Lisboa recebe o 1º workshop do destino Porto Alegre

Parque da Redenção é um dos atrativos turísticos da Capital gaúcha Foto: Divulgação/PMPA

Iniciou-se nesta segunda-feira, 30, por Lisboa, Portugal, o circuito de workshops que a Secretaria de Turismo de Porto Alegre (SMTUR) realiza em parceria com o Porto Alegre e Região Metropolitana Convention & Visitors Bureau. O objetivo é divulgar a Capital gaúcha como destino para turistas europeus ainda mais próximo com a ligação direta Lisboa-Porto Alegre pela aérea portuguesa TAP, a partir de 12 de junho. O encontro ocorreu no Hotel Altis Belém com a presença de agentes de viagem, operadores turísticos e os principais veículos de comunicação  portugueses.

Na abertura do evento, o vice-presidente da TAP, Luiz Mór, enfatizou a importância da nova rota sem escalas ou conexões. Para Mór, a capital dos gaúchos esteve muito tempo fora do roteiro dos europeus, “mas com a criação do novo voo, este quadro deve mudar, uma vez que  Porto Alegre será a porta de entrada para o Mercosul e, Lisboa, a entrada  de turistas do Sul do Brasil para a Europa”.

A apresentação do projeto de promoção turística de Porto Alegre  foi feita pelo  secretário de  Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes,  que ressaltou os diferenciais competitivos da Capital, com destaque para a história dos gaúchos, as influências europeias e as  diferenças  da cultura do Rio Grande do Sul  em relação às demais regiões do Brasil. De acordo com o secretário, o  voo Porto Alegre – Lisboa era uma antigo sonho de Porto Alegre que irá aquecer o turismo não apenas na cidade, mas em todo o  Rio Grande do Sul.

Os participantes conferiram um painel que mostrou um panorama do Estado em relação a características geográficas, comerciais, climáticas , culturais e do estilo de vida dos gaúchos apresentado pela assessoria de Relações Internacionais da SMTUR.  Em uma exposição da presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV-RS), Rita Vasconcelos, conheceram as diversas possibilidades de pacotes turísticos para Porto Alegre e  demais destinos turísticos do Rio Grande do Sul.

O road show prossegue com workshop para agentes de viagem, operadores e imprensa especializada espanhola no dia 1º de junho, em Barcelona, e no dia 3 de junho, em Madri.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Aviação, TURISMO

Tags:, , ,

21 respostas

  1. aa cara, não quero passar vergonha..
    =//

    Imagina eu indo para a europa, dando um pulo em Portugal e me perguntão de onde sou…

    Vou ter que dizer que sou do Rio ou São Paulo pra não passar vergonha né…
    =/

    Curtir

    • Porto Alegre tem seus problemas que já foram relatados aqui,
      mas eu teria vergonha de falar que sou de SP.

      Curtir

  2. Gabriel, valorizar o quê?

    Mato do gasômetro não atrai gente do outro lado do mundo não.

    Reconhecemos o potencial hipotético da cidade, mas na atualidade não há nada de concreto para mostrarmos para o turismo.

    Não se trata de não valorizar e, sim, de sermos realistas.

    O turismo na cidade, do jeito em que se encontra, é pura ilusão. Duvido que tu no lugar deles atravessaria o oceano para ver o que temos atualmente em Poa.

    O Gasômetro, com o seu mato, barracas encardidas e bar flutuante, e o detonado, abandonado, esquecido e inseguro mirante do morro santa tereza me matam de vergonha e me dão um choque de realidade.

    Tenho vergonha alheia por quem está apresentando a cidade ao mundo no estado deplorável em que se encontra e terei mais ainda pelos guias, quando estiverem mostrando aos gringos uma Poa por trás da foto, bem diferente da Poa do PhotoShop.

    Curtir

  3. Poa carece até de iniciativas simples. Nem bancos decentes na orla temos para sentar.

    E o Rafael Bortolon falou tudo. Uma simples fonte iluminada, por exemplo, dá um outro aspecto para quem circula na cidade. Em João Pessoa reformaram a fonte que fica bem no meio do Parque Solon de Lucena e agora quem passa pelo centro da cidade à noite fica maravilhado com a lagoa toda iluminada pela sua bela fonte.

    Curtir

  4. SE OS PRÓPRIOS MORADORES NÃO VALORIZAM A CIDADE, É DE SE ESPERAR QUE O TURISMO NÃO DESLANCHE.

    Curtir

    • Gabriel, pelo visto não leu tudo o que escrevi…

      Existem belos lugares em Porto Alegre, mas a maioria é inacessível. Os lugares públicos estão sucateados, abandonados, sujos, … valorizar isso?

      Temos que ser críticos, sim!

      Somente sendo críticos é que forçaremos o poder público para que saia desse estado de inércia!

      Curtir

  5. Fico imaginando os frequentadores dos belos parques europeus visitando o lixo da “Redereca”…

    A concepção do parque é ótima, mas o estado atual de conservação está 1000 anos luz do desejável…

    Curtir

  6. Se os portugueses querem um gostinho de cone sul, chimarrão, friosinho e churrasco, devem ir a Buenos Aires, que não voltarão a Portugal frustrados com falta do que fazer ou ver.

    Eu avisei, lisboetas!

    Curtir

  7. “Parque da Redenção é um dos atrativos turísticos da Capital gaúcha” HAHAHHAHAHAH! Piada! Eles vão rir da nossa cara. Portugal e Espanha tem praças BELÍSSIMAS! Eles vão achar a redenção um lixo!

    Porto Alegre tem lugares bonitos, mas em sua maioria, ou são privados, ou são de acesso restrito, ou não divulgados. Temos o Country Club, Shoppings, algumas Marinas da Zona Sul, etc… Mas não temos espaços públicos turísticos! Não temos um centro turístico!

    Porto Alegre não é e NUNCA será uma cidade atraente enquanto não tiver um Cais totalmente remodelado e integrado (de fácil acesso), um centro com prédios bem preservados e outros prédios bem modernos, parques lindos (com chafariz decente, com projeto paisagístico, bem florido), ruas bem pavimentadas com um transporte público decente…

    Autoridades, se divulgarem Porto Alegre do jeito que está, corremos o risco de receber estes turistas e eles nunca mais voltarem…

    Afinal, quem vai querer vir da Europa para visitar uma torre de m…. ( de esgoto)

    Curtir

    • Nao digo que vão achar a Redenção um lixo, mas certamente não se cruza o Atlântico para ver um parque como tantos outros.

      Curtir

  8. Deus do céu, o que eles vão ver aqui: só predios encardidos e pichados, monumentos aos Deus dará…Talvez o ponto máximo do passeio seja um caldo de cana nas barracas de plástico imundas do gasômetro…

    Curtir

  9. PEGA RATÃO ALEGRE

    Curtir

  10. Vai faltar lugar nos vôos da TAP para tantos portugueses em busca de um drink no Bar Flutuante da Orla junto à Usina do Gasômetro, um assalto à mão armada no Mirante do Morro Santa Tereza e uma galinhada com farofa na Praia do Lami. Será que esqueci de listar algum outro ponto turístico relevante da cidade? Ah, sim, uma paradinha para fotos junto ao símbolo da cidade, a Estátua do Laçador, no alto dos seus poucos metros. Quem sabe ainda sobre um tempo para eles comerem um pastel nas barracas oficiais de lona encardidas da orla.

    Depois de uma visita dessas, eles nem virão para a Copa, pois terão mais o que fazer passeando pela orla lisboeta e o legado lá deixado pela Expo-98. Será vir uma vez para nunca mais voltar.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: