Comitiva gaúcha busca apoio para construção de aeroporto internacional na Região Metropolitana

Um grupo de gaúchos foi a Brasília para buscar apoio para a construção do Aeroporto Internacional 20 de Setembro, próximo a Portão.

Fonte da Informação: RÁDIO GAÚCHA – ZH

__________________________
Por que esses caras não se unem para sair duma vez o Projeto do Cais Mauá, ou pra ampliar o atual Aeroporto Salgado Filho ?
Pra esse aeroporto fora de Porto Alegre eles vão em comitiva pra Brasília ? Gilberto Simon


Categorias:aeroportos brasileiros

Tags:,

10 respostas

  1. Temos a pista da Base Aérea de Canoas ela 2.750 metros, é só fazer um puxadinho????
    Tem aeroporto com uma pista que movimenta 15 milhões/pax por ano. Caxias do Sul falta um aeroporto descente. Fazem caravana com nosso dinheiro para quê ??? Usem a internet. Será que querem fazer milagre???

    Curtir

  2. M. Ramon, o Salgado Filho não será fechado, mas ocorrerá o mesmo que ocorreu em BH, onde Confins não emplacou naturalmente como alternativa à Pampulha, que é dentro de BH, e então fizeram isso à força, restringindo o uso à aviação regional estadual e, no máximo, para Congonhas e Santos Dumont. É o que acabará acontecendo em Poa, pois ninguém é masoquista à ponto de optar por livre e espontânea vontade por Portão, com o Salgado Filho estando muito mais próximo.

    Esse pooll (votação-enquete) atual tem pouca valia, pois sequer possibilita em nenhuma de suas alternativas atuais que as pessoas manifestem o apoio à idéia de um novo aeroporto, mas com objeção quanto à sua localização em Portão. Do jeito que está soa quase assim: ‘Querem investir na ampliação da manutenção sistema de aeroporto único refém da Infraero ou querem um aeroporto novinho dado pelo estado em Portão’, quando na verdade não é dado, vem do bolso do contribuinte e, por isso, deve ser bem aplicando, fazendo-se ele onde melhor poderá atender à população a que majoritariamente se destina.

    O pool teria que ser refeito e reiniciado, pois o aeroporto não é anunciado por Paim como o aeroporto DE Portão e, sim, EM Portão, visando o público do atual Salgado Filho, então é inadmissível que sequer haja uma opção de votação dentre as várias existentes que manifeste a opinião de muitos, de que o recurso estadual seria melhor investido num aeroporto mais perto de Poa. Portão, ou viraria elefante branco, ou seria uma ‘opção’ forçada ante à uma concomitante adoção de uma política restritiva no Salgado Filho.

    E tudo o que não precisamos é de mais vilas na entrada da cidade.

    Curtir

  3. Gilberto, o pool (votação) está equivocado, até tendencioso.

    Deveria se questionar (haver uma das opções de voto) se a população quer que o dinheiro do estado aplicado num novo aeroporto mais perto de POA (Canoas ou Eldorado, por exemplo).

    A impressão que dá é que ou o aeroporto é pago pelo o estado e tem que ser em Portão ou não queremos um novo. E quem quer um novo, até podendo ser pago pelo estado, mas mais perto de POA?

    Terias que refazer o pooll.

    Curtir

    • O Poll deveria dar opções assim:

      – Priorização da ampliação do Salgado Filho

      – Deixar tudo como está

      – Novo aeroporto estadual para POA em Portão

      – Novo aeroporto estadual para POA mais perto de POA

      Curtir

  4. Mariana, o Salgado Filho ainda é viável para muitas futuras ampliaçœs. De qualquer forma, não precis ser DENTRO, mas deve SER PERTO, e isso implica dizer o mais perto possível.

    Não sou contra um aeroporto EM e PARA Portão, mas, sim, sou contra que Poa seja usada como pretexto para tanto, já que ela será mais ‘prejudicada’ (maior dificuldade de acesso – leia-se, maior distância, tempo e dinheiro para chegar até lá) ao modal de transporte aéreo do que se ficasse bem mais perto, como é plenamente possível. Um aeroporto na área da freeway em Canoas, ao sul da Base Aérea de Canoas, por exemplo, poderia ser facilmente interligado e integrado ao Salgado Filho e suas respectivar operaçœs via aeromóvel ou monorail (por cima da Freeway) ou por uma mini linha de metrô pequena, interna e curta entre eles, bem como se conectaria fácil ao Trensurb. E naquele ponto seria de fácil acesso para quem vem de Poa, zona sul do estado e litoral norte gaúcho via freeway, bem como para quem vem da Br-116 e da futura Rodovia do Parque, o que o tornaria até uma expansão/prolongamento físico virtual do Salgado Filho. Muito melhor ter 2 aeroportos próximos do que ter que atravessar a região metropolitana para se fazer algumas conexœs de um aeroporto à outro.

    Que vistam a bandeira em prol do aeroporto de Portão como o ‘aeroporto dos campos aos pés da serra’ ou o ‘aeroporto de/para o Vale do Caí’ e, não, como ‘o novo aeroporto de Porto Alegre’.

    Muito me estranha o ‘canoense’ Paulo Paim levantar a bandeira de ‘um novo aeroporto para Poa em Portão’ em vez de defender a causa de um novo aeroporto para Poa no lugar que estudos técnicos melhor indicarem, como ocorreu na escolha da localização do futuro novo aeroporto da Serra.

    Não há nada de errado ou de egoísmo em querer que um novo aeroporto para Poa fique o mais próximo que for possível de Poa e da maior parcela formadora da região metropolitana, ainda mais levando-se em consideração que atualmente quase todas as linhas de ônibus estaduais proporcionam gratuitamente a extensão dessas linhas via ligação entre a rodoviária de Poa e o Salgado Filho antes de seus ônibus se recolherem à garagem para a população das mais diversas regiœs do estado que se dirigem à Poa, mas não o farão se o novo aeroporto ficar distante da capital.

    Um aeroporto em Portão pode ser considerado/classificado como qualquer coisa, especialmente como um aeroporto para Portão, mas não como um novo aeroporto para Poa, pois não se está pensando em Poa quando se desiste de investir o máximo possível no atual Salgado Filho e se ignora inúmeras áreas mais próximas e até virtualmente fisicamente contíguas à Poa e ao Salgado Filho.

    Curtir

  5. É metrópole porque é grande e influente o suficiente para criar toda uma zona de influência e dependência em torno dela e, não, o contrário.

    Já expulsamos muita coisa da cidade e a regiãjo tem aproveitado isso, mas sejamos realistas, o aeroporto, que já é expressiva e significativamente movimentado por gente de e para Poa/Canoas/Gravataí, com a perda de passageiros das regiœs de Caxias e de Gramado para o novo aeroporto da Serra ficará esmagadoramente mais expressivos e significativos ainda, bem como lembrando que até mesmo Rodoviária, que liga todos os gaúchos do interior à capital e facilita o embarque aeroviário deles, fica no centro de Poa e que essa troca/conexão de modal (ônibus-avião) ficaria bem mais dificultada e na contramão para a maior parte do Estado, que não passa por ali.

    O aeroporto mais próximo de Poa não beneficia apenas a cidade como a maior parte do estado também. E defendendo-se um aeroporto em Canoas ou Eldorado do Sul não se estaria retirando a condição de metrópole de Poa, pois pertencem à região metropolitana tanto como Portão e Santa Rita, bem como se o aeroporto fosse em Portão isso não faria de Poa mais metrópole do que é.

    Acontece que as metrópoles nacinais e mundiais só recorrem a fazer aeroportos distantes quando não é mais possível fazer nada mais próximo, e quando só resta essa opção eles investem em ligaçœs expressas de trem entre o aeroporto e o centro. Só em Poa que se procura algo distante tendo opçœs próximas. Ignoram o Google Earth.

    Se Portão quer um aeroporto, ótimo! Que seja auto-suficiente para movimentá-lo então! Podem até dar o nome de Paulo Paim à ele. Só não obriguem todo mundo de Poa e que vai para Poa e as pessoas de todo o estado que chegam à Poa de ônibus a viajar até Portão só para alguns se sentirem numa metrópole, quando há diversas metrópoles com todos os seus aeroportos dentro da cidade (Miami, Los Angeles, …) e as que não o tem foi por pura falta de espaço.

    Curtir

  6. O pessoal fala em “Metropole”, mas deseja que tudo seja dentro de Porto Alegre.

    Curtir

    • Não precisa ser tudo em Porto Alegre. Por exemplo: se não tivessemos um aeroporto internacional, ele poderia ser construído em outra cidade. Mas não é o caso.

      Curtir

  7. Verdade, Gilberto! Tudo o que não precisamos é um aeroporto PARA Porto Alegre LONGE DE Porto Alegre.

    Poa precisa de mobilização em prol do Cais, Orla, Mirante do Morro Santa Tereza, Extremo Sul da cidade, segunda ponte, terceira ponte, ampliação efeviva e coerentemente adequada da pista e dos terminais do Salgado Filho.

    Tudo o que não é necessário, prioritário e urgente (e então não deveria assim ser considerado) é um novo aeroporto longe de Poa (não venham dizer que é pertíssimo), quando temos diversas áreas muito mais próximas, inclusive em áreas limítrofes à Poa nas divisas entre Poa e Canoas e entre Poa e Eldorado do Sul.

    Guarulhos e Confins foram feitos longe porque em SP não havia grandes áreas vazias mais próximas que lá, e em BH o problema é que somente lá era a única área com terrenos de relevo relativamente menos acidentado na região. Já em Poa há inúmeros e imensos vazios urbanos muito mais próximos e, portanto, até serviriam de praticamente uma quase mega extensão/prolongamento do sítio aeroportuário do Salgado Filho, se isso algum dia for realmente necessário, e permitiria uma barata e total integração entre eles via aeromóvel, como ocorrerá com o trensurb, tornando eles praticamente um só e assim encuratando distâncias, facilitando conexœs (e com isso diminuindo custos, até mesmo operacionais) e poupando tempo. Muito mais econômico, inteligente e racional. Há áreas a menos de 5km do Salgado Filho, o que os tornariam praticamente pistas e terminais de operação simultânea, embora nem precisemos de mais pistas.

    Considerando que a Serra já ganhará um novo aeroporto, que será até uma ótima alternativa para moradores de NH, São Léo, Portão e região, pergunto a quem realmente interessa esse novo aeroporto de Portão? Certamente não à Poa e nem à expressiva massa usuária das populosas cidades próximas também. É mais fácil trazer a minoria (Portão, Santa Ria e etc) até Poa ou mover toda Poa, Canoas Gravataí e etc até lá?

    Como disse o Augusto, já ganhamos o mega-aeroporto Internacional de Portão. É aquele Portão instalado pela comunidade que mora na área da futura expansão da pista e o instalou para afastar os carroceiros de mão leve da área e assim elevou o Salgado Filho à tal condição antes mesmo da expansão e da ampliação. Foi um complemento ao canetaço aeroviário. O resto é conversa eleitoreira e demagoga para boi dormir. Até porque se não fosse seria até preocupante ver a localização de um aeroporto sendo escolhida por critérios eleitoreiros e potitiqueiros, sem olhar a praticidade e muito menos a tecnicidade necessários para tanto.

    A área de Portão pode até ser uma área adequada para a construção de um aeroporto, mas é a MAIS adequada para um novo aeroporto para Poa? O Salgado Filho não deveria ser parcialmente substituído por um novo aeroporto em igualmente privilegiada e próxima localização, já que isso é plenamente viável e possível, diante da fartura de áreas próximas para tanto? Vão copiar justo o que não deveria, mesmo tendo mais opçœs/alternativas?

    Devem estar reservando essas áreas vazias no entorno de Poa para novas vilas/favelas, para parecer entrada de subúrbio de metrópole do sudesteg, uma nova região à imagem e semelhança do atual entorno da Arena, na entrada de Poa, só pode, não há outra explicação para tamanha irracionalidade.

    Curtir

    • As áreas próximas a POA podem ser muito mais aproveitadas para habitação. Apenas uma pequena porcentagem da população utiliza os aeroportos, os loteamentos para casas e apartamentos novos precisam ser valorizados e estarem próximos aos centros de trabalho, evitando congestionamentos as principais rodovias. A criação do aeroporto de Portão/ NSR irá desenvolver toda uma região, aumentando investimentos nas rodovias, criando novas rotas de transporte, atraindo empresas de outros estados para a região. Considerando em que POA/ Canoas não existem grandes áreas em distritos industriais para novas empresas. Este aeroporto vai trazer mais benefícios para população em geral. O Salgado filho não será desativado, e ninguém será prejudicado com a construção deste novo aeroporto. A rodovia do parque, que está em construção, irá praticamente fazer a ligação direta entre o novo Aeroporto e o centro da Capital, que considerando o transito nas vias que ligam o Salgado Filho ao centro, irá ser menos rápido somente comparado ao metro. Enfim, este novo aeroporto trará um desenvolvimento para a região como um todo.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: