Missão gaúcha na Coreia do Sul termina hoje com balanço positivo

Durante a semana, governador Tarso Genro encaminhou com grupos sul-coreanos investimentos no Estado

Zero Hora



Categorias:Economia Estadual

Tags:, , ,

16 respostas

  1. Yeda e FHC. Lula foi um ato falho.

    Curtir

  2. Concordo que o bom mesmo no Brasil é ser apartidário, pois nenhum partido ou político é santo. Mas Yeda ajustou as contas do estado e tomo medidas impopulares em prol da estabilidade financeira do estado. Nenhum outro político no RS havia arriscado a própria imagem perante à sociedade em prol do saneamento dos cofres públicos, sem o qual nada anda no estado.

    E dentre os cortes que ela fez um deles foi nas verbas publicitárias, o que atingiu em cheio o Grupo RBS, do qual era o principal anunciante. Essa perda sensível de verba irritou RBS, que se aliou ao multimilionário marketeiro governo federal. Mas Yeda já entrou com diversas açœs contra a RBS e já ganhou algumas delas. O MP não conseguiu provar nada. E as acusaçœs infundadas eram café pequeno ante ao PT, que até a compra da sede estadual na Ramiro está envolta em obscuridades, e isso só para parar por aí.

    Diante da história recente, Yeda e Lula foram de longe os ‘menos piores’.

    Curtir

  3. A Yeda comecou mal tendo nascido em SP e terminou mal com a quadrilha dela metendo a mao no Detran. Mas nao, vao dizer que e’ tudo invencao da RBS, PT, MST, CPERGS, se bobear ate’ a FUNAI e o IBAMA tem culpa no esquema. As conversas gravadas foram todas criadas em estudio. Tem que criar um grupo de auxilio ‘as viuvas da Yeda e por o portofan de diretor lol.

    No Brasil, a melhor opcao e’ ser apartidario, ai da’ pra gozar de todo mundo (e motivo e’ que nao falta).

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: