo. Muito antes pelo contrário. Os camelôs saíram do centro, foi uma ótima iniciativa.

Mas, o projeto seria totalmente diferente do que foi executado. De um prédio com “jeito de shopping”, pra um caixão enorme estendido em 2 quarteirões do centro da cidade. Em plena época de revitalização do centro, constroem algo horrendo, que só ajudou a enfeiar o centro. Por que a mudança tão radical entre o “projeto ou estudo apresentado à população”? Por que não aproveitaram e construíram um prédio bonito, para que fosse um agente da revitalização do centro? Fica a pergunta.

PROJETO (ESTUDO):

O Prefeito da época (José Fogaça) apresentando o projeto....

O RESULTADO FINAL:

Foto: Ricardo Stricher

Foto: Henrique de Borba (Panoramio)



Categorias:Revitalização do centro

Tags:

18 respostas

  1. Costumo ir no centro popular de compras seguidamente, entendo que poderia ter sido melhor organizado estabelecendo produtos âncoras assim como é organizado um shopping, para quem vai a primeira vez e quer comprar algo, fica meio perdido, acostumado com a organização de um shopping, o centro popular fica devendo, mas é um bom lugar para comprar.

    Curtir

    • Faltaram uns pontos finais aí nesse parágrafo… não querendo ser um ditador da gramática, mas a qualidade do comentário é importante pra que se compre o argumento.

      Curtir

  2. Por isso que eu digo, deveriam levar os onibus para outra região e fazer o camelodromo pra la.

    Como valorizar o centro colocando lojas que atraem um publico de renda baixa?

    Tem que por uma coisa mais classe media e classe media alta.

    Curtir

    • Concordo plenamente, mas agora vá explicar pra turminha do contra: “PRIVATIZAÇÃO DO CENTRO”, “O CENTRO É PARA TODOS”, “ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA”…

      A valorização de um local começa a partir do momento em que a elite da sociedade passa a frequentá-lo.

      Curtir

  3. Minha tendência é pensar que os portais saiam exatamente assim.

    Curtir

    • EU TBM… OLHO PARA ESSE CAMELÓDROMO E SÓ PENSO NOS PORTAIS… IMAGINA UM MONTE DE PRÉDIOS IGUAIS A ESSE ESPALHADOS PELA CIDADE…

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: