Faltam imóveis comerciais em Porto Alegre

O mercado imobiliário, em Porto Alegre, continua aquecido, tanto na área residencial quanto na comercial, mas, nesta última, a situação começa a ficar difícil porque faltam imóveis – escritórios, salas e lojas – e o metro quadrado já está valendo R$ 11 mil, quando, há dois anos, custava R$ 4 mil.

A informação é de João Comerlato Neto, presidente da Rede Gaúcha de Imóveis, constituída por 27 imobiliárias que oferecem opções de venda e locação de mais de sete mil imóveis avulsos e lançamentos. Comerlato quer ampliar o número de imobiliárias participantes, pois a rede oferece vantagens tanto para as empresas do setor quanto para o público, que encontra os imóveis que procura com mais facilidade, através da internet. Uma imobiliária, normalmente, trabalha com 100 ou 300 ofertas.

Na rede, é possível acessar mais de sete mil imóveis compartilhados entre as empresas associadas.

A falta de prédios comerciais, segundo Comerlato, se deve ao fato de que a economia brasileira, há cinco anos ou mais, não apresentava as perspectivas de hoje e os investidores deixaram de construí-los.

“Hoje, investidor é o que não falta.

Não existe é mercadoria e, por isso, os preços aumentaram”, explicou.

“O sistema mobiliário está sólido, o financiamento é abundante e rápido, as vendas estão aquecidas”, concluiu.

Danilo Ucha – Jornal do Comércio



Categorias:Outros assuntos

Tags:

15 respostas

  1. Também está na hora de revitalizar o bairro Floresta, Navegantes e São Geraldo, muitos prédios antigos destes bairros poderiam ser reformados e reaproveitados, tanto comercialmente quanto residencialmente seguindo o exemplo das antigas zonas industriais de Manhattan.

    Curtir

  2. QUEM DISSE QUE PORTO ALEGRE NÃO COMPORTA UM PRÉDIO DE 40 ANDARES ? OU DE 50 ? A PREFEITURA ? A CÂMARA ?
    ————-

    Eu diria que o bom senso que diz, caro Gilberto. Nos EUA, as cidades constroem predios altos mas em areas especificas e, alem disso, as cidades tem sistemas de transporte publico eficientes (metro, principalmente).

    Vale lembrar tambem que, se tu liberar a altura dos predios, tu estaria liberando nao apenas a meia duzia de predios altos, de boa qualidade e bonitos que seriam construidos, tambem estaria liberando a maioria de pombais altos, de pessima qualidade e pessimo gosto.

    Curtir

  3. Espírito liberalista dominando o pedaço

    Curtir

  4. Predios altos sao coisa de novos-ricos que foram pela 1a. vez pros EUA e se deslumbraram. POA apenas precisa revitalizar os predios existentes e construir mais predios comerciais.

    Curtir

    • Discordo de ti RicardoUK. Ao meu ver, este detalhe de altura deve ser regulado pelo próprio mercado. Se em Porto Alegre há mercado pra este tipo de construção mais alta, que se faça. E não um plano diretor cortante, arcaico e caduco como esse nosso. Não é questão de se deslumbrar com prédios altos, e sim é o excessivo controle do governo sobre o que as pessoas devem fazer ou não. Mais liberdade para a arquitetura, mais liberdade para as cidades, isso que queremos ! QUEM DISSE QUE PORTO ALEGRE NÃO COMPORTA UM PRÉDIO DE 40 ANDARES ? OU DE 50 ? A PREFEITURA ? A CÂMARA ?

      Curtir

      • Auto regulação de mercado Gilberto? Na boa, não sou tão restritivo quanto a prédios altos como alguns, mas olha o que auto-regulação fez com trechos do nosso centro…

        Apesar que logo logo é capaz de aparecer alguém defendendo aquelas ruas que nunca pegam sol.

        Eu concordo com o Ricardo, acho que essa fixação por prédios altos parece aquela fixação masculina e falocêntrica ehhehe… Desculpa, não podia perder a piada.

        Curtir

    • O que são prédios altos?

      Eu acho o Spot com 20 andares, no miolo da Cidade Baixa, ALTO, mas não acharia a mesma coisa, se ele fosse construído na João Pessoa, Osvaldo Aranha ou Perimetral (a primeira). E até acho baixo prédios assim sendo construídos no centro ou na Terceira Perimetral, pois caberiam altura maiores.

      Uma capital importante, como Porto Alegre, deveria ter espaço para todo tipo de prédio. A regra poderia ser prédios baixos, de 8 a 12 andares, mas com exceções – lugares para prédios de mais de 20 andares e outros para arranha-céus, daí sim, conforme a necessidade do mercado.

      Curtir

  5. Porto Alegre deveria se estruturar ao longo dos corredores de ônibus, como fez Curitiba, na qual os prédios mais altos e mais valorizados da cidade encontram-se nestes locais. É inadmissível que, das grandes avenidas, apenas a Carlos Gomes apresente grandes edificações. Podem reparar, as demais avenidas todas apresentam edificações de baixo padrão e de poucos pavimentos.

    Curtir

  6. eu acho estranho isso, pois andando pela cidade se veem muitos imóveis à venda ou para alugar. Será que ele quis se referir mais especificamente a salas/escritórios comerciais.?

    Curtir

  7. Pow, ainda tem espaço no centro, dava pra construir umas areas, mas precisa valorisar a região, e pra isso, o Cais do Porto.

    Se demorarem pra fazer essa obra, até la vão construir em outra região e ae não vai mais valer a pena, o preço do m ² cai e ferra tudo.

    Poderiam reformar os predios tambem, um que tão reformando é aqui na 7 de setembro, que era um hotel…

    Curtir

  8. Ótima notícia!

    Eis uma excelente oportunidade para revitalizar o centro de Porto Alegre com a iniciativa privada.
    O projeto do Cais do Porto já deveria estar andando a passos largos para aumentar o interesse das construtoras na área central.

    De todas as áreas comercias de Porto Alegre, a que eu mais acho prática para trabalhar é no centro. Tem de tudo: restaurantes e lojas para todos os gostos e bolsos. Está cheia de agências bancárias, caixas eletrônicos, lotéricas para facilitar pagamentos. Tem museus para dar uma passeada na hora do almoço.

    O centro de Porto Alegre merecia uma atenção maior… constroem edifícios lindos na Carlos Gomes mas no centro há anos não surge um projeto novo e ousado. Por mim, poderiam demolir vários prédios do centro e construir novos, mais distantes um dos outros, com mais arborização, esplanadas, edifícios mais altos (sim, novamente em questão a verticalização)… Outros poderiam ser reformados (retrofit) e melhor aproveitados.

    Curtir

Trackbacks

  1. Faltam imóveis comerciais em Porto Alegre « Linklar Editorial

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: