MUDANÇA RADICAL NO BLOG A PARTIR DE AGORA

O Blog Porto Imagem recebeu um e-mail agora há pouco de uma das editorias da Zero Hora.

Eles nos pedem que retiremos todas as matérias oriundas de Zero Hora e demais veículos da RBS do Blog “ainda nesta segunda-feira”, segundo a pessoa que escreveu.  Deve ter se referido a esta quinta-feira.

Já respondi a eles, dizendo que vou retirar. Sem dúvida.

Parece que de alguma forma começamos a incomodar a grande imprensa. 

Os nossos quase 100 mil acessos mensais não são pouca coisa.

Não tenho argumentos contra o pedido da RBS.

A partir de hoje, a nossa equipe só produzirá material próprio. Poderemos citar links das matérias mas não duplicá-las no Blog.

Quem quiser contribuir com posts de autoria própria, podem começar a enviar a partir de hoje. Vamos estimular a participação de todos. O nível das pessoas que comentam no Blog é altíssimo. E da mesma forma, se alguém se interessar e quiser fazer parte da nossa equipe de forma mais direta, favor informar. Acho que podemos aceitar pelo menos uns 3 colaboradores.

Gilberto Simon



Categorias:Outros assuntos

69 respostas

  1. A Zero-Hora já vai tarde, quem precisa dela? decididamente é um jornaleco…

    Curtir

  2. Sem concorrência, notícias assim nunca sairiam e muita gente ficaria acima da lei:

    http://blig.ig.com.br/portaltvemanalise/tag/nelson-sirotsky/

    http://noticias.r7.com/cidades/noticias/adolescente-confessa-estupro-pela-internet-20100705.html

    Sem concorrência, muita coisa é abafada e vai para debaixo do pano. Como podem ver, também há coronelismo por aqui.

    Curtir

    • A notícia pode até ter sido divulgada, mas pelo visto deu em pizza. Alguns boatos apontam que um neto de ex-governador de Santa Catarina, mas que ainda tem uma grande força política, participou do estupro.

      Curtir

  3. Gabriel, o blog não simplesmente copiava notícias de ZH, não era um mero reprodutor de notícias dela.

    Era como se estivéssemos nos grandes bancos acadêmicos, onde um professor de mestrado trás teses. editoriais e notícias dos mais diversos jornais e outras fontes para que se debatesse a nossa forma atual de vida em sociedade em Poa e no RS e a situação/estado do local onde vivemos/habitamos e criamos nossos filhos e criaremos nossos netos.

    E essa grande banca acadêmica a discutir a cidade e a sociedade era aqui a própria sociedade.

    As notícias quase nunca vinham sozinhas, pois quando não vinham associadas à outras notícias de outras fontes, vinham com algum comentário do próprio blog para os debates se iniciarem. O foco do blog nunca foram as notícias em si, que quando vinham à público nem eram exclusividade de ZH, e sim o precioso debate de idéias para o melhor pela cidade.

    Concordo que o Blog as publicava sem custo, mas também não obtinha lucro algum e sequer tirava leitores de ZH por apenas publicar uma ou duas notícias dela. Era praticamente um serviço de utilidade pública.

    Essa semana foi demais para mim, foi derradeira. Com o Prefeito Municipal dedicando seu exíguo tempo e usando o seu blog pessoal para falar da Agapan (quando nunca o fez para falar dos problemas da cidade) e o principal e esmagadoramente maior grupo de comunicação do estado calando a única voz que ainda grita, nao há como não se abater. Está mais que na hora dos nossos debates virarem obras e iniciativas concretas pela cidade.

    E seria bom a RBS lembrar que as suas concessœs de rádio e tv são públicas e, portanto, ela deve retorno social à sociedade, já que lucra às nossas custas, ainda que gaste para produzir e assistamos e ouçamos de graça.

    Por isso apóio totalmente o competente, sério e conceituado Procurador da República Celso Três (procurem no Google), que está investigando o monopólio do Grupo RBS no RS e em SC, pois, além de ser prejudicial à sociedade, parece burlar a legislação, que não permite tantas retransmissosas de televisão na mesma região nas mãos de mesmas pessoas (contem quantas filiais da RBS há no RS e em SC). Nem nos estados de SP nem do Rio as emissoras que transmitem a Globo estão nas mão de um mesmo grupo, nem a própria Globo, que tem emissoras próprias apenas nas capitais carioca e paulista e em BH, Brasília e Recife, todas em regiœs diferentes e sem dominar toda uma região, como manda a legislação. Já a RBS é dona de todo o RS e SC.

    Curtir

  4. Tudo bem. A ZH alega que o blog está usando material deles. Nem entro no mérito. Apenas acho que ZH não está sendo muito inteligente ao não querer suas matérias citadas em outros blogs ou sites. Em última instância, as citações são divulgação gratuita aos veículos de comunicação. A RBS, no meu entendimento, fez outra bobagem há alguns meses, quando obrigou os leitores de ZH digital a assinarem o plano mais caro do jornal Zero Hora, para que se tivessem acesso irrestrito à versão digital. Antigamente era gratuito. O resultado é que ninguém assina o plano vip pra poder ver a versão digital. Assim, a RBS perde em número de acessos e no valor pago aos anúncios. Mas esse é um problema deles. Cada um sabe onde aperta o seu sapato. hehe

    Curtir

    • A questão não é CITAR as matérias de ZH… a questão é o blog COPIAR o texto e as fotos do jornal… o jornal tem um custo para isso e quer, no mínimo, que paguem pelo seu serviço.

      Curtir

      • Como disse, nem entro no mérito ou na imputabilidade da legislação vigente. Apenas acho que uma das pedras angulares das empresas é a VISIBILIDADE. Quanto mais visível uma empresa ou serviço, mais consumidores em potencial ela terá. As empresas, incluindo a imprensa, gasta fortunas em publicidade para divulgar suas marcas. O blog fez isso de graça por ZH..ao copiar e citar usas matérias. Não é um bom negócio?

        Curtir

      • Os custos do jornal (papel) devem continuar sendo acarcados somente por quem compra o jornal na banco ou é assinante e pela venda de espaços publicitários. Aliás esses custos devem ter diminuído substancialmente pelas facilidades da internet na busca por informações e na gerência do sistema de notícias.

        Já a cobrança de espaços de publicidade na própria internet devem ser suficientes para cobrir o custos do jornal digital, que são bem mais baixos do que o sistema tradicional.

        Curtir

  5. Eu entendo que caiu na rede, é público, é de domínio público. Se não querem que algo seja público, não coloquem na rede, é simples. Talvez hoje em dias nosso retrógrados legisladores e juristas não entendam assim, mas no futuro isso será a regra.

    Já propus inclusive acabarem com todos os Cartórios de registros públicos do Brasil ou que eles deviam ser simplificados, sendo obrigados a publicar todos os atos oficiais apenas na rede mundial de computadores. Agora, no mundo moderno, para dar publicidade de alguma coisa, ela deve estar na internet, que é muito mais barata e eficiente do que um mural ou diário oficial.

    Curtir

  6. Caro Simon

    A unica coisa que tem de importante nesta notícia é que estás (ou estamos) incomodando a grande imprensa, e porque isto, porque eles tentam colocar blogs dos seus articulistas mas parece que não cola. Aqui é mais bagunçado, mas esta bagunça que dá vida.

    Não sei, mas acho que falo por todos, conte com todos para colaborar, se quiseres alguma ajuda em termos de material, leia no meu blog e posso melhorando um pouco, te repassar alguma coisa (só se quiseres é claro, não sou oferecido, sabes meu e-mail)

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: