Organização ambiental tem sede derrubada em Porto Alegre

Demolição foi feita por funcionários da empresa Peruzzato e Kindermann

Em plena vigência da Semana Mundial do Meio Ambiente, uma das entidades mais representativas de atuação nesta área, de Porto Alegre, sofre um dos maiores golpes de sua existência. A sede da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), localizada na esquina das avenidas Aureliano de Figueiredo Pinto e Praia de Belas, foi destruída na tarde de segunda-feira. A demolição foi feita por funcionários da empresa Peruzzato e Kindermann, que informaram que no local seriam construídas uma pizzaria e uma floricultura.

O prédio da Agapan foi totalmente destruído. O material que restou da demolição foi colocado em caminhões e levado pela empresa. A situação levou ao local membros da organização, que espalharam e-mails denunciando a questão. A secretária-geral da Agapan, Eliara Manfredi, disse que a ONG tem concessão da prefeitura da Capital para utilizar o espaço, concedida há mais de 10 anos pela prefeitura. Essa autorização, segundo ela, tem vigência de 20 anos. Ela disse que há cerca de cinco anos os voluntários se reuniam lá semanalmente para discutir questões do meio ambiente.

Eliara contou, ainda, que a sede estava sendo adaptada para uma construção auto-sustentável e já tinha, inclusive, um telhado ecológico. A secretária lamentou que todo o trabalho da organização tenha sido destruído junto com o prédio.
O titular da Smic, Valter Nagelstein, disse que foi alertado da situação no fim da tarde, e disse que a determinação para demolição da sede da Agapan não partiu da Secretaria. Nagelstein toma nesta terça-feira providências para identificar de onde surgiu a ordem de derrubada. A diretoria da Agapan registrou ocorrência na Polícia Civil.

Correio do Povo

Se foi posta abaixo, é por que não era utilizada… com certeza. 

Entrevista com o Secretário Valter Nagelstein na Zero Hora de hoje, 07/06/2011:

ENTREVISTA

“Vou apurar o que houve”

Valter Nagelstein, secretário da Produção, Indústria e Comércio

Zero Hora – Como alguém que não é proprietário, inquilino ou não tem a cessão de uma área consegue um alvará para funcionamento de uma pizzaria no local em que a Agapan tinha sua sede?

Valter Nagelstein – Qualquer um pode pedir um alvará. Basta informar o endereço. É feita uma checagem. Se não houver nenhuma pendência, é concedido o alvará provisório, que tem validade de 18 meses.

ZH – Neste caso, o referido endereço é uma propriedade da prefeitura, cedida à Agapan. Não teria de existir alguma restrição? Se é um imóvel da prefeitura, como poderia, de uma hora para outra, funcionar uma pizzaria?

Nagelstein – Vou abrir uma sindicância para apurar o que houve. De antemão, acredito que tenha havido má-fé de quem pediu o alvará. Acredito que meus funcionários tenham sido induzidos. Nós vamos ter de responsabilizar quem fez isso.

ZH – Por que documentos de propriedade ou locação não são exigidos na hora de concessão de um alvará?

Nagelstein – Qualquer cidadão, até por uma política de agilização da atividade econômica da cidade, dá o endereço, o agente busca no sistema. Se não pesa nenhuma restrição sob o imóvel, ele concede o alvará. Presumimos a boa-fé. Foi a primeira vez que isso ocorreu, talvez tenhamos de rever isso.

ZH – E quem fiscaliza?

Nagelstein – Nós, da Smic. Se notarmos que o alvará foi desvirtuado, cassamos. Temos fiscais para isso. Mas o alvará, de qualquer forma, não autoriza alguém a construir ou demolir nada.

 

______________

Errata.: Pessoal, desculpem o post sobre o Pontal. Era antigo. Me mandaram apenas pra eu ver um detalhe e acabei postando sem querer. Já retirei do ar.



Categorias:Outros assuntos

Tags:

14 respostas

  1. Hehe, que legal, acontece de tudo nessa cidade mas não posso deixar de expressar a minha alegria isso ter acontecido. Se eles realmente fizessem o que prega a sigla, tudo bem, mas fazem tudo ao contrário, são CONTRA TUDO, exemplo maior o Pontal do Estaleiro que a dona R. Mar**** abriu o bocão no J.A***** pra falar contra.

    Curtir

  2. Mas isso é uma republiqueta mesmo, qualquer bando se junta para faze um protesto e sai com alguma benesse pública, no caso um terreno público. Se eles achavam tão importante discuti o meio-ambiente, por que não investiram dinheiro próprio no TROÇO, por que tem que sempre sai dinheiro do erário para esse tipo de coisa.
    Ótima pergunto do Julião, será que a prefeitura doa uma área pro pessoal do blog.

    Curtir

    • Usaram de um terreno público e, no fim das contas, não houve uma melhoria na questão ambiental em Porto Alegre. Tudo o que esses econazistas sabem fazer é tentar frear qualquer progresso econômico, que poderia trazer retorno até para pesquisas no desenvolvimento de tecnologia sustentável.

      Curtir

  3. Para quem não sabe Agapan, fundada por José Lutzenberger, Augusto Carneiro, Hilda Zimmermann e Flávio Lewgoy, entre outros, é a primeira organização ecológica do Brasil e da América Latina,, fez 40 anos de fundação nesse ano.
    Também é precursora de toda uma cultura alimentar mais saudavel, através da Feira Ecologica do Brique, que também foi a primeira do país.
    Um dos principios da democracia, é respeito a liberdade de expressão ainda provindo por entidades da sociedade civil com grande numero de simpatizantes!!

    Curtir

  4. Não entendi nada direito, mas tudo bem.
    Vocês sabem o que eu penso dessa gente, então sabem que eu to é dando graças a deus.

    Curtir

  5. Nesse terreno da esquina das av. Aureliano F. Pinto e Praia de Belas funciona um estacionamento há muito tempo. Quem explora esse estacionamento num terreno público?

    Curtir

  6. Será a AGAPAN era invasora de um bem público?

    Não duvido.

    Curtir

  7. Credo! Que bagunça. rsrsrs Só rindo mesmo. A prefeitura não tem a menor ideia do que faz. Tudo atirado na mão de políticos. Agora a bomba vai estourar na mão de um subalterno. Os políticos sabem se preservar…agora não foi comigo, não sei quem fez, não autorizei, vou averiguar, vou responsabilizar…mas a culpa não é minha..diz o titular da pasta. Tá certo…tá certo.
    É o samba do crioulo doido. Briga de foice no escuro. Salve-se quem puder…e o último que sair apague a luz, por favor.

    Curtir

  8. Tá, mas a Prefeitura era a dona no terreno mesmo?

    Será que a Prefeitura “concede” um imóvel para o pessoal deste blog fazer suas reuniões também?

    Curtir

    • Deve ter sido alguma confusão. Não foi a SMIC que doou a área para a entidade. A Secretaria que doou (ou o gabinete do prefeito) não providenciou os trâmites necessários e os registros. A Smic não deve ter sido informada. Foi pura desorganização.

      Curtir

  9. hauhauhauha… se demoliram é porque não tinha ninguem lá, se não tem ninguem não era usada. Mas sejamos justos, sou a favor da democracia tbm, mas que eles pensam tanto em Porto alegre, então vão pro outro lado do Gauiba onde a situação ta pior que este lado, lá nas Ilhasm que tbm é de Porto alegre, porque não fazem um trabalho com o pessoal de lá pra preservar o Delta do Jacui, as casas do riquinhos da pintada, não precisa, mas onde estão os pobres eles nem vão…

    Curtir

  10. Olha, por mais que eu concorde que estes caras sejam retrógrados e tudo mais, eles tem pleno direito de manifestar e discutir suas posições em uma sociedade democrática; se a sede da associação deles foi derrubada de maneira fraudulenta, é o tipo de ataque que cheira a fascismo.

    Essa caso tá muito mal contado.

    Curtir

  11. Obrigado por “postar” a notícia Gilberto.

    Para mim, foi A MELHOR NOTÍCIA DO ANO!!!

    Esta associação, que se diz defensora do meio ambiente, foi contra o projeto Pontal do Estaleiro.

    E como está o pontal hoje? Atirado! Sem nada! Isso é preservação ambiental?

    Não sou contra a ecologia!
    Acho que desenvolvimento e meio ambiente devem andar juntos.
    Os projetos devem ser cuidadosamente elaborados para não prejudicar o meio ambiente, mas JAMAIS IMPEDIR TOTALMENTE O DESENVOLVIMENTO como fazem estes ecoxiitas!

    Curtir

Trackbacks

  1. Valter Nagelstein publica artigo respondendo Beto Moesch sobre o caso AGAPAN « Blog Porto Imagem

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: